a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Europeu de hóquei em ...

Segunda-feira , Jan 20 2020
65

Braga segue em frente na ...

Domingo , Jan 19 2020
59

J. Viana sai da WS ...

Domingo , Jan 19 2020
35

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58025

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25917

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20650

EuroAzemeis'16: Espanha ...

Sábado , Jul 16 2016
1274

Caminhada rumo ao título ...

Quarta-feira , Ago 09 2017
1502

CN- Sub-17- Zona Sul- ...

Quarta-feira , Jun 17 2015
1078

interioresPOUPA BARB J

sabaefd

O S Alenquer B derrotu a AE Física D por 5-1 em jogo a contar para os 32 avos de final da TP, sendo um dos tomba gigantes desta eliminatória.
O Pavilhão “Zeca Carmo e João Lota” estava praticamente lotado para receber a partida entre o Alenquer e a Física. A equipa da casa a militar nos lugares cimeiros da 2.ª divisão-sul- tinha pela frente uma Física, esta temporada no palco maior da modalidade.
Mas o jogo acabaria por desmistificar quase tudo, já que a formação de Alenquer soube manietar de forma inteligente o conjunto de Torres Vedras e foi quase sempre superior no decorrer da partida.
Embora a Física se tivesse adiantado no marcador por Pedro Moreira a formação da casa chegou ao empate por André Garção, resultado que não se alterou até ao intervalo.
A segunda metade acabaria por ser decisiva para as cores da equipa de Alenquer que aproveitaram as facilidades da formação adversária numa etapa complementar com muitas faltas, fruto da entrega das duas equipas. Muitos azuis mostrados aos jogadores da Física neste período, mas ia valendo Diogo Alves que segurou 5 bolas paradas, mas a maior assertividade do conjunto do Alenquer, pelo menos na fase final do encontro, acabou por ser decisivo no desfecho da partida, num período de largos minutos onde o conjunto forasteiro jogou em inferioridade numérica, em sequência dos vários azuis e um vermelho que foram mostrados aos atletas da AE Física.
O Alenquer adiantou-se aos sete minutos por Pedro Lourenço, o mesmo jogador aumentaria para 3-1 aos 19 com André Garção a fazer o 4-1 aos 22 minutos e Marinho, já no minuto final a selar o marcador do jogo ao apontar o 5-1.
Se a AE Física D entrava nesta partida com ligeiro favoritismo, o jogo, como já dissemos, acabou por anular esse favoritismo virtual com o S Alenquer B a passar desta eliminatória de forma justíssima por aquilo que fez em rinque.

Segunda Feira

82026630 1386194558207177 2884167214682865664 n

O OC Barcelos deslocou-se até Santa Cruz do Bispo-Matosinhos” para defrontar o lanterna vermelha da zona norte da 3.ª divisão, o HC Santa Cruz, num jogo sem história, ou melhor com os golos a contarem, de certa forma, a história do encontro.
Partida onde o favoritismo recaia na totalidade para a formação de Paulo Pereira e os 50 miutos do encontro acabaram por falar por si.
Ao intervalo a equipa minhota já vencia por 8-0 com a segunda metade a manter-se o mesmo registo, num jogo quase com sentido único.
Ferruccio (5), Alvarinho (3), Ziga Campos (1), Gonçalo Meira (2), Gonçalo Nunes (2) e Miguel Rocha foram os autores dos golos da formação que viajou de Barcelos, e que segue assim para os 16 avos de final da Taça de Portugal.
Nota de referencia neste jogo para Ricardo Silva, que regressou (embora com a camisola do OCB) ao Clube que o viu nascer para a modalidade, tendo sido homenageado antes do inicio do encontro.

Foto- Facebook do HC Santa Cruz

Domingo

81793578 2566672246878667 3923325876116127744 o

O Pavilhão “Amável dos Santos Pereira” em Valado dos Frades recebeu este sábado a equipa do HC Braga em jogo que contou para os 32 avos de final da taça de Portugal com a equipa minhota a vencer por 4-1 o BIR e a seguir assim em frente na prova.
Jogo onde a formação de Rui Neto entrava como favorita mas teve que o provar dentro de rinque perante um BIR personalizado e que tudo fez para criar uma surpresa nesta eliminatória.
A primeira grande oportunidade pertenceu ao BIR com Rafael Monteiro a desperdiçar um LD aos 12 minutos e já à entrada do ultimo minuto da primeira parte “Joca” Guimarães inaugurou o marcador para o Braga.
A equipa do BIR não podia começar melhor a etapa complementar co “Esteves” a empatar a partida logo ao segundo minuto.
Seria “Bekas” a colocar novamente o Braga na frente do marcador, estavam decorridos 8 minutos. Nova oportunidade para o BIR mas “Esteves” não consegue desfeitear Acevedo na marcação de um LD (10.ª falta do HCB) e acaba por ser “Joca” Guimarães a aumentar para 1-3 aos 18 minutos. O golo que ditou o resultado final deste encontro aconteceu já no ultimo minuto da etapa complementar e apontado por Afonso Lima.
Triunfo justo da equipa minhota, mas que teve que se aplicar para não ser surpreendida.

Foto- Facebook BIR

Domingo

77310453 1825781370899247 154546658615492608 n

O Tigres de Almeirim teve que sofrer a bom sofrer para levar de vencida a formação da ACD Gulpilhares, equipa que milita na 3.ª divisão nacional- zona norte, com o resultado final a cifrar-se em 5-4. Um triunfo pela margem mínima, mas que permitiu ao conjunto ribatejano seguir em frente na prova.
O HC “Os Tigres” foi surpreendido pela entrada e entrega da formação de Vila Nova de Gaia que ao intervalo vencia por 2-0 com golos de Rafael Costa e João Pires, e a surpresa só não foi maior porque João Pires desperdiçaria uma GP ainda neste período.
O Tigres chegaria ao empate, já na etapa complementar com os tentos a serem apontados por Miguel Feio e Filipe Bernardino. Rafael Costa o mais inconformado da formação do Gulpilhares voltaria a colocar a sua equipa em vantagem e com um “bis” colocou o placard em 4-2.
João Maló aos 19 minutos e Bernardino no minuto seguinte empatariam a partida a 4 bolas com o golo que ditou o triunfo da formação ribatejana a surgir a 4 minutos do términus do jogo por Miguel Feio.
Um jogo que certamente André Luís, o técnico do Tigres não esperaria, e que obrigou a sua equipa a vestir fato macaco para garantir o triunfo.
Nota de referência neste encontro para a estreia do jovem ribatejano, ainda sub-17, Tiago Catrola e para a lesão de Frederico Neves que foi atingido por uma bola e que obrigou a que o jovem atleta de Almeirim fosse levado para o Hospital de S. João, no Porto, onde realizou exames para despistar possível(is) fratura(s) do(s) osso(s) da face, estando no entanto estável e consciente.

Foto- Facebook HC “Os Tigres” (arquivo)

Domingo

81294392 2694715820608951 2256379846550618112 o

A juventude Viana venceu o HCP Grândola por 4-0 em jogo referente aos 32 Avos de Final da Taça de Portugal.
Partida jogada no “Zeca Afonso” em Grândola com o conjunto minhoto a jogar o qb mas a garantir o mais importante, o triunfo e respetiva passagem à fase seguinte da prova.
A equipa da Juventude de Viana chegou ao intervalo a vencer por 3-0 com os golos a serem apontados por Nuno Santos, João Pereira e Gonçalo Neto.
O 4-0 surgiu ao inicio da etapa complementar, com o tento a ser apontado por Nelson Pereira e até final, tempo de gerir a vantagem que a equipa dispunha embora tenha visto a formação de Grândola desperdiçar dois livres diretos, muito por culpa das defesas de Jorge Correira que ao intervalo substituiu Bruno Guia na baliza vianense.

Foto- Facebook da AJ Viana

Domingo

82179291 1289230887935225 2211772947574554624 n

A UD Oliveirense foi até Cascais goleara equipa local por 14-0 com Jordi Bargalló a destacar-se fazendo quatro dos golos da formação de Renato Garrido.
O Pavilhão Guilherme Pinto Basto recebeu um dos grandes da modalidade e embora o GDS Cascais viva hoje uma realidade totalmente diferente daquele que viveu à algumas décadas atrás, não deixava de ser um incentivo para o conjunto da linha.
Mas a realidade nua e crua acabaria por ficar evidente com o conjunto da Oliveirense a superiorizar-se em quase todos os capítulos neste encontro.
Ao intervalo vencia já por 5-0 e a segunda parte com o correr dos minutos e o gastar das “pilhas” do lado do Cascais, foi de forma natural que o resultado se foi avolumando.
Triunfo com cheiro de goleada, num jogo onde as diferenças qualitativas eram já por si evidentes e com o correr dos minutos ficou bem patente.
Os golos da UD Oliveirense, para além dos quatro apontados por Bargalló, tiveram a chancela de Bruno Ramos (3), “Xavi” Barroso, Marc Torra, João Ameida (2), Jorge Silva, Henrique Magalhães e Ricardo Barreiros.

Foto- UD Oliveirense (arquivo)

Domingo

ajshct

O HC Turquel segue em frente na Taça de Portugal depois de vencer no Estoril a AJ Salesiana por 5-3 num jogo onde um dos destaques foi o capitão dos “alvinegros”, autor de três dos golos da sua equipa.
Partida onde o conjunto de João Simões entrava como favorita mas seria só no segundo tempo que viria ao de cima a superioridade do conjunto que viajou da “aldeia do hóquei”, que lhe garantiria a passagem à fase seguinte desta edição da TP.
O Turquel adiantou-se no marcador por Vasco Luís, mas André Ferreira respondeu poucos segundos depois fazendo o empate. Seria André Moreira a colocar novamente o Turquel na frente, mas a Salesiana por intermédio de Leonardo Monteiro e André Ferreira fazia a reviravolta no marcador e colocava a formação estorilista a vencer, que seria desfeita a dois minutos do intervalo quando Vasco Luís fez o empate a 3 bolas no marcador.
Já na etapa complementar e depois de a Salesiana ter desperdiçado uma GP, João Lomba confirmou a reviravolta no marcador a favor dos “Brutus dos Queixos” ao fazer o 3-4.
Numa fase de maior ascendência da formação visitante e após mais uma bola parada desperdiçada, na ocasião, por Vasco Luís, o capitão alvinegro pouco depois acabaria mesmo por aumentar o score para 3-5, resultado, pese algumas oportunidades para os dois lados, acabaria por não mais se alterar.
O HC Turquel segue assim em frente na taça de Portugal, esperando agora pelo sortilégio que o sorteio esta segunda feira lhe reservar.

Domingo

82125634 2984546084909209 3033442531086958592 o

O Famalicense AC, atual segundo classificado da zona norte da 2.ª divisão, foi um dos “tomba gigantes” destes 32 avos de final da taça de Portugal, ao vencer, a AD Sanjoanense por 3-1, em partida realizada no Municipal de Vila Nova de Famalicão.
Com um Pavilhão a registar excelente moldura humana, a equipa de Vitor Silva não se “encolheu” perante a formação primodivisionária e pese ter visto a Sanjoanense a inaugurar o marcador ainda no primeiro tempo por intermédio de “Xavi” Cardoso, seria na segunda parte que a “remontada” se daria.
Hugo Costa ao inicio da etapa complementar empatou a partida e pouco depois foi Pedro Silva a fazer o 2-1.
Seria então o assalto à baliza de João Peixoto, mas o guardião do FAC mostrar-se-ia intransponível (tendo defendido neste período 3 bolas paradas), para desespero dos pupilos de Vítor Pereira que na ponta final do desafio, apostou tudo e retirou o seu guarda redes para tentar chegar ao empate. Pedro Silva daria a “machada” final no jogo ao fazer o 3-1, e empurrava desta forma a Sanjoanense para fora da Taça de Portugal.

Foto- Facebook AD Sanjoanense/ António Anacleto

Domingo

lavra benfica hoquei em patins new

O SL Benfica foi até Lavra, junto a Matosinhos onde defrontou o CRPF Lavra, Clube que ocupa o terceiro lugar da 3.ª divisão Norte, com a formação lisboeta a vencer por 11-3, garantindo assim a passagem aos 16 Avos de Final.
Melhor começo, para a equipa benfiquista, era difícil. Ainda se jogava o primeiro minuto quando (aos 26 segundos) Jordi Adroher stickou para o 0-1. O espanhol encarnou o papel de assistente no lance do 0-2, servindo a finalização de Albert Casanovas aos 7'.
Miguel Vieira ampliou para 0-3 ao minuto 9, Lucas Ordoñez apontou o 0-4 aos 14' e, assistido por Carlos Nicolía, o espanhol Edu Lamas atirou para o 0-5 aos 18'. Até ao intervalo nada de novo no marcador eletrónico.
Os instantes iniciais do segundo tempo foram muito animados, com três golos num sopro. A equipa da casa reduziu para 1-5 aos 26' por intermédio de Tiago Azevedo, mas o Benfica replicou de imediato por Gonçalo Pinto: 1-6 aos 27'.
Ainda antes de se entrar no minuto 28, Jorge Coelho faturou o 2-6. Miguel Vieira repôs a diferença de cinco golos aos 30': 2-7. De penálti, Albert Casanovas dilatou para 2-8 aos 31'. A partida continuava bem viva e os anfitriões alcançaram o 3-8 aos 32' por Joaquim Dias num livre direto.
Ressurgiu então Jordi Adroher na lista dos marcadores, anotando o 3-9 aos 33' na conversão de um livre direto. O argentino Lucas Ordoñez também bisou, stickando para o 3-10 aos 37'. Perto do termo do desafio, Carlos Nicolía rubricou o 3-11 aos 49', que selou o resultado final deste encontro referente aos 32 avos de final da taça de Portugal.

Fonte/Foto- SL Benfica

Domingo

sporting

O Sporting Clube de Portugal venceu, este sábado, na deslocação ao rinque do SC Marinhense. 4-8 em jogo da segunda eliminatória da Taça de Portugal, que colocou os Leões na próxima fase da prova.

A formação orientada por Paulo Freitas entrou bem na partida e abriu o marcador logo aos dois minutos, indo para o intervalo a vencer por 2-4 com dois golos de Verona, um de Telmo Pinto e outro de Toni Pérez.

O espanhol, que apontou mais dois golos na segunda parte, acabou por ser a figura do encontro ao apontar um hat-trick. Caio e João Souto fizeram os outros tentos Leoninos na segunda metade.

O Sporting CP volta agora a jogar no dia 18, no Pavilhão João Rocha, diante do Reus Deportiu em jogo da sexta jornada do Grupo A da Liga Europeia.

foto:fonte:Sporting.pt

pub plurisports HOME J