a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Tiago Freitas mantem-se ...

Segunda-feira , Ago 03 2020
38

“Oficina” dos Leões ...

Segunda-feira , Ago 03 2020
121

Tiago Losna é reforço do ...

Segunda-feira , Ago 03 2020
327

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
59140

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26992

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
21467

HA Cambra e CENAP na ...

Sexta-feira , Mai 01 2015
1272

WRG 2017: Resumo CM ...

Sábado , Set 09 2017
820

Resumo HC Turquel- AJ ...

Segunda-feira , Mar 25 2019
498

pluri unhas J

acrsc-jo

ACR Santa Cita- J. Ouriense 8-1

Na tarde de Domingo ACR Santa Cita e J. Ouriense encontrara-se em Santa Cita para disputar a partida referente à 2.ª Jornada do Nacional da 3.ª Divisão Centro.
Triunfo claro e inequívoco do conjunto orientado por João Pedro Almeida que contando com uma equipa onde a experiência marca pontos, conseguiria com o passar dos minutos dominar a irreverencia da formação que viajou de Ourém.
Rui Oliveira inaugurou o marcador colocando a equipa da casa a vencer por 1-0, e pese a atenção da defesa do Ouriense a seis minutos do intervalo João Paulo aumentou para 2-0. Tiago Barreiro ainda antes do intervalo aproveitou alguma confusão dentro da área da equipa forasteira e aumenta para 3-0.
Na segunda parte a equipa do Ouriense bem se esforçou para dar a volta ao resultado, mas mais uma vez a experiência da equipa local alicerçada em jogadores tarimbados, acabaria por ser determinante no fecho final da partida.
O trabalho de Teófilo Casimiro, o árbitro da partida acabou por passar despercebido, fruto da correcção dos jogadores em campo.

ACR Santa Cita: Fábio Amendoeira (GR), Ricardo António (1),Rui Oliveira (1), Tiago Barreiro(2), Pedro Vitorino, João Paulo (2), Fábio Macarrão, Pedro Almeida (1), João Cardoso (1), e Rodrigo Saboga(GR)

Juv Ouriense: Francisco Ferreira (gr), Tiago Rodrigues, José Carriço, Carlos Clemente (1), João Alves, Ivo Oliveira, Tiago Reis, Diogo Bernardes, Tomás Baptista (GR)

1.ª divisãonacional

Com a realização do Sporting- Valongo encerrou-se a segunda jornada do Nacional da 1.ª Divisão, deixando claro as dificuldades dos candidatos ao ceptro (à excepção do Benfica nesta ronda) nos jogos que realizaram.
A começar pelo FC Porto, que na deslocação a Almeirim teve que vestir o facto macaco para conquistar os 3 pontos na vitória por 6-5. Sempre em vantagem é certo mas a ter pela frente um “Tigres” sempre na mira da surpresa até ao ultimo segundo do jogo.
O Valongo que ostenta o escudo de campeão nacional a não conseguir suplantar um leão esta temporada transfigurado. Na estreia na nova casa em Livramento (Mafra) a formação de Nuno Lopes conseguiu um triunfo importante, sob o olhar atento do Presidente do Clube, Bruno Carvalho. Triunfo por 4-1 num jogo onde os guarda-redes foram os jogadores em maior evidência na partida.
Na Ilha do Pico a formação do Candelária, pese todos os problemas inerentes ao grupo de trabalho que está sob as ordens de Hugo Gaidão, a formação picarota conseguiu um triunfo sobre o AD Oliveirense por 6-5, que não só foi importante para a classificação como para a moral das tropas insulares. Foi uma mostra clara de um conjunto que não baixa assim tão facilmente os braços e que ontem não contou com João Miguel, Pedro Afonso e Mauro Fernandes. Vitor Fortunato a sair da ilha de mãos a abanar numa partida que tinha tudo para correr bem.
Dos crónicos candidatos ao título somente o Benfica saiu sem dificuldades. Na deslocação À Póvoa do Varzim a formação encarnada venceu sem problemas de maior o novo primodivisionário CD Póvoa. João Rodrigues e Diogo Rafael em destaque pelo hat trick nesta partida.
Em Turquel a equipa local a fazer um “jogão” frente ao J. Viana a quem venceu por 8-7. Partida fabulosa com golos para todos os feitios e onde a formação de João Simões conseguiu virar, já na segunda parte, de um resultado negativo de 1-5 para 8-5. A formação da Aldeia só tremeu porque Luís “Zorro” Viana marcou por 6 vezes e foi o terror dentro de rinque. Fica claro que a máxima “Velhos são os trapos” aplica-se aqui que nem uma luva.
O OC Barcelos venceu no seu reduto por 3-2 a Sanjoanense numa partida onde esteve a ganhar por 3-0. Os últimos minutos foram de “aperto” para o conjunto de Paulo Freitas que viu a formação forasteira marcar por duas vezes e a “encostar-se” no marcador. A falta de pontaria nas bolas paradas por parte dos jogadores minhotos ainda criou mais suspense sobre o resultado final, mas no fim foi o conjunto barcelense a sorrir.
Por fim no “Casablanca” a equipa do Paço de Arcos a levar a melhor sobre a equipa do Carvalhos por 2-1.
Mas diga-se que não foi fácil. A formação nortenha a inaugurar o marcador, resultado que se manteve até ao intervalo. Valeu Rui Pereira no segundo tempo que na transformação de um LD e uma GP acabaram por garantir os três pontos para a formação da linha.
Após esta segunda ronda, FC Porto, SL Benfica, HC Turquel e OC Barcelos lideram com seis pontos.
Carvalhos, Tigres, Sanjoanense e Póvoa ainda suspiram pelos primeiros pontos na prova.

Resultados: http://www.plurisports.com/geral/index.php/pt/res-1div

Classificação Geral: http://www.plurisports.com/geral/index.php/pt/classificacaocn1divisao

sct-adoo

SC Tomar – AD Oeiras 7-3

Naquele que era considerado o jogo mais importante da jornada 4 da Zona Sul da 2.ª Divisão, o SC Tomar acabou por vencer por números folgados, numa partida onde na segunda parte a equipa de Nuno Domingues foi superior e acabou por garantir um triunfo que a coloca na 2.ª posição da classificação geral a um ponto do líder Nafarros.
Início veloz por parte das duas equipas com o SC Tomar a inaugurar o marcador à passagem do minuto cinco por intermédio Nuno Domingues na marcação de uma GP. No minuto seguinte a equipa leonina aumenta para 2-0 por Ivo Silva. Numa fase de equilíbrio, o SC Tomar com alguma sorte à mistura fica a ganhar mas o Oeiras respondeu dois minutos depois Diogo Alves a aproveitar as facilidades da defesa do Sporting. Com as equipas a jogarem com velocidade acaba por ser a formação da casa aumentar para 3-1 por Luís Silva numa seticada violenta do meio da rua que surpreendeu Hugo Silva, passavam então 12.20 de jogo. O Oeiras respondeu segundos depois por André Garção na marcação de uma GP reduzindo para 3-2. E é mesmo o Oeiras que se pode adiantar no marcador aos 14 e 15 minutos respectivamente, mas André Garção novamente de GP e de LD não consegue desfeitear Daniel Leal.
No entanto Tiago Nogueira a 1.41 do intervalo acaba mesmo por colocar o marcador em 3-3 numa seticada descaído do lado direito do ataque com Daniel Leal a não conseguir travar a trajectória da bola.
A segunda metade acabaria por ter uma história diferente, uma vez que a formação leonina veio disposta a resolver cedo o resultado depois de Nuno Domingues ter rectificado a sua equipa que nos minutos finais do primeiro tempo tinha “tremido” demasiado perante o conjunto de Carlos Pires.
Depois de Nuno Domingues ter desperdiçado uma GP aos seis minutos, é Ivo Silva que no minuto seguinte coloca o SC Tomar novamente na frente do marcador ao fazer o 4-3.
Numa fase de maior ascendente leonino David Costa aumenta a vantagem para 5-3 na transformação de um LD. O Oeiras acusou o toque e tentou pressionar alto e isso acabaria por ser fatal ao conjunto que viajou da linha. A formação do SC Tomar com jogadores de boa qualidade individual e em termos físicos mais fortes acabariam com o passar dos minutos por “minar” a defesa do Oeiras. Hernâni Diniz de LD aos 14 minutos e Ivo Silva no minuto seguinte selaram o resultado no “Jacome Ratton”.
Até ao apito final dos árbitros da partida foi sempre o SC Tomar que esteve mais perto de aumentar a vantagem que o contrário. Com um Oeiras a baixar a guarda e sem argumentos para contrariar as transições rápidas que a equipa nabantina realizava, foram várias as oportunidades desperdiçadas pelos avançados leoninos na cara de Hugo Silva que acabou por se cotar como um dos melhores jogadores em campo.
Triunfo justo do SC Tomar frente a um concorrente directo na luta pela subida, numa partida onde só na segunda metade a equipa da casa justificou a vitória.

Pavilhão “Jácome Ratton” - Tomar

Árbitros: Pedro Sousa e Luís Correia de Leiria

SC Tomar: Daniel Leal (gr), Luís Silva (1), João Lomba, Filipe Almeida e Ivo Silva (3); David Costa (1), Hernani Diniz (1), André Silva, Nuno Domingues (1) e Marco Gaspar (gr)
Treinador: Nuno Domingues

AD Oeiras: Hugo Silva (gr), Tiago Nogueira (1), Tiago Gouveia, Diogo Alves (1) e André Garção (1); André Lopes, Paulo Rosa, Rogério Silva e João Santos (gr)
Treinador: Carlos Pires

Foto: António Antunes

3aDivisaoNorte

Realizou-se este fim de semana a 2.ª Jornada do Campeonato Nacional da 3.ª Divisão – Zona Norte, com o OC Barcelos (b), CART e CD Póvoa B a destacarem-se já na classificação. O OC Barcelos (b) recebeu e cilindrou o Olá Mouriz por 16-0, numa partida sem grande história e com o jogo a rolar sempre na direção da baliza do Olá Mouriz. O CART, foi até Lordelo do Ouro, construir uma vitória importante e também muito “suada”, por 2-3, frente ao CI Sagres (b), o que lhe valeu mais três pontos. Finalmente o CD Póvoa (b), a fechar o grupo dos primeiros, depois de ter ido até ao difícil recinto do CCD Ancorense arrancar uma vitória por 4-5, deixando a equipa de Rui Neto, ainda sem qualquer ponto, em duas jornadas já disputadas. Outra interessante partida, foi jogada em Penafiel, com a AD Penafiel a receber e empatar a 5 bolas, frente ao CP Sobreira, havendo lugar à divisão de pontos, o que atrasa ambas as equipas, em relação à liderança da tabela. Quem conseguiu a primeira vitória na competição, foi o HC Fão, que recebeu e venceu o Académico do Porto, com um concludente 5-1, que demonstra que a equipa do HC Fão será sempre difícil de vencer, quando jogar no seu reduto. Além do HC Fão, o Boavista também venceu, por 8-5, na receção à equipa do Vigorosa, que com este resultado soma agora duas derrotas em duas partidas disputadas.

Resultados e Classificação

2.ªDivZonaNorte

Disputou-se este fim de semana 4.ª Jornada do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão – Zona Norte, com um dos destaques a ser a vitória do Espinho frente ao HC Braga por 6-5, em partida realizada a meio da semana e também para a vitória do CI Sagres por 4-0 frente à Juventude Pacense, assumindo a liderança da classificação. Um dos resultados mais surpreendentes desta ronda, foi em Vale de Cambra, com o CD Cucujães a conquistar a vitória por 2-3 frente ao HC Cambra. Com esta inesperada vitória, a equipa orientada por Carlos Gonçalves, soma agora 6 pontos, em 4 jornadas, com duas derrotas e duas vitórias. Na Mealhada, o HC Mealhada voltou a perder, tendo desta feita sido vencido pela Escola Livre, que foi ao Pavilhão Municipal da Mealhada conquistar a sua 3.ª vitória, em 3 partidas disputadas. Em Vila Nova de Famalicão, no dérbi famalicense, o Riba d’Ave HC foi vencer fora de portas o FAC por 3-5, conquistando 3 pontos sempre importantes e agudizando ainda mais a crise de resultados da equipa de Fernando Almeida, que ainda não conseguiu pontuar. O CRPF Lavra, foi até Marco de Canaveses vencer por 3-6, conquistando a sua primeira vitória na competição. A equipa de Lavra, disputou até à data duas partidas, tendo 3 pontos somados. Finalmente a partida entre o Valença HC e a ACR Gulpilhares foi adiada para 22 de outubro, sendo importante para as contas da frente da tabela classificativa.

Resultados e Classificação

SLB Hoquei Feminino 2014-2015

A equipa Feminina do SL Benfica voltou a vencer mais uma partida, desta vez fora de portas por 1-3, frente ao HC Turquel, em jogo da 4.ª Jornada do Torneio Feminino de Abertura da AP Lisboa. Com esta vitória, a equipa encarnada soma agora 4 vitórias em 4 jogos realizados, estando atualmente no 1.º lugar da Série B. Já a equipa do Stuart Massamá, da Série A também venceu a sua partida, tendo vencido fora de portas por 0-11, frente ao AC Tojal. Recorde-se que a Série A é dominada pelo Stuart Massamá, também com 12 pontos, fruto de 4 vitórias.

Resultados

Classificação

 

FACFora
O Famalicense AC continua sem vencer, tendo desta feita saído derrota no dérbi da cidade Famalicense, frente ao Riba d’Ave HC. Na partida disputada no Pavilhão Municipal de Famalicão, referente à 4.ª Jornada do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão – Zona Norte, o Riba d’Ave HC foi mais forte vencendo por 3-5, depois de o marcador registar 1-1 ao intervalo. Assim, a equipa orientada por Fernando Almeida soma a sua 4.ª derrota em quatro jogos disputados. Foi sempre uma partida equilibrada, mas o Riba d’Ave HC marcou primeiro, com o Famalicense entretanto a empatar e fixar o resultado ao intervalo. Na segunda parte, as equipas entraram com vontade de vencer, e ambas marcaram um golo cada, logo no início do 2.º tempo. A meio da segunda parte, o jogo seguia empatado a 3 bolas, mas o Riba d’Ave conseguiu fazer o 3-4 e adiantar-se no marcador. O Famalicense AC ainda trabalhou muito na partida e tentou tudo por tudo para fazer o empate, mas o Riba d’Ave aproveitou já nos instantes finais para aumentar a vantagem para 3-5, confirmando a vitória na partida. Com esta vitória, o Riba d’Ave HC ocupa agora o 8.º lugar, com 6 pontos conquistados, enquanto o Famalicense AC está na cauda da tabela classificativa, ainda sem qualquer ponto conquistado.

Classificação

Resultados

SLBenficaCL

O SL Benfica deslocou-se até à Póvoa de Varzim, em jogo da 2.ª Jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, tendo vencido a partida por 2-9, espelhando bem a diferença existente entre os conjuntos. A equipa de Pedro Nunos impôs desde cedo a sua superioridade, face a uma equipa do CD Póvoa, que não lutará certamente pelos mesmos objetivos que os encarnados. Os encarnados, com o objetivo claro de vencer a partida, começaram a marcar por Diogo Rafael, que fez o 0-1, seguiu-se Valter Neves, que fez o 0-2 e Diogo Rafael bisou, fazendo o 0-3, resultado com que terminou o 1.º tempo. Na 2.ª parte, o Clube Desportivo da Póvoa ainda reduziu por Márcio Rodrigues, mas Tuco repôs a vantagem de três golos. Com a vitória cada vez mais garantida e perante um adversário lutador, o marcador voltou a mexer, desta vez através de João Rodrigues, que fez “hat-trick” de rajada e colocou o marcador em 1-7. Diogo Rafael não quis ficar atrás e também fez o 3.º golo da conta pessoal, fixando o marcador em 1-8. O CD Póvoa ainda reduziu, por Carlos André, mas Valter Neves voltou a marcar, fechando a contagem em 2-9. Nota de destaque para a estreia do jovem Sub17 Gonçalo Nunes, que se estreou nesta partida, pela equipa principal, com o SL Benfica a dar uma mostra cabal de que aposta muito forte na sua formação. Com esta vitória, os encarnados seguem na frente da classificação, com 6 pontos em duas jornadas, juntamente com FC Porto, OC Barcelos e HC Turquel. Na próxima jornada o SL Benfica recebe o Turquel, numa partida agendada para quarta-feira, 22 de Outubro.

Classificação

Resultados

Foto: SL Benfica

TomásCastanheira
O CI Sagres recebeu e venceu a Juventude Pacense por 4-0, em jogo da 4.ª Jornada do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão – Zona Norte. Com uma vitória por números concludentes, a equipa da Foz assume assim a liderança da classificação, com 10 pontos em 4 jogos realizados. Com mais um ponto que a Escola Livre (menos um jogo) e que a Juventude Pacense, que defrontou esta jornada. Na partida realizada em Lordelo do Ouro, o CI Sagres foi muito forte na 1.ª parte do encontro, vencendo por 3-0 ao intervalo, com golos de Tomás Castanheira (2) e Jorge Vieira. Na 2.ª parte o jogo aqueceu e ganhou intensidade, mas a Juventude Pacense não foi capaz de marcar, tendo falhado inclusive, 5 livres diretos e 2 penaltis. O CI Sagres, embora também tenha falhado algumas situações privilegiadas para fazer golo, acabou por dilatar a vantagem, novamente por Tomás Castanheira, que fez “hat-trick” e está numa forma invejável. Com esta vitória, a equipa de Paulo Castanheira domina a classificação do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão – Zona Norte.

Classificação

Resultados

Foto: Facebook CI Sagres

candelaria 2014-15 600
O CS Candelária, a viver momentos conturbados, ainda teve “forças” para em casa vencer a UD Oliveirense, em jogo da 2.ª Jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão. Depois de na jornada anterior terem sido goleados no Dragão, os jogadores do CS Candelária conseguiram, nesta ronda, uma grande vitória, frente a uns dos candidatos ao título, por 6-5, numa partida que marcou o regresso de Martin Montivero a uma casa que bem conhece. Com esta vitória, a equipa do Candelária soma agora 3 pontos, estando no 5.º lugar, de um campeonato liderado por FC Porto, SL Benfica, HC Turquel e OC Barcelos, todos com 6 pontos. Os golos do Candelária foram marcados por Tiago Resende, Ruben Sousa, João Ramalho, Bruno Botelho e Edgar Pereira, enquanto os da UD Oliveirense foram por Casanovas (2g), Gonçalo Alves, Martins Montivero e André Azevedo. Após a partida, João Miguel deixou a equipa do Pico, como já havíamos avançado.

Classificação

Resultados