a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Diogo Carrilho de ...

Terça-feira , Nov 19 2019
145

CNF- Águias com jornada ...

Terça-feira , Nov 19 2019
11

FPP- Código de Conduta ...

Terça-feira , Nov 19 2019
35

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57597

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25526

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20339

Famalicense em preparação

Terça-feira , Set 04 2018
616

Liga Europeia: 3.ª ...

Terça-feira , Dez 20 2016
953

Arnaldo Queirós fica no ...

Domingo , Jun 24 2018
509

interioresinteriores

IMG 20190928 130026 128 1 773x380

A Oliveirense venceu este sábado o OC Barcelos por 7-3, em Oliveira de Azeméis em jogo que contou para a terceira jornada do nacional da 1.ª divisão, e que teve em Marc Torra um dos jogadores em destaque, pelos 4 golos que apontou neste encontro, e em Xavier Puigbi, o guardião da Oliveirense que à sua conta defendeu quatro bolas paradas e foi, também ele peça importante neste triunfo da formação de Renato Garrido.
Partida com várias alternâncias no marcador, com o Barcelos a vir até Oliveira de Azeméis com objetivo claro de somar pontos que acabou por não acontecer muito por culpa de Marc Torra, que na fase final da partida seria decisivo para o desfecho final do encontro.

Na primeira parte e já depois de Marc Torra ter falhado uma grande penalidade, José Pedro Pereira marcou o 1-0 para o Óquei. Remate de longe que surpreendeu Xavier Puigbi. O empate da União surgiu ainda antes do intervalo na sequência de um livre directo que puniu uma falta e o consequente cartão azul a Franco Ferrucio. Marc Torra fez o golo a 3 minutos do descanso.
A segunda parte seria intensa o que obrigou as duas equipas a jogarem no limite. Na sequência de um cartão azul a Jordi Bargalló, Puigbi defendeu o livre directo, mas, logo depois, Luís Querido colocou a equipa visitante em vantagem por 2-1.
O jogo estava duro, com várias picardias e Henrique Magalhães e Franco Ferrucio viram cartão azul. Foi num momento de maior calor que a Oliveirense teve frieza para empatar por Jorge Silva. Pouco depois, mais dois azuis, para Tomás Mena e Ricardo Silva – tudo isto em apenas 3 minutos da segunda parte.
Em destaque viria a estar Xavier Puigbi que defendeu 4 bolas paradas em 3 minutos. Foi decisivo o guarda-redes da União que manteve a equipa empatada a dois golos. A primeira vez que a Oliveirense saltou para a liderança foi a 19 minutos do fim quando Ricardo Barreiros disparou uma bomba e fez o 3-2. A vantagem durou pouco porque Gonçalo Pereira empatou novamente este duelo e fez o 3-3.
A partir daqui só houve golos para a União. Depois de Ferrucio ter sido expulso, Marc Torra bateu o livre directo e fez o 4-3. O mesmo Torra, viria a fazer o 5-3 e o 6-3 de livre directo. Impressionante a forma como a União fechou o desafio, com Jorge Silva a ter ainda tempo de fazer o 7-3 com que terminou o jogo no Pavilhão Dr Salvador Machado.

Fonte/Foto- UD Oliveirense

Domingo

imgS620I222583T20180602182139

Na antevisão da partida deste domingo frente ao CD Paço de Arcos, o técnico da equipa de hóquei em patins Leonina, Paulo Freitas, assegurou que apenas uma equipa na máxima força poderá sair com uma vitória.
“Podemos esperar o Sporting CP de sempre, a lutar pelos três pontos. Acima de tudo, queremos entrar fortes e os jogadores já perceberam que só a nossa melhor versão poderá fazê-lo”, começou por dizer.
Quanto ao facto do adversário de sábado ter roubado pontos aos Leões na época passada, o técnico verde e branco desvaloriza.
“O que aconteceu na época passada já lá vai. Retirámos as ilações que tínhamos a retirar e temos de perceber que esta é uma equipa jovem, com qualidade e com jogadores que passaram pelos escalões de formação da selecção nacional. Estão à procura do seu espaço e têm um treinador experiente que vai montar um bloco baixo e, certamente, criar-nos muitas dificuldades. Temos de variar o nosso processo ofensivo e estar concentrados no aspecto defensivo”, assegurou.
Relativamente à moldura humana presente no embate frente à UD Oliveirense, Paulo Freitas fez questão de agradecer o apoio.
“Envio um agradecimento aos adeptos que estiveram na última partida no Pavilhão João Rocha pois criaram um ambiente fantástico e tornaram as coisas mais fáceis. Compareçam em Paço de Arcos para continuarem a apoiar-nos. Podemos prometer apenas trabalho e que não os vamos defraudar”, concluiu.

Fonte- Sporting CP

Sábado

74693492 1405457509631693 4510412274430640128 n

O FC Porto recebeu em Fânzeres a AD Valongo num dérbi entre equipas da AP Porto, com a equipa Azul e Branca a não vacilar num jogo onde desde o primeiro minuto a formação e Cabestany mostrou apetite voraz pelo golo em particular, Gonçalo Alves que aos 10 minutos já tinha na sua conta particular um “hat trick”. Sempre de “prego ao fundo” a equipa portista chegou ao 5-0 com dois golos de “Poka” e seria, ainda antes do intervalo Nuno Araújo a reduzir para 5-1.
O Valongo até entrou melhor no segundo período conseguindo reduzir para 5-2 por Diogo Abreu, mas depois, lá veio mais uma avalancha do FC Porto que até final foi dilatando o marcador perante um Valongo sem capacidade para travar o caudal ofensivo dos Dragões que acabaram pro fazer um resultado dilatado e pouco usual frente a esta equipa do Valongo.
Carlo Di Benedetto (2), Hugo Santos (2), Giulio Cocco, Gonçalo Alves, “Poka” e Reinaldo Garcia fizeram os restantes tentos da equipa portista.
O FC Porto na próxima jornada desloca-se ao “João Rocha” onde defrontará o Sporting CP, naquele que é o jogo mais importantes da quarta jornada.
Quanto ao Valongo, jogará no seu reduto, recebendo a formação do HC Braga.

Foto- FC Porto

Sábado

Festejos2 New

A equipa do SL Benfica goleou este sábado a formação do HC “Os Tigres” por 10-0, num jogo que desde cedo a formação lisboeta começou a impor o seu jogo e a não facilitou durante os 50 minutos de jogo.
Ainda não estavam decorridos 3 minutos de jogo e já o Benfica vencia por 2-0 com golos de Edu Lamas e Diogo Rafael.
Início fortíssimo dos encarnados perante a equipa ribatejana recém-promovida à I Divisão, com Diogo Rafael pouco depois a bisar(3-0). Minuto 11, grande penalidade assinalada, o camisola 4 permite a defesa de Miguel Fernandes, mas na sequência acaba mesmo por rematar para o fundo das redes. Seguiu-se Gonçalo Pinto (19'), a assinar um golaço (4-0), e Lucas Ordoñez a rematar para a mão-cheia (20'), resultado com que se atingiu o intervalo (5-0).
E depois de cinco golos sem resposta nos primeiros 25 minutos, dose dupla, com mais cinco na segunda metade. Partida de sentido praticamente único, perante um adversário, comandado por André Luís, brioso e que espreitou sempre o tento de honra. O Benfica não deixou, foi mais forte e materializou o domínio com uma convincente vitória por 10-0. Os golos foram apontados por Valter Neves (26'), Ordoñez (28'), Nicolía (38'), Edu Lamas (44') e Diogo Rafael (50'), que assim fez um hat-trick.
Na próxima ronda o SL Benfica vai até ao Minho onde defrontará a Juventude de Viana com o HC “Os Tigres” a receberem em Almeirim o Riba D´Ave HC

Fonte/Foto – SL Benfica

Sábado

maria vieira benfica 3 new

A equipa feminina de hóquei em patins do Benfica defronta as francesas do CS Noisy Le Grand no sábado, dia 26 de outubro, às 17h30. Manlleu e o campeão europeu em título, Voltregá, de Espanha, são os outros adversários do grupo A.
Maria Vieira, internacional lusa, fez a antevisão a este encontro, sublinhando as especificidades desta partida face aos embates em contexto nacional.
"É uma prova com uma exigência diferente daquela a que estamos habituadas em Portugal. Exige mais trabalho, dedicação e responsabilidade da nossa parte. O campeonato em França não é como o português ou o espanhol, mas o nosso oponente já teve internacionais francesas e argentinas a jogar no clube. Sei que é um adversário à altura", afirmou, em declarações à BTV.
Reconhecendo a competitividade do grupo, a atleta refere a importância de conquistar os três pontos.
"É o melhor jogo para começar e vamos aproveitar para entrar com o pé direito e, no final, conseguirmos a melhor classificação possível. Estamos num grupo difícil, mas quem quer ser campeão da Europa tem de ganhar aos melhores. Sabemos das responsabilidades que isso acarreta, mas estamos a trabalhar a 200%", argumentou.
A partida está agendada para as 17h30, no Gymnase Des Yvris, nos arredores de Paris. Em relação ao possível apoio dos adeptos nesta cidade, a jogadora não tem dúvidas da presença de alguns benfiquistas para ajudar a alcançar os três pontos.
"Eles são fundamentais e faço sempre questão de agradecer o apoio. Não tenho dúvidas que não faltarão. Sabe sempre bem, quando as coisas não estão a correr bem, olhar para a bancada e ver o nome Benfica e observar o Manto Sagrado nas bancadas. Vai ser um bom jogo e que no final o resultado nos seja favorável", finalizou.

Fonte- SL Benfica * Foto- João Paulo Trindade / SL Benfica

Sexta Feira

deolho no apito

A FPP publicou esta sexta feira as nomeações para os jogos dos diversos campeonatos nacionais organizados sob a égide da FPP, assim como das provas regionais que se realizam entre esta sexta feira (dia 25 de Outubro) e o próximo dia 1 de Novembro (sexta feira).

Nomeações

Sexta Feira

David Costa

Avançado anteviu o jogo da terceira jornada do campeonato, em casa frente ao HA Cambra no próximo sábado, pelas 17h00.
Depois de duas vitórias nos dois primeiros jogos, a última das quais na difícil deslocação a Ponte de Lima para defrontar a AD “Os Limianos, o SC Marinhense recebe no Pavilhão da Embra para defrontar a forte equipa do HA Cambra.

SC Marinhense, favorito sábado
Penso que não exista favoritismo, no entanto temos a nosso favor o facto de jogarmos em casa, junto dos nossos adeptos, que têm um papel fundamental para toda a equipa. Contamos desta forma, com o apoio de todos eles.”

O HA Cambra, o que esperar
“A meu ver, vão reunir-se duas equipas muito competitivas, e com grande ambição na conquista dos 3 pontos.
Não temos muitas informações à cerca da equipa do Cambra, sabemos que tem um leque de jogadores experientes, que revelam bastante qualidade. O que torna este jogo rigoroso e bastante desafiante.
A expectativa é dominar os 50 minutos com a melhor exibição possível, queremos dar a nossa melhor versão, sem erros, colocando em prática todo o trabalho que desenvolvemos durante a semana.”

As expectativas em relação à época
“Manter o foco até ao fim, e confiar no trabalho de equipa, sem haver margem para “surpresas” da equipa adversária.
Somos uma equipa jovem e estamos juntos à pouco tempo, existem algumas arestas por limar. As vitórias têm-nos dado segurança e confiança para continuarmos neste rumo, com a vontade que nos tem caracterizado.
Resta-nos continuar a trabalhar, estamos no bom caminho para uma época positiva. Acreditamos na qualidade e mais valia da nossa equipa, mantendo o propósito de elevar o nosso clube.”

Fonte/Foto- SC Marinhense

Sexta Feira

73102247 1406468176197293 4845282035457064960 n

FC Porto e Valongo medem forças este sábado (18h00), em jogo a contar para a terceira jornada do Campeonato Nacional
O hóquei em patins azul e branco não para e, meros dias depois do triunfo em Paço de Arcos (4-1), na segunda jornada do campeonato, o FC Porto Fidelidade regressa ao Pavilhão Municipal de Fânzeres para defrontar o Valongo (sábado, 18h00, Porto Canal e FC Porto TV). Na antevisão do encontro da terceira jornada do Campeonato Nacional, o avançado Rafa prometeu concentração máxima diante de um adversário “tradicionalmente difícil”, numa partida em que os Dragões vão entrar no rinque motivados para garantir os três pontos.

A vitória em Paço de Arcos
Foi um jogo que sabíamos que ia ser complicado, no ano passado tivemos muitas dificuldades em derrotar o Paço de Arcos fora de portas. Sabíamos que teríamos de trabalhar muito frente a uma equipa que se apresenta sempre muito organizada, que defende muito bem e que tenta aproveitar as saídas para o contra-ataque. Soubemos ter paciência e encontrar os momentos certos para finalizar, o que nos permitiu estar tranquilos e a controlar o jogo à nossa maneira”.

O Valongo
“É uma equipa tradicionalmente difícil. Está no grupo de equipas que soma duas vitórias nas duas jornadas já disputadas, por isso merece o nosso respeito. Vamos fazer de tudo para sair do jogo vencedores. Já os defrontamos por duas vezes na pré-temporada e conseguimos a vitória, mas este é um novo jogo. Temos de trabalhar muito, ver o que fizemos bem nesses jogos e tentar fazer o mesmo. Esperamos um jogo complicado, mas o nosso objetivo é sempre vencer”.

Conhecer o adversário
“Apesar de ser um clube mais pequeno quando comparado à dimensão do FC Porto, o Valongo impõe respeito, principalmente desde que foi campeão nacional. Os jogadores mais velhos no plantel não precisam de apresentar este adversário aos jogadores mais novos, porque eles já jogaram contra o Valongo na pré-temporada. Temos consciência dos pontos fortes do Valongo e sabemos onde podemos causar-lhes problemas”.

O apoio dos adeptos
Quero lhes dizer para continuarem a apoiar-nos. Apesar do resultado, o apoio dos adeptos foi muito importante frente ao Juventude de Viana, por isso, não deixem de nos empurrar porque a equipa precisa desse apoio. Vamos tentar dar muitas alegrias aos adeptos ao longo da época, já o conseguimos fazer desde o início da temporada, com a conquista da Supertaça”.

Fonte/Foto- FC Porto

Sexta Feira

marco barros benfica 1 new

Após uma vitória a meio da semana frente à AE Física, os encarnados voltam a jogar para o Campeonato de hóquei em patins. O adversário do Benfica é o HC Tigres e o embate acontece neste sábado, dia 26 de outubro, às 18h00, no Pavilhão Fidelidade.

Marco Barros, guarda-redes das águias, fez a antevisão a este desafio.
"São um coletivo que tem apenas dois ou três jogadores com experiência na Primeira Divisão, mas, em contrapartida, têm muitos jovens de qualidade e são muito bem orientados. Vêm defender em bloco baixo e tentar o contra-ataque", analisou o atleta, em declarações à BTV.
Este encontro marca o regresso de algumas caras conhecidas à Luz, como é o caso de João Maló, Miguel Feio e Diogo David, atletas formados no SL Benfica. Para o hoquista Marco Barros, este facto pode significar uma motivação acrescida para o conjunto forasteiro.
"É um coletivo com três jogadores que já estiveram no Benfica. Querem mostrar a sua qualidade e o nosso Pavilhão é sempre uma montra", disse.
O guardião, a cumprir a segunda época de águia ao peito, destacou o trabalho diário com enfoque na defesa.
"Estamos a trabalhar muito no processo defensivo porque no hóquei é muito importante. Se sofrermos só um ou dois golos, estamos perto dos três pontos porque temos muitos jogadores que fazem golos", justificou.

Fonte- SL Benfica * Foto- David Martins / SL Benfica

Sexta Feira

73513528 2520172471396621 6546158615898619904 o

A Juventude de Viana depois de ter surpreendido na ronda inaugural ao empatar em Fânzeres frente aos campeões nacionais, acabou surpreendida no seu próprio reduto ao perder frente ao Valongo por 6-4, com Nuno Araújo da AD Valongo a ser o principal carrasco desta derrota da formação minhota.
A Juventude Viana até começou bem chegando a meio do primeiro tempo a vencer por 2-0 com golos de Francisco Silva e Gustavo Lima, resultado que não se alterou até ao intervalo.
A segunda metade traria uma história totalmente diferente.
Nuno Araújo reduziu logo aos dois minutos com a J. Viana a desperdiçar nos minutos seguintes dois livres diretos, que poderiam ter praticamente decidido a partida. Tal não aconteceu, e embora Luís Viana tenha feito o 3-1 aos 11 minutos, permitiu à formação de André Azevedo acreditar que poderia somar pontos e os minutos finais acabariam por ser decisivos nos desfecho final da partida.
Miguel Moura aos 17 minutos reduziu para 3-2, Nuno Araújo fez o empate aos 20 minutos e o mesmo jogador aos 23 minutos colocou a equipa do Valongo pela primeira vez na frente do marcador, ao fazer o 3-4. A Juventude Viana empatou quase de seguida por Gustavo Lima, na marcação de um LD (20.ª falta da ADV), mas Pedro Mendes nos dois minutos seguintes faria dosi golos que colocaram o placard em 4-6 quando suou o gong para o términus da partida.
Triunfo da equipa que acreditou no triunfo, lutou até ao ultimo segundo por esse objetivo, perante um Viana que foi melhor em boa parte do jogo, mas claudicou nos momentos chave da partida, permitindo assim a reviravolta a favor do Valongo, que com este triunfo mantem-se na liderança da prova a par do Sporting CP, SL Benfica e OC Barcelos.
Na próxima jornada a Juventude Viana viaja até Braga enquanto o Valongo volta a jogar fora de portas, desta feita com uma viajem curta mas complicada até Fânzeres onde defrontará o FC Porto.

Foto- AJ Viana

Quinta Feira