a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FC Alverca termina com ...

Segunda-feira , Mai 23 2022
48

Tiago Almeida deve ...

Segunda-feira , Mai 23 2022
27

Play- Off – Resumo do SC ...

Segunda-feira , Mai 23 2022
17

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
61969

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
30699

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
24906

Gonçalo Nunes reforça ...

Quarta-feira , Nov 23 2016
3039

HC Santarém sem equipa ...

Segunda-feira , Jun 29 2020
962

Sorteio da Taça de ...

Segunda-feira , Nov 11 2019
1339

ventosaterapia

pablo alvarez 1 new

O Benfica venceu no terreno do AJ Viana neste domingo, 16 de janeiro, em jogo a contar para a 15.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins, somando em simultâneo a sua sétima vitória consecutiva, naquele que é o melhor registo esta temporada.
O golo (0-1) de Gonçalo Pinto, aos 4', em que a bola ainda bateu num defensor contrário, foi o corolário de uma entrada determinada do Benfica, em que fez da pressão e intensidade armas para colocar em sentido o rival. O bom período levou a que os encarnados perdessem várias oportunidades de golo e atirassem uma bola ao poste por Edu Lamas, aos 6'.

Porém, o AJ Viana, contra a corrente do jogo, aproveitando um remate de longe, chegou à igualdade (1-1) por Nélson Pereira, aos 9'. A equipa da casa manteve a postura e da mesma forma atirou duas bolas aos postes, isto antes de o Benfica voltar à vantagem (1-2), que levou para o intervalo, por Pablo Álvarez, aos 16', com um desvio ao segundo poste na sequência de um passe de Carlos Nicolía. Até ao descanso, aos 22', Pedro Henriques ainda defendeu uma grande penalidade assumida por Remi Herman.

No início do segundo tempo, aos 28', um remate forte de Edu Lamas permitiu aos homens de Nuno Resende ampliarem a vantagem (1-3). Pedro Henriques voltou a exibir-se em bom nível aos 31', ao defender um livre direto de Andrés Zapata.

Pablo Álvarez, que regressou de lesão, bisou no jogo com um golo em tudo semelhante ao primeiro que apontou em Viana do Castelo, e colocou o Benfica a vencer por três golos (1-4), aos 41', ele que encostou uma bola direcionada por Carlos Nicolía.

Até final, o Benfica geriu o ritmo do desafio e ainda fez mais um golo (1-5) por Lucas Ordoñez na marcação de um livre direto.

Fonte/Foto- SL Benfica

5 Maq Essencial