a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Paulo Pereira e Ricardo ...

Sexta-feira , Jan 17 2020
8

Luís Viana – “Vai ser um ...

Sexta-feira , Jan 17 2020
23

FPP- Gala da Patinagem ...

Sexta-feira , Jan 17 2020
32

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58006

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25901

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20626

AP Lisboa- Tojal recebe ...

Sábado , Out 08 2016
1117

Resumo da Fase Final do ...

Segunda-feira , Out 19 2015
958

Luís Sénica em antevisão ...

Sábado , Jun 20 2015
984

interioresPOUPA BARB J

78925137 2163892917045708 696530965404581888 o

A ACD Gulpilhares volta a ter equipa feminina de hóquei em patins.
O Projeto das "Raposinhas" no Gulpilhares está de regresso em 2020.
É já no inicio de 2020 que serão iniciados os trabalhos para a criação da equipa Sénior Feminina para a época 2020/2021 no Gulpilhares.
O projeto passa pela criação de uma equipa Sub-17 que participará no Torneio de Encerramento da AP Porto na corrente época para que na Época 2020/2021, seja dado o passo seguinte para a presença no Campeonato Nacional de Seniores Femininos.
O objetivo é criar uma equipa com atletas nascidas entre 2003 e 2007, e formar as atletas de forma a ir superando obstáculo a obstáculo, preparando-as cada vez melhor para a competição. O plantel ainda não está fechado, aguardando algumas entradas nos próximos dias.
Para além das entradas já conseguidas e das que poderão acontecer nos próximos dias, neste projeto também haverá espaço a alguma entrada espontânea de alguma atleta interessada.

Fonte- ACD Gulpilhares

Quinta Feira

69285445 2403037789779560 7911464299082547200 n

O Internacional Angolano Anderson “Neri” Silva está a caminho do SC Tomar.
Este avançado angolano de 27 anos e o melhor marcador dos últimos campeonatos angolanos, é um dos habituais titulares das “Palancas” e um dos melhores marcadores da seleção de Angola nas últimas provas onde participou.
Embora ainda não formalizado, fruto das burocracias inerentes a uma transferência e respectivos formalismos legais, o SC Tomar espera ver concluído o processo até ao final do presente mês, de forma a que “Neri” possa dar o seu contributo à equipa partir do mês de janeiro.

Quinta Feira

79380379 1691722874312160 8068684759523393536 n

O CRPF recebeu no passado fim de semana o Gulpilhares num confronto entre duas equipas que se encontram nos lugares cimeiros do nacional da 3.ª divisão-norte, com a equipa de Lavra a não facilitar e a ser mais forte no decorrer do jogo tendo vencido por números esclarecedores- 7-1, somando assim a sua quinta vitória consecutiva.
Embora tenha sido a formação do Gulpilhares a inaugurar o marcador até ao intervalo, fruto da maior pressão imposta na partida o Lavra chegou ao intervalo a vencer por 3-1.
Esse domínio manteve-se na etapa complementar com o Lavra a aumentar o score de forma natural e a vencer sem “espinhas” a equipa visitante por 7-1.
Os golos da equipa do Lavra foram apontados por Pedro Amaral (2), Diogo Ribeiro (2), André Ferreira, João Gilvaz e Joaquim Dias. O golo de honra do Gulpilhares teve a chancela de Gonçalo Marques.
Na próxima jornada o CRPF Lavra volta a jogar em casa onde recebe o HC Maia, naquele que deverá ser o jogo mais importante da ronda 9 e que opõem o segundo classificado ao líder da prova.
O ACD Gulpilhares volta a jogar fora de portas já que se desloca ao recinto do CP Sobreira.

Foto- Facebook CRPF Lavra

Quarta Feira

79513332 105294677630376 5417059198938644480 n

Depois da derrota na jornada anterior na deslocação ao recinto do CA Feira, a formação de S. Pedro do Sul, voltou aos triunfos ao vencer o Leiria e Marrazes por 5-3 e mantem o primeiro lugar por perto e em ponto de mira.
O Termas OC chegou ao intervalo a vencer por 2-0 com golos de José Barreto e Tiago Ribeiro.
Logo aos dois minutos da etapa complementar José Barreto aumentou para 3-0 mas a equipa que viajou de Marrazes- Leiria, respondeu no minuto seguinte ao reduzir para 3-1 por intermédio de Nuno Ribeiro. Este golo galvanizou a equipa forasteira que aos 10 minutos e pelo mesmo jogador reduz para 3-2.
Mas José Barreto não deixou que o conjunto de Marrazes sonhasse alto porque na resposta e poucos segundos depois voltava a abanar as redes da baliza de Marco Capitão ao fazer o 4-2.
Fase de intensidade e oportunidades que o Marrazes aproveitou para reduzir mais uma vez por Nuno Ribeiro que fazia aqui o seu hat trick na partida e colocava o score em 4-3, que apenas se desfez no último minuto do encontro com José Barreto, de LD a castigar um Azul mostrado a Filipe Ronquilho, assinando o 5-3 com que terminoou a partida.
Após esta jornada o Termas OC segue na terceira posição com 18 pontos, menos um que o líder CA Feira, mas com mais dois jogos e na próxima ronda desloca-se ao reduto do HC Mealhada.
Quanto ao Marrazes mantem-se na 11.ª posição com 4 pontos e no próximo fim de semana recebe o ACR Pessegueiro do Vouga.

Foto- Facebook Termas OC

Quarta Feira

78305236 659370987925237 9067611942603980800 o

A equipa do CS Marítimo (Madeira) foi até ao recinto do Boliqueime vencer por 3-1, naquele que era o jogo mais importante desta ronda 8.
Duas equipas que entravam nesta jornada empatadas e a liderar mas a experiência da formação maritimista a falar mais alto ao longo dos 50 minutos do jogo a garantir os três pontos que catapultam a equipa do Funchal para o primeiro lugar da tabela classificativa.
Ao intervalo o Marítimo já vencia por o-1, e pese a formação algarvia tenha chegado ao empate aos 5 minutos da etapa complementar, a partida que se manteve sob o signo do equilíbrio, acabaria por pender para os visitantes, já no minuto final do encontro com Pedro Ferraz a fazer o 1-2. Pouco depois Pedro Silva do Boliqueime vê Azul e Mário Brazão chamado a converter o LD não perdoa e faz o 1-3 que praticamente sentenciou o encontro.
O CS Marítimo sai desta jornada na liderança com 19 pontos (-1 jogo realizado) e na próxima jornada recebe a equipa “B” do CD Paço Arcos, outra das formações que ocupa lugares cimeiros na classificação geral.
Quanto ao CD Boliqueime, desloca-se ao recinto do APAC Tojal, equipa que saiu derrotada desta jornada em Coruche por 6-3.

Foto- CS Marítimo

Quarta Feira

79311100 437771136898391 5682085537532346368 n

No jogo mais importante da 8.ª jornada do nacional da 3.ª divisão-norte, o HC Maia recebeu o Paredes, equipas que à entrada desta jornada lideravam a prova, com a equipa maiense a vencer por 7-4, num jogo intenso, e de reviravoltas no marcador, muitos casos, mas que acabou por sorrir ao HC Maia perante um Paredes que nunca virou a cara à luta até ao final do encontro.
Partida com a particularidade de ter tido 12 (doze) situações de bola parada (entre GP e LD) com a equipa da casa a beneficiar de 9 das situações reportadas.
Ao intervalo a equipa do Maia vencia por 3-2, mas no início da etapa complementar a formação do Paredes a conseguir a reviravolta ao chegar o 3-4. última parte desta etapa complementar com um Maia mais pressionante que acabaria por fazer a “remontada” no marcador e a vencer por 7-4.
Os golos do HC Maia tiveram a chancela de Tiago Garcia (3), Álvaro Pinto, Marco Moura, Tó Cruz e Tó Costa. Do lado do USC Paredes marcaram Márcio Fonseca (2), Gonçalo Figueiredo, e Gil Cardoso.
Na próxima jornada o Maia com deslocação difícil já que defrontará o Lavra (atual 2.º classificado) no reduto destes enquanto o Paredes recebe o HC Paço Rei, penúltimo classificado da prova, num jogo onde o conjunto de Diogo Pereira entra como favorita à conquista dos 3 pontos.

Foto- Facebook USC Paredes

Quarta Feira

78430916 2661383860575827 7645099159053139968 n

A Juventude Ouriense mantem-se sob o signo de triunfos, somando a quarta vitória consecutiva, ao vencer em Ourém o Marítimo SC dos Açores por 6-2, em jogo que contou para a 8.ª jornada do Nacional da 3.ª divisão.
Partida onde a equipa açoriana entrou com muitos cuidados defensivos, e procurou nas saídas para o contra ataque tentar surpreender a equipa da casa.
A formação de Jorge Godinho percebeu isso e de forma calculista e fazendo um jogo apoiado foi fazendo mossa na defesa contrária chegando ao intervalo a vencer por 4-1.
Segunda parte onde os ribatejanos, a vencer souberam gerir essa vantagem controlando as incidências da partida e conseguindo ainda aumentar o score, com o resultado final a cifrar-se em 6-2.
Os golos do Ouriense foram apontados por David Domingues (2), Marcelo Rocha (2), Diogo Bernardes e Carlos Fonseca. Do lado do conjunto açoriano foi Bruno Botelho o marcador de serviço ao fazer os dois golos do Marítimo SC.
Após esta jornada a Juventude Ouriense ocupa o 4.º lugar com 16 pontos, menos três que o líder CA Feira, e menos dois que Marítimo SC (com mais 4 jogos realizados) e Termas OC (com mais dois jogos realizados).
A Juventude Ouriense tem jornada dupla agendada para o próximo fim de semana com a deslocação aos Açores onde vai defrontar o Marítimo SC e HC PDL.

Foto- Juventude Ouriense

Quarta Feira

ganchas

O S Alenquer B informou esta terça feira, através de comunicado, que Diogo Ganchas já não é o treinador da formação da Vila Presépio.
Segundo o comunicado, a Comissão de Gestão do Clube entendeu ser a altura para mudar o rumo no projeto que tem para a equipa sénior tendo chegado a entendimento com Diogo Ganchas para a saída deste do comando técnico da formação principal do Alenquer.
Para além de Diogo Ganchas, sai também Tiago Falé, que acumulava as funções de treinador-adjunto e preparador físico.
Carlos Garção, o actual Coordenador do Hóquei de Competição do Clube, assumirá de forma interina o comando técnico da equipa sénior, que recorde-se perdeu na ultima jornada na deslocação ao Candelária, tendo descido para o 4.º lugar da classificação geral da zona sul da 2.ª divisão, mas mantem o objectivo de lutar pela subida ao escalão maior da modalidade.
Diogo Ganchas que fez todo o seu percurso, como jogador no S Alenquer B, e foi aqui que também iniciou o seu percurso como técnico, primeiro nas camadas jovens e posteriormente nos seniores. Seria posteriormente treinador do HC “Os Tigres” voltando à três temporadas ao seu S Alenquer B, onde se manteve até esta terça feira.
O Clube no referido comunicado, agradece a Diogo Ganchas todo o seu empenho e profissionalismo ao longo deste percurso no S Alenquer B.

o Diogo Ganchas, o Sport Alenquer e Benfica e todos os seus adeptos estarão sempre gratos pelo seu percurso exemplar, pelo seu profissionalismo, pela sua entrega e pelo amor que nunca escondeu ter pelo clube. Por essa razão, o SAB nunca terá a sua porta fechada ao ex-atleta e técnico que, dando sempre tudo em prol do clube, representa também o ADN do Sport Alenquer e Benfica.”

 

78348348 1014620215555116 3068412163400925184 o

No jogo mais importante da jornada nove da zona sul da 2.ª divisão, o Candelária a jogar na Ilha do Pico levou a melhor sobre o S Alenquer B, numa partida entre candidatos à subida.
Jogo predominantemente equilibrado e foi nos pormenores que a equipa açoriana se superiorizou frente a um Alenquer forte mas a não ter a eficácia que se lhe pedia, em particular nas bolas paradas, onde o conjunto de Diogo Ganchas desperdiçou as 3 oportunidades que dispôs.
O Candelária chegou ao intervalo a vencer por 1-0, golo apontado por Candeias.
Já na segunda metade e depois de “Marinho” ter desperdiçado uma GP, André Garção chegou ao empate, corria o minuto 10.
Seria de LD que o Candelária voltaria a ganhar vantagem quando João candeias fez o 2-1 aos 15 minutos e Pedro Afonso a aumentar para 3-1 aos 20 minutos.
O golo que fechou o placard deste encontro aconteceu aos 24 minutos apontado por Anderson Luís, praticamente selando a história deste jogo.
Esta vitória dos picarotos coloca novamente a formação açoriana na zona de subida numa luta onde estão vários intervenientes, entre os quais o S Alenquer B que com este desaire foi ultrapassado pelo Candelária na classificação geral.
Na próxima jornada o Alenquer recebe no seu reduto o SC Torres enquanto o Candelária faz mais uma viagem até ao continente defrontando o HC Sintra.

Foto- Facebook Candelária SC

Terça Feira

IMG 0932

O Oeiras foi até Campo Ourique vencer a formação local, o CA Campo Ourique por 7-4 regressando assim aos triunfos depois de três jogos onde averbou dois empates e uma derrota.
Num jogo onde a formação da linha entrava como favorita, os cinquenta minutos de jogo acabou por confirmar aquilo que se esperava.
Ao intervalo a equipa de Miguel Dantas vencia 2-3 num período onde houve algum equilíbrio mas na segunda metade as mais valias do conjunto da linha acabaram por vir ao de cima conseguindo um triunfo confortável.
Do lado do CACO marcaram André Lopes (2), Fabien Waridel, Augusto Cachucho e do lado da AD Oeiras, Miguel Sardinha (2), Diogo Neves (2), Gonçalo Sardinha, Rafael Ogura e André Inácio.
Após esta jornada 9 o Oeiras ocupa a 6.ª posição com 15 pontos e o CACO mantem-se abaixo da linha de água ocupando a penúltima posição com 4 pontos.
Na próxima jornada o CA Campo Ourique vai até ao Estoril onde defrontará a Juventude Salesiana e o Oeiras recebe o lanterna vermelha, o GD Sesimbra.

Foto- Luísa Robalo

Terça Feira