a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Tiago Freitas mantem-se ...

Segunda-feira , Ago 03 2020
38

“Oficina” dos Leões ...

Segunda-feira , Ago 03 2020
121

Tiago Losna é reforço do ...

Segunda-feira , Ago 03 2020
327

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59140

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26992

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21467

SCRA Saint Omer ...

Segunda-feira , Set 23 2019
518

Cabestany- “Estamos ...

Domingo , Jan 13 2019
391

Nafarros reforça equipa ...

Quinta-feira , Ago 04 2016
1989

pluri unhas J

matias pascual celebra gol ante noia 1591528116415

O FC Barcelona tem o plantel praticamente definido estando apenas pendente as resoluções de Matias Pascual e de Sergi Llorca.
No primeiro caso, a situação com o internacional argentino, que termina o seu contrato no final do mês, mas as negociações estão praticamente concluídas faltando apenas o “preto no branco” par ao atleta continuar a vestir a jersey do FC Barcelona.
A outra situação pendente é com Sergi Llorca (jogador da “cantera” barcelonista), que esteve emprestado nas últimas três épocas ao Noia, terminando o seu contrato com o FC Barcelona no final desta temporada, com o Clube catalão a ter que negociar outro contrato com o jogador espanhol se o quiser manter nas suas fileiras.
Se o acordo com Llorca for finalmente alcançado e a renovação de Pascual ficar concluída, o Barça terá nove jogadores de campo e dois guarda redes. A acontecer esta situação será inédito no FC Barcelona e que obrigará Edu Castro a deixar sempre um atleta de fora

Fonte/Foto- www.sport.es 

6 pluriform

cafren

O Clube Académico da Feira confirmou a contratação de Tiago Pinheiro (Ex- CI Sagres) e Henrique Almeida (Ex- Escola Livre AZ), juntando-se aos reforços de Rui Pedro (Ex- Escola Livre AZ) e Telmo Ramos (Ex- GDC Fânzeres).
Tiago Penedos renovou com o Clube da Feira, seguindo os passos dos guarda redes Carlos Gomes e Nuno Magalhães, Bruno Fernandes, “Tozé” e Bruno Pereira.
Recordamos que o Clube Académico da Feira, equipa que liderava isolada a Zona Centro da 3.ª Divisão, com mais 9 pontos que o seu mais directo perseguidor,e única ainda sem qualquer derrota nos campeonatos nacionais seniores quando se deu a paragem das provas, terá que garantir a subida na “liguilha que irá disputar em Setembro.
Com estas duas contratações e a renovação de Tiago Penedos, o plantel fica fechado.

Plantel 2020/2021

Guarda Redes
Carlos Gomes
Nuno Magalhães

Jogadores de Campo
Bruno Fernandes
“Tozé”
Bruno Pereira
Tiago Penedos
Tiago Pinheiro (Ex- CI Sagres)
Henrique Almeida (Ex- Escola Livre AZ)
Rui Pedro (Ex- Escola Livre AZ)
Telmo Ramos (Ex- GDC Fânzeres).

Treinador – Miguel Resende

5 pluriform

87302106 10157901922418490 1427061669313380352 o

O HC Turquel anunciou através da sua página oficial, a criação de uma equipa “B” para a temporada que se aproxima, retomando um projeto que o Clube já desenvolveu na época2004/2005.
Clube com larga tradição na área da formação, e um dos mais fortes, a nível nacional, nas camadas jovens, de onde tem saído vários atletas que representaram as seleções nacionais de formação, aposta assim numa nova equipa que servirá de apoio para potenciar jogadores para a equipa principal.

3 dourocabe

102654285 3031102226970307 1459484570933121552 o

Pedro Batista vai reforçar a equipa da Juventude Viana para 2020/2021, trocando o CD Paço Arcos pela formação minhota.
Natural de Turquel e onde se iniciou na modalidade, Pedro Batista seria “pescado” pelo SL Benfica no seu primeiro ano de Sub-20. Ainda ao serviço do Benfica, seria emprestado no seu primeiro ano de sénior ao HRC Monza (Itália), e nas duas ultimas temporadas, ainda com o selo de “emprestado", representou o HC Turquel e o CD Paço Arcos, na temporada que agora terminou, e que coincidiu com o términus do contrato com as Águias.
Segue-se agora um novo desafio deste jovem de 22 anos internacional jovem que vai reencontrar Diogo Casanova (Ex- Riba D´Ave HC), seu colega com a camisola das Quinas.
Para além destas duas contratações, está garantida a continuidade de Jorge Correia (GR), Gustavo Lima, Gonçalo Neto e Nelson Pereira.
Ainda sem futuro definido estão Bruno Guia (GR), Francisco Silva, Remi Herman e João Pereira, com Luís Viana (vai para o Valença HC) e Nuno Santos (Segue para a AD Valongo) a serem os únicos, até ao momento a deixarem a formação de Viana do Castelo, numa equipa que continuará a ser treinada por André Azevedo.

4 dourocabe

84092345 3742208782463511 4438028520576253952 o

Ângelo Lopes, acabado de chegar à presidência do Riba D´Ave, projeta 2020/21 com um corte na equipa principal e preocupa-se com um eventual novo surto de covid-19
A pandemia paralisou os clubes, mas estes não se rendem. O Riba D´Ave procura outros apoios com novo presidente, um empresário que também investe no emblema e que revela as suas opções.
O Riba D´Ave tem uma nova direção há duas semanas. À frente dela está Ângelo Lopes, empresário do setor metalúrgico, que encara a crise com apreensão, mas também com pragmatismo e, por isso, quando olha para "o orçamento de cerca de cem mil euros" e para "o futuro incerto", afirma: "Formámos um grupo de pessoas ligadas à gestão empresarial para ter uma noção fria dos números, para não cometermos loucuras."
Sem tempo a perder, o elenco presidencial começou por reunir com a autarquia de Famalicão, da qual surgiu a primeira boa notícia. "A câmara foi de uma enorme sensibilidade: percebeu que se cortasse os apoios, a situação seria mais grave e não o fez", revelou Ângelo Lopes, adiantando: "Esses valores são canalizados para a formação", uma área, com 140 praticantes, e preocupante para o dirigente que tem "receio que muitos miúdos deixem a modalidade."
Na equipa sénior, que terá novo treinador (Raul Meca), "o clube teve de cortar, apostando em jovens", sendo João Pedro (Valongo), Miguel Fortunato e Gustavo Pato (Benfica) os reforços já confirmados para uma época que só traz dúvidas: "Não sabemos quando começa o campeonato, se começa, que despesas fixas teremos, se vamos ter pessoas nos pavilhões, não sabemos que parceiros teremos e se vem uma segunda vaga, porque então pode destruir completamente muitos clubes."
Ângelo Lopes, que projeta obras no pavilhão (requalificação dos balneários e aumento de capacidade), com ajuda camarária, tenta "novos apoios, recorrendo à criatividade; por exemplo, naming para o pavilhão e clube, o que terá de passar por aprovação em Assembleia Geral." Enquanto se desdobra em contactos, a direção reuniu para decidir sobre os trabalhos da formação: "Estamos a ver se pomos a treinar um escalão por dia, desinfetando o pavilhão diariamente." Quanto à equipa sénior: "Normalmente, a pré-época começa em agosto, mas agora não sabemos."

A Europa e "a frieza dos números"
Tal como Turquel e Sanjoanense, o Riba D´Ave, clube com 400 sócios e representante de uma vila com menos de quatro mil habitantes, pretende abdicar da Taça WSE, prova europeia a que tem acesso por ser nono no campeonato. "Podemos estar a falar de 15/20 mil euros para participar nessa prova e isso não é possível. É a frieza dos números." Sobre possíveis ajudas, e no imediato, os clubes minhotos "estão a tentar uma reunião com a Associação de Patinagem do Minho". "A associação do Porto está a tomar já medidas interessantes, como redução de taxas de arbitragem, mas aqui nós não temos nada em concreto", concluiu Ângelo Lopes.

Fonte- Jornal “O Jogo” / Foto- Facebook Riba D´Ave HC

2 formandum

img 920x5182019 05 28 21 04 02 1553909

O experiente internacional Ricardo Barreiros está de regresso ao CD Paço Arcos, depois de o Clube da Linha o ter oficializado na sua página oficial.
Este defesa/médio de 38 anos volta assim à sua casa de partida, após em 2004 ter saído para representar o SL Benfica. Na Luz esteve durante cinco temporadas, seguindo para a Galiza onde vestiu a jersey do Deportivo Liceo por 3 épocas, ingressando no FC porto em 2012. Em 2015 seguiu para a UD Oliveirense que representou até ao final desta temporada, regressando desta forma ao CD Paço Arcos, Clube que o viu nascer para a modalidade.
Um currículo impressionante enquanto atleta, com 9 títulos internacionais, tanto pela seleção como por Clubes e 6 títulos nacionais (1 Campeonato Nacional, 2 Taças de Portugal, 1 Supertaça, 1 Campeonato nacional de Sub-20 e 1 de Sub-17), fazem de Ricardo Barreiros um reforço de peso na equipa que será orientada por Miguel Dantas na próxima temporada.

Foto- Jornal “Record”

1 formandum

102829149 3286041008102090 1738090319236558935 o

Diogo Silva está de regresso ao HC Sintra após 14 anos de ter saído para a Oliveirense.

Defesa/médio de 34 anos, Diogo Silva após ter representado a UD Oliveirense durante dez temporadas, ingressaria no CD Paço Arcos em 2016, terminando o seu vinculo ao Clube da linha no final da temporada que à pouco terminou.
É assim um regresso a um Clube que bem conhece e que vai disputar a liguilha de acesso à 2.ª divisão em Setembro, sendo um excelente reforço para João Baltazar que viu sair Bernardo Maria, este defeso, para a AE Física D.

6 pluriform

refslb

Danilo Rampulla e Sergi Aragonès são definitivamente os reforços dos encarnados para a próxima época
O Benfica tem a sua equipa definida para 2020/21, época que trará dificuldades financeiras para muitos clubes, vítimas de um ano atípico na sequência da pandemia.
Os encarnados, que também tiveram de fazer contas aoorçamento para a próxima temporada, viram sair Albert Casanovas (aos 35 anos jogador anunciou fim da carreira) e Jordi Adroher, apesar de este ter ainda um ano de contrato. A saída do avançado abriu a porta para definitivamente poder entrar Sergi Aragonès (Noia), ao mesmo tempo que o clube da Luz decidiu apostar em Danilo Rampulla,, outro avançado que estava emprestado ao HC Braga. Sem efeito ficou o plano de fazer regressar Xavier Cardoso, o médio, de 25 anos, que assim continuará cedido à Sanjoanense.
Com a renovação por mais um ano do capitão Valter Neves, que vai para a sua 17.ª temporada de águia ao peito, o Benfica manteve ainda na equipa Carlos Nicolia, Diogo Rafael, Edu Lamas, Gonçalo Pinto, Lucas Ordoñez, Vieirinha, Pedro Henriques e Marco Barros.
O Benfica, com uma média de 28 anos, integra, em 2020/21, dois jogadores que se inserem na política de rejuvenescimento de Alejandro Domínguez, ex-selecionador de Espanha que chegou ao Benfica há uma época e meia para substituir Pedro Nunes.

Pedro Henriques, guarda-redes, 29 anos
- O guarda-redes, que se iniciou no Paço de Arcos, tendo passado pelo Sporting em 2003/04, é um dos que tem mais anos de Benfica. Em 2004/05, entrou na Luz, onde esteve quatro épocas, antes de se mudar para o Parede por uma época. Regressou depois ao Benfica por sete anos, sendo emprestado ao Reus em 2016/17. No Reus, o guardião português brilhou e atingiu o topo com a conquista do título europeu. Foi assim que voltou mais uma vez à Luz e há três anos que é dono da baliza. Entre outros troféus, o jogador conta três títulos nacionais e dois europeus.


Valter Neves, defesa-médio, 36 anos
- O capitão do Benfica, que tem seis anos de formação no Alverca, continuando no Paço de Arcos (nove anos) e foi aposta do Benfica, em 2004/05 para integrar um projeto em que o clube se propunha voltar a ganhar tudo. O defesa nunca saiu da Luz e de águia ao peito venceu mesmo tudo, destacando-se no seu plamarés três títulos nacionais e dois europeus.

Diogo Rafael, universal, 30 anos
- Um dos mais completos jogadores do Benfica,, foi formado no Turquel, onde esteve sete anos e joga no Benfica desde 2005/06. Tal como Pedro Henriques e Valter Neves foi três vezes campeão nacional e duas vezes campeão europeu.

Carlos Nicolia, avançado, 34 anos
- O argentino chegou há seis épocas à Luz, depois de sete anos no Valdagno (Itália) e dois no Bassano (Itália). É um dos elementos chave da equipa. No currículo tem um título europeu, dois títulos nacionais, tendo sido três vezes campeão de Itália. Mas um dos maiores feitos foi o título mundial conquistado pela Argentina em 2015.

Eduard Lamas, defesa-médio, 29 anos
- O espanhol chegou ao Benfica em 2019/20 como uma das maiores referências do Deportivo Liceo. O médio fez quase toda a sua carreira no clube galego, contando uma passagem pelo Cerceda (2009/10) e pelo Barcelona (2015/16 e 2016/17); venceu dois campeonatos de Espanha e duas Ligas Europeias; tem um título europeu e um mundial ao serviço da seleção espanhola.

Lucas Ordoñez, avançado, 32 anos
- O argentino que jogou nove anos em Espanha, tendo representado clubes como Cerdanyola, Tenerife, Vic, Deportivo Liceo e Barcelona, foi reforço do Benfica em 2018/19. Está na Luz há duas épocas e é um dos grandes nomes do hóquei mundial, encantando pela criatividade. O avançado foi quatro vezes campeão de Espanha e tem uma Liga Europeia. Tal como Nicolia, foi campeão mundial pelo seu país em 2015.


Marco Barros, guarda-redes, 35 anos
- O guarda-redes, formado no Paço de Arcos, é suplente de Pedro Henriques e está na sua segunda passagem pelo Benfica, depois de passagens pelo Alverca (2005/06, Ouriense (2006/07 e 2007/08), Cascais (2009/10 e 2010/11) e Turquel (2011/12 e 2017/18). O jogador representou os encarnados em 2008/09 e agora voltou à Luz em 2018/19.

Gonçalo Pinto, avançado, 23 anos
- O jovem atacante pertence à formação do Benfica, da qual saiu para, após chamadas à equipa principal, ser emprestado aos italianos do Lodi. No emblema transalpino, comandado pelo técnico português Nuno Resende, Gonçalo Pinto sagrou-se campeão de Itália, título que juntou ao de campeão nacional (2015/16). O avançado tem um título mundial sub-20, um título europeu sub-20 e sub-17.

Vieirinha, universal, 23 anos
- O jovem jogador, que deu os primeiros passos no HC Braga, deu nas vistas no Barcelos e acabou por ser aposta do Benfica em 2017/18. No currículo, destacam-se um título mundial com a seleção A, dois títulos mundiais sub-20, um título europeu sub-20, duas Taças CERS (atual WSE), uma Taça das nações e uma Taça intercontinental.

Danilo Rampulla, avançado, 21 anos
- O reforço argentino é o mais jovem do plantel e chega à Luz depois de ter estado emprestado ao Sarzana (Itália) e ao HC Braga. É sobrinho de Panchito e Mariano Velásquez, dois antigos jogadores do Benfica. O clube aposta no avançado, que se estreará em 2020/21 com a promessa de ser mais uma das estrelas sul-americanas a brilhar na Luz.

Sergi Aragonès, avançado, 23 anos
- O reforço espanhol chega do Noia para ficar na Luz pelo menos duas épocas. É aposta do técnico Alejandro Domínguez com quem trabalhou na seleção espanhola. Foi também pretendido pela Oliveirense, antes da saída de Renato Garrido. O jogador notabilizou-se no Noia, apesar de passagem pelo Barcelona, e no currículo tem uma Taça CERS (atual WSE). Da mesma idade de Vieirinha e Gonçalo Pinto, defrontou-os nas seleções jovens.

Fonte/Foto- Jornal “O Jogo”

5 pluriform

96082453 4166916529992730 2037408253293363200 n

Eduardo Marques, “Ginja” como é conhecido na tribo hoquista, abraçou o projeto do CRIAR-T, Clube do Seixal e que na próxima época se estreia nos campeonatos nacionais seniores.
Um Clube recente, que apostou na formação, tentando ocupar o espaço que o Seixal FC deixou na modalidade, e tentar reativar o “bichinho” do Hóquei, na “margem sul”.
O trabalho tem sido árduo, mas o sonho de querer chegar mais além está vivo, e a criação de uma nova equipa é o reflexo disso.
E é aí que entra “Ginja” que vai abraçar o cargo de treinador da equipa.
Depois de ter trabalhado em praticamente todos os escalões de formação do GD Sesimbra, que culminou com a orientação da equipa sénior, levando-a à 2.ª divisão, Eduardo Marques, sairia no defeso da temporada 2019/2020, e agora tem este novo projecto pela frente.
Fomos falar com Eduardo Marques para saber um pouco mais daquilo que tem pela frente e perceber o projeto do Clube.

- Eduardo, uma nova aventura, num projeto novo, de um Clube também ele, a fazer a sua estreia no escalão sénior. Queres falar um pouco do CRIAR-T?

A CRIAR-T é um clube que no hóquei patins é relativamente recente.
Tem trabalhado apenas com a formação e esta é a época de estreia no escalão Sénior.
O que caracteriza melhor este clube, julgo ser a resiliência e o saber ultrapassar dificuldades.
Têm trabalhado em condições difíceis (um campo de uma escola sem tabelas, ou uma tenda improvisada) mas nunca se deixaram abater e hoje com a construção de um pavilhão de raiz vai poder dar um passo em frente com a Equipa Sénior.

- Quais são os objetivos que te propuseram para esta equipa?

O nosso objectivo é criar uma equipa que deixe uma boa imagem do Seixal Cidade e do clube CRIAR-T.
Uma equipa competitiva, que seja capaz de disputar os jogos com qualquer adversário do nosso campeonato.
Em termos classificativos, porque é aí que a pergunta quer chegar, gostávamos de chegar ao último terço do campeonato junto das equipas mais fortes.
Apesar de ainda não sabermos quem são todos os adversários devido à situação das liguilhas sabemos que vai ser uma tarefa difícil, no entanto confio no nosso trabalho e nas nossas escolhas.
Vamos respeitar todos os adversários, mas também queremos ser uma equipa respeitada.

- Foi difícil, ou estar a ser, conseguir arranjar atletas para formar uma equipa que possa apresentar argumentos no nacional da 3.ª divisão?

Foi um trabalho.... Enorme!!!
Se já é difícil contratar 3 ou 4 jogadores, imagine contratar uma equipa completa em pouco mais de 2 meses.
Juntamente com o Presidente Fernando Marques, fizemos contactos, ouvimos jogadores, treinadores e dirigentes para ter conhecimento do perfil dos jogadores, não só no plano desportivo como no plano social.
Quem anda no desporto, sabe a dificuldade que existe em encontrar jovens que tenham um compromisso sério com as equipas, ainda para mais nas divisões mais baixas.
É importante escolher bem quem vai trabalhar connosco. Temos o plantel já definido, embora não esteja fechado.
Estou satisfeito com as nossas escolhas.

-Fala-se nos “mentideros”, que SL Benfica e Sporting CP irão regressar com equipas “B” na próxima época. A confirmar-se, deverá ser um campeonato mais exigente, mas ao mesmo tempo de melhor qualidade. Estás de acordo?

Pelo que se ouve, essa será uma realidade. Tudo o que seja para dar mais competitividade ao hóquei é bem vindo.
Sou defensor das equipas B, desde que sirvam o objectivo principal da sua criação que na minha opinião é o de dar "rodagem" e experiência aos jogadores mais jovens para permitir seu melhor e mais rápido desenvolvimento.

- És uma pessoa conhecida no Mundo do Hóquei, com um trajeto de muitos anos a jogar a um nível diferente, mas sempre conotado com o GD Sesimbra. Como é sair do “ninho”, e abraçar um projeto noutro Clube?

A questão de "Sair do ninho" para mim não se põe. Foram muitos anos ligado ao hóquei, alguns anos na primeira divisão e muitos na Segunda.
Passei por GD Sesimbra, Sporting CP, SL Benfica, Barcelinhos e AE Física de Torres Vedras em escalões diferentes...mas... A minha ligação ao Sesimbra é um facto e um orgulho.
Guardo principalmente o carinho e a empatia com os adeptos, sempre foi uma ligação forte.
A vida é feita de etapas, e neste momento estou no CRIAR-T de corpo inteiro, pois é a camisola que eu agora visto. Acho que o mais importante é respeitarmos quem acredita no nosso trabalho e dar tudo pelo Clube que representamos.

- Como te defines como treinador e o que esperas transmitir aos teus pupilos?

Quem me pode definir melhor como treinador são os meus jogadores!!
O que pretendo é trabalhar de forma honesta, transmitir-lhes a minha maneira de ver e sentir o jogo, treinar bem e criar uma identidade na equipa.

5 pluriform

101518343 1252395655107628 6988340053814075917 o

João Santos, guarda redes que na temporada transata esteve ao serviço do FC Alverca é o último reforço que o Murches garantiu para a época 2020/2021, o que caba por ser um regresso deste guardião ao Clube de Cascais, que representou à 2 temporadas atrás.
Fecha um leque de jogadores, que Álvaro ferreira conseguiu garantir para a formação de Cascais. Alexandre Ferreira (GR), Leonardo Monteiro (ambos, Ex- AJ Salesiana), Bernardo Sousa, Afonso Sousa, Simão Lage e Ricardo Lopes (todos, Ex- Parede FC), são as caras novas de um plantel que quer atacar a 2.ª divisão, de forma a não ser surpreendida no decorrer da competição.
Juntam-se a se Ricardo Bairrada (GR), Tomás Cardoso, Tomás Garcia, Bernardo Pinhal, German Dates e Gonçalo Fernandes, que renovaram com o GFR Murches.

Guarda Redes
Ricardo Bairrada
Alexandre Ferreira (Ex- AJ Salesiana)
João Santos (Ex- FC Alverca)

Jogadores de Campo
Tomás Cardoso
Tomás Garcia
Bernardo Pinhal
German Dates
Gonçalo Fernandes
Bernardo Sousa (Ex- Parede FC)
Afonso Sousa (Ex- Parede FC)
Simão Lage (Ex- Parede FC)
Leonardo Monteiro (Ex- AJ Salesiana)
Ricardo Lopes (Ex- Parede FC)

Treinador- Álvaro Ferreira (Ex- S Alenquer B)

4 dourocabe