a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Paulo Pereira e Ricardo ...

Sexta-feira , Jan 17 2020
1

Luís Viana – “Vai ser um ...

Sexta-feira , Jan 17 2020
8

FPP- Gala da Patinagem ...

Sexta-feira , Jan 17 2020
26

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58006

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25901

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20626

FC Porto vence Turquel ...

Quarta-feira , Mar 11 2015
1282

Rodrigo Nascimento ...

Quarta-feira , Mar 27 2019
1225

CD Boliqueime – Encontro ...

Quinta-feira , Jan 19 2017
955

interioresPOUPA BARB J

78552799 439914553597484 8878253487427682304 o

O Famalicense foi até Valença do Minho vencer o Valença HC por 4-2 numa partida que apenas se decidiu nos minutos finais do encontro.
A formação de Valença entrou melhor e chegou à vantagem de 2-0 ainda na primeira parte (golos de Diogo Sá e Manuel Neves), aproveitando alguma apatia do conjunto orientado por Vitor Silva.
A segunda metade teria uma história diferente e que sorriu ao conjunto visitante. Logo aos três minutos Pedro Silva reduziu para 2-1 e aos sete minutos o mesmo jogador chegou ao empate, logo após o Valença, por intermédio de Manuel Neves ter desperdiçado um LD.
Num segundo tempo onde qualquer das formações dispôs de bolas paradas para alterar o marcador seria já no penúltimo minuto que o Famalicense conseguiria a reviravolta com Hugo Costa a fazer o 2-3. A poucos segundos do final do encontro Gabriel Silva faria o 2-4 com que selou o resultado deste jogo.
Triunfo difícil num recinto sempre complicado para quem o visita, fruto da qualidade da formação de Valença, mas nesta partida a eficácia e o sortilégio do jogo estiveram de mãos dadas com o Famalicense.
O Valença com este desaire desce ao 8.º lugar, mantendo os 14 pontos, enquanto o Famalicense mantem o 3.º lugar agora com 19 pontos.

Foto- Facebook Famalicense AC

Terça Feira

69381551 2440637272711610 2789852198173933568 n

O SC Marinhense recebeu no passado sábado a Académica de Espinho e venceu por 5-3, regressando desta forma às vitórias depois do desaire sofrido na deslocação a Valongo.
Jogo entre o líder e uma das formações que ocupa lugares cimeiros da classificação, mas a equipa vidreira a não facilitar e a manter a concorrência à distância, nesta luta pela subida.
Foi mesmo a formação forasteira a ganhar vantagem quando “Fred” Saraiva fez o 0-1 aos 9 minutos.
A equipa de Nuno Domingues não se acomodou e depois de “Nico” Carmona ter desperdiçado uma GP, Juan Fontan e David Costa conseguiriam a reviravolta no marcador ainda antes do intervalo.
“Fred” Saraiva logo ao início da etapa complementar voltou a marcar, fazendo à passagem do minuto 4 o empate a 2 bolas, mas o Marinhense respondeu à letra com David Costa e Angel Vera a colocarem o placard em 4-2 no minuto seguinte.
Fase de jogo aberto permitiu ao Espinho reduzir logo depois por Ricardo Ramos, que fez o 4-3 deixando a incerteza no desfecho da partida.
Sempre com sinal mais do Marinhense, Gonçalo Domingues desperdiça um LD aos 7 minutos e dois minutos depois Carlos Cantó, de GP faz o 5-3. Juan Fontán no minuto seguinte poderia ter aumentado o score mas Cláudio Bessa, o guardião forasteiro defendeu o LD correspondente à 10.ª falta do Espinho.
Até final várias oportunidades para o marcador se alterar mas tanto o guarda redes do Espinho, Cláudio Bessa como Marco Gaspar, o guardião vidreiro, foram determinantes ao defenderem algumas bolas paradas que determinaram o desfecho deste jogo.
Triunfo importante para a equipa da Marinha Grande que manteve a distância para os seus mais imediatos perseguidores e mantem assim o grande objectivo, o da subida, vivo, quando nos aproximamos do final da primeira volta do campeonato.
Após esta jornada o Marinhense lidera com 24 pontos, mais 3 que a AD Valongo “B”, e a AA Espinho manteve a 4.ª posição com 16 pontos.
Na próxima ronda o Marinhense desloca-se ao recinto do CH Carvalhos naquele que é um dos jogos mais importantes da 10.ª jornada e o Espinho jogará no seu reduto onde será anfitrião da Juventude Pacense.

Foto- Miguel Rodrigues

Terça Feira

72651931 1408085789368865 5946413548803457024 o

Hugo Santos, avançado do FC Porto foi cedido pelos Dragões à AD Sanjoanense, por empréstimo, até ao final da época.
Este jovem goleador, de 19 anos, e natural de S. João da Madeira, que tem contrato com o FC Porto até ao final da temporada 2021/22, regressa assim a uma casa que já representou e é uma aposta grande na equipa sénior dos alvinegros que tem como treinador Vítor Pereira.

Foto-facebook FC Porto

Terça Feira

78392746 2560589490656919 7170605680590585856 o

A equipa do SC Tomar manteve a liderança isolada da zona sul da 2.ª divisão ao vencer no “Zeca Afonso” o HCP Grândola por 4-1, num jogo onde esteve quase sempre na mó se cima justificando em pleno os três pontos em disputa.
Ivo Silva abriu o marcador cedo, logo aos três minutos, colocando os leões em vantagem e o mesmo jogador aumentaria para 0-2 aos oito minutos, numa fase de grande pressão leonina e onde os ferros da baliza defendida por Tiago Pereira viram a bola embater por várias vezes adiando o 3.º golo dos ribatejanos.
Iago Torres reduziria ao minuto 12, numa das poucas situações de golo criada pela equipa da casa. O jogo baixou, nesse período, de qualidade mas seria o SC Tomar a fazer o 1-3 por “Xanoca” a dois minutos do intervalo.
Segunda parte a manter-se um Sporting Mais perigoso, embora o jogo tenha ficado mais aberto permitindo situações de apuro para os dois lados.
Tiago Pereira foi nesta etapa complementar o homeme em maior evidência “roubando” por várias vezes o golo nabantino que chegaria no entanto, por intermédio de Hernâni Dinis aos 8 minutos.
Até final várias situações de golo mas que acabaram por ser desperdiçadas, uma pela intervenção dos guardiões, outras por inépcia dos jogadores envolvidos.
Na próxima jornada o SC Tomar recebe o BIR com o HCP Grândola a deslocar-se até ao “Fernando Lopes Graça” onde enfrentará o Parede FC.

Foto- Facebook SC Tomar

Segunda Feira

94

A equipa de hóquei em patins feminino do Sporting Clube de Portugal recebeu e venceu o CR Antes por 21-1, em jogo referente à 10.ª jornada do Campeonato Nacional.
Andreia Barata aproveitou esta partida frente à última classificada e rodou a sua equipa, deixando de fora algumas das habituais titulares, num jogo onde se esperava pouca réplica por parte da formação visitante.
E foi o que aconteceu com o resultado a registar ao intervalo 11-0.
Segunda parte quase no mesmo registo, com o Sporting CP a manter-se quase sempre no meu rinque da formação do Antes com o resultado a subir de forma gradual e sem surpresas.
Os golos foram marcados por Eva Lavado (5), Adriana Valero (5), Inês Florêncio (3), Maria Duarte (2), Diana Pinto (2), Adriana Costa (2), Inês Sobral (1) e Rita Carvalho (1). O golo de honra da equipa do CR Antes teve a chancela de Mariana Duarte.
Nas restantes partidas desta ronda 10, nota de referência para o facto de à excepção do jogo do Sporting CP- CR Antes, todas as equipas visitantes venceram as respectivas partidas. A Académimca da Feira venceu no recinto da AF Arazede por 5-2, a Sanjoanense foi vencer a Coimbra a “Briosa” por 4-1, o CH Carvalhos foi vencer a Campo de Ourique o CACO por 6- e a UD Nafarros na deslocação ao Tojal, venceu o APAC Tojal por 4-2.
O jogo UD Vilafranquense- SL Benfica foi adiado para o próximo dia 17 de dezembro. O SL Benfica lidera a prova com 24 pontos seguido pelo Sporting CP, Académica Coimbra e CH Carvalhos, todas com 21 pontos.

Segunda Feira

78713892 3117734105119298 2922005837905920000 o

O GD Sesimbra chegou a acordo com Diogo Dias para reforçar a equipa sénior do Clube até ao final da temporada.
É um regresso de Diogo Dias ao Clube da Vila Piscatória, depois de na ultima temporada ter representado o Murches.
Com 27 anos, natural de Setúbal, representou entre outros o Sporting CP, SL Benfica e HC “Os Tigres” (nas camadas jovens), tendo posteriormente representado o HC Sintra, GD Sesimbra e GRF Murches, já como sénior.

Fonte/ Foto- GD Sesimbra

Segunda Feira

78314852 2897766606920491 469268466063376384 o

A Sanjoanense recebeu e venceu no passado sábado a Física em jogo da 9.ª jornada do nacional da 1.ª divisão, saindo assim da zona de descida.
Num jogo entre equipas que lutam pela manutenção, foi mais eficaz a formação de S. João da Madeira que conseguiu os 3 pontos num jogo equilibrado e onde Facundo Navarro, o jovem internacional argentino, emprestado pelo Sporting CP à Sanjoanense esteve em plano de evidência ao fazer dois dos golos do conjunto alvinegro.
Seria a equipa de Torres Vedras a primeira a marcar, por intermédio de Mathias Arnáez, à passagem dos 12 minutos, mas a formação da casa responderia a essa desvantagem com Facundo Navarro a empatar ainda nesse minuto e a fazer o “bis” aos 16 minutos, e que colocava a Sanjoanense pela primeira vez na frente do marcador.
A três minutos do intervalo, Xavier Cardoso ampliou a vantagem ao fazer o 3-1.
Segunda parte co a Sanjoanense a gerir a vantagem no placard perante uma Física mais perigosa, mas a não conseguir furar a defesa alvinegra.
O 3-2 surgiria já na parte final do encontro, golo apontado pelo argentino Arnáez mas que seria insuficiente para a formação de André Gil somar pontos.
Após esta ronda a Sanjoanense sobe ao 11.º lugar, com 7 pontos, enquanto a Física mantem-se na ultima posição com apenas um pinto somado.
Na próxima jornada a Sanjoanense viaja até ao ribatejo onde jogará frente ao Tigres em Almeirim com a Física a receber no seu reduto o campeão em título, o FC Porto.

Foto- Facebook AD Sanjoanense/ António Anacleto

Segunda Feira

79771834 1522519494562481 281113130010935296 o

Depois do empate surpreendente que o Barcelos cedeu em Torres Vedras e que lhe custou a liderança da prova, a formação minhota voltou aos triunfos ao bater sem apelo nem agravo o HC “Os Tigres” por 9-4, em jogo referente à 9.ª jornada e numa partida onde ao intervalo já registava uma vantagem para o conjunto de Paulo Pereira de 5-1.
Partida onde desde cedo o Barcelos quis resolver a seu favor. Chegou ao 3-0 com golos de Mena, Miguel Rocha e Gonçalo Meira. Filipe Bernardino reduziria mas até ao intervalo as redes dos ribatejanos abanaram por mais duas vezes com as seticadas certeiras de “Alvarinho” e Ezequiel Mena.
A equipa minhota entrou para a etapa complementar com ritmo elevado e cedo aumentou para 6-1 por Miguel Rocha e Ferruccio pouco depois elevaria para 7-1.
Hernâni Domingos reduziu para 7-2 mas a resposta foi rápida, por parte do Barcelos que fez o 8-2 por Gonçalo Nunes.
Já no minuto final da partida, o Tigres fez dois golos por Frederico Neves e Miguel Feio, mas ainda houve tempo para “Alvarinho” fazer o gosto ao stick ao apontar o 9-4, que selou o resultado deste encontro.
Com este resultado o OC Barcelos segue na segunda, posição com 22 pontos, os mesmo de SL Benfica e Sporting CP, o trio que persegue o líder UD Oliveirense que soma 24 pontos.
Na próxima jornada o OC Barcelos viaja até Viana do Castelo onde defrontará a juventude de Viana e o HC “Os Tigres” recebe no “Alfredo Bento Calado” a AD Sanjoanense.

Foto- Facebook OC Barcelos

Segunda Feira

78795782 1255400231318291 9142666539051253760 o

Marc Torra marcou 4 golos, Xavier Puigbi foi determinante e a equipa de Renato Garrido e Edo Bosch mostrou um enorme espírito de sacrifício e consistência para conseguir derrotar um determinado e organizado Hóquei Clube de Braga.No Pavilhão Dr Salvador Machado, a equipa minhota adiantou-se no marcador através de Danilo Rampullla, numa jogada em que a bola desviou num jogador da Oliveirense e enganou Puigbi. A equipa do Braga estava bem e criava muitas dificuldades.
O empate viria a surgir de bola parada por Marc Torra. Um golo merecido porque a equipa estava a ser acutilante no ataque e rondava a baliza adversária.
Na segunda parte, a intensidade do jogo manteve-se alta e as jogadas de perigo eram muitas. A Oliveirense assumia o jogo e foi assim que chegou ao 2-1 através de Vitor Hugo que concluiu uma excelente jogada colectiva. Mas, o Braga precisou de menos de um minuto para empatar graças ao golo de João Guimarães de livre directo.
O jogo estava frenético, mas, Jordi Bargalló manteve toda a calma na hora de marcar uma grande penalidade e fazer o 3-2. Mas, os minhotos voltariam a empatar por Ângelo Fernandes na conversão de um livre directo.Nesta fase do jogo, a meio da segunda parte, Xavier Puigbi defendeu dois livres directos e manteve o empate. Foi determinante a acção do guarda-redes.
Na baliza contrária, Torra viria a ser o homem golo. Fez o 4-3 de grande penalidade, o 5-3 e o 6-3 de livre directo. Excelente recta final do catalão a mostrar firmeza na hora decisiva do jogo. Triunfo muito difícil por 6-3 perante um adversário muito competitivo que lutou pela vitória desde o arranque do jogo.

Fonte/Foto- UD Oliveirense

Segunda Feira

manlleu benfica new

A Equipa feminina do Benfica foi até à Catalunha, onde defrontou o Manlleu na 3.ª jornada da Liga Europeia, tendo perdido por 4-1, somando a primeira derrota na fase d egrupos da Liga Europeia Feminina.
A equipa de hóquei em patins feminino do Benfica perdeu com o Manlleu na 3.ª jornada do Grupo A da Liga Europeia. Apesar do resultado, as águias continuam em posição (2.º lugar) de passagem à próxima fase.
O jogo, que se disputou no Pavilhão Municipal dos Desportos de Manlleu, não começou de feição para as águias. Embora a guarda-redes Maria Vieira tenha defendido um livre direto, Marlene Sousa foi admoestada com um cartão azul.
O conjunto espanhol aproveitou o facto de estar a jogar em situação de superioridade numérica e fez o golo inaugural da partida por intermédio de Nara López (1-0). As catalãs continuaram a pressionar e o segundo golo foi apontado pela defesa Anna Casaramona (2-0).
O terceiro golo também pertenceu às jogadoras da casa. Maria Diez, avançada de 30 anos, juntou o seu nome à lista das marcadoras e estabeleceu o resultado da primeira parte. Ao intervalo: 3-0.
No início da segunda parte as encarnadas reduziram distâncias. Maria Sofia Silva, assistida por Marlene Sousa, fez o primeiro golo das águias no jogo (3-1). A desvantagem de dois golos não durou muito, isto porque Anna Casaramona voltou a bater Maria Vieira (4-1). Até ao final as redes das balizas não mais balançaram e os pontos ficaram na Catalunha.

Fonte/Foto- SL Benfica

Domingo