a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Girão negou a ...

Terça-feira , Out 22 2019
261

3.ª D- Sul- Boliqueime ...

Terça-feira , Out 22 2019
84

3.ª D- Centro- Juventude ...

Terça-feira , Out 22 2019
114

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57427

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25377

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20229

Jorge Godinho de saída ...

Terça-feira , Jan 29 2019
1335

Pedro Cunha reforça ...

Quinta-feira , Ago 16 2018
896

Resumo Amatori Lodi- FC ...

Terça-feira , Jan 22 2019
302

interioresinteriores

Liga Europeia de Hoquei em Patins grupo B FC Porto VIC 04 11 17 Cabestany

Guillem Cabestany era, no final do jogo um técnico resignado, mas realista, à cerca daquilo que a sua equipa mostrou nos cinquenta minutos de jogo frente à Juventude Viana, e que terminou com um empate a 3 bolas.
“Não estivemos nada bem. Não foi uma tarde boa para nós, frente a uma equipa que defende muito bem e que aproveita as oportunidades que tem. Temos de estar melhor dentro do rinque. Queríamos começar o campeonato da melhor forma, depois da conquista da Supertaça, mas este jogo serve de aviso para toda a equipa e para mim. Temos de melhorar em todas as facetas do jogo, porque só assim é que conseguiremos a vitória”, afirmou Guillem Cabestany após o encontro.

Fonte- FC Porto * Foto- Arquivo

Sábado

FCPorto AJViana

O FC Porto iniciou este sábado a defesa do título nacional de hóquei em patins com um empate a três golos frente à Juventude de Viana, na 1ª jornada do campeonato, em jogo disputado no Pavilhão Municipal de Fânzeres - devido à interdição do Dragão Caixa.

Uma semana depois da conquista da Supertaça, a formação orientada por Guillem Cabestany sentiu dificuldades e viu-se a perder logo no 1º minuto com um golo de Nélson Pereira. A Juventude de Viana ampliou aos 23' por intermédio de Gustavo Lima mas, no minuto seguinte, Reinaldo Garcia reduziu e os visitantes foram em vantagem (2-1) para o intervalo.

Na segunda parte, Gonçalo Alves empatou aos 35' e Luís Viana voltou colocar os vianenses em vantagem (40'), mas seria novamente Gonçalo Alves a marcar (40') para estabelecer o 3-3 final.

fonte:record.pt

IMG 20191011 WA0000

Jorge Silva o técnico do Murches, deixou-nos uma antevisão do jogo que abre a jornada inaugural do nacional da 2.ª divisão -Sul com a formação de Cascais a receber o SC Tomar, numa partida onde o técnico do Murches dá o favoritismo aos ribatejanos. Falou também da sua pré-época, algo atribulada, mas ambição e vontade de garantir a permanência é uma realizade.
“Tive uma pré-época atribulada, com algumas lesões graves, agora a saída de um jogador para fazer Erasmus, e neste momento somos uma equipa algo fragilizada. No entanto não lhes retiro é a vontade e ambição, contra uma equipa que para mim é claramente a equipa mais capaz de subir de divisão diretamente, bem orientada e a nível individual com qualquer um dos jogadores a poder estar a jogar na 1.ª divisão”.
O Treinado Jorge Silva assume o grande favoritismo da formação tomarense mas deixa no entanto o aviso, que os leões terão que estar preparados para não serem surpreendidos.
“O nosso segredo vai ser certamente o trabalho e saber e conhecer as nossas capacidades e acima de tudo ser uma equipa humilde. Também não deixo de dizer que seremos uma equipa que para nos ganharem terão que trabalhar o dobro de nós, porque o nome da equipa que nos vai defrontar não ganha, e às vezes o coletivo acaba por superar o individual, mas vamos esperar pelo jogo. Acho que vai ser um bom jogo de hóquei porque recebo uma equipa de grande qualidade e que para mim nos vai fazer sofrer, mas estaremos cá para isso e tentar surpreender”.

Sexta Feira

treinohoquei 4

O Campeonato Nacional de hóquei em patins arranca este sábado (18h30) para o Sporting Clube de Portugal com a deslocação ao terreno do Riba D’Ave HC.
Os Leões querem entrar a vencer, mas Paulo Freitas sabe que não será um jogo fácil: “Temos noção da nossa responsabilidade e daquilo que queremos, mas também sabemos que vamos encontrar uma boa equipa, recheada de juventude com qualidade, numa pista difícil que nos vai causar grandes dificuldades”.
Assim, o treinador Leonino não tem dúvidas: “Para ganhar em Riba D’Ave temos de apresentar a melhor versão do Sporting CP em todos os momentos de jogo. Só assim conseguiremos ultrapassar este adversário muito incómodo que vamos defrontar”.
“A nossa motivação diária é ganhar, conquistar títulos e dar alegrias aos adeptos. Nesse sentido, vamos ter um Sporting CP a pensar que é o último jogo da nossa vida. É assim que encaramos os jogos”, acrescentou, convocando os Sportinguistas: “Com eles as coisas tornam-se menos complicadas. São uma força adicional”.

Fonte/Foto- Sporting CP

Sexta Feira

72157424 1390497514461026 3852267420320268288 n

Depois de conquistar a 23.ª Supertaça António Livramento da história do hóquei em patins azul e branco, o FC Porto Fidelidade olha agora para a primeira jornada do Campeonato Nacional, que reserva uma receção à Juventude de Viana, no Pavilhão Municipal de Fânzeres. Na antevisão da partida que se disputa este sábado (15h00, Porto Canal), o capitão Reinaldo García deixou claro que o objetivo dos campeões nacionais passa por começar a defesa do título com uma vitória.

O regresso a Fânzeres

“As sensações para este jogo são as melhores. Para mim é um regresso especial, embora já tenhamos jogado em Fânzeres contra o Barcelona há uns anos. Agora começamos aqui o campeonato, num pavilhão em que joguei seis anos e nos quais conquistei seis dos dez campeonatos seguidos que vencemos. Vai ser especial, sem dúvida. Aqui, cresci como jogador e como pessoa, por isso tenho as melhores recordações. Queremos começar o campeonato com uma vitória em Fânzeres.”

A Juventude de Viana

“Tem uma equipa relativamente nova. Saíram alguns jogadores muito experientes, mas em contrapartida trouxeram jogadores novos com muita velocidade e garra. É uma equipa perigosa, por isso temos de estar concentrados do início ao fim. Historicamente, tem criado dificuldades ao FC Porto, mas temos trabalhado muito bem na preparação deste jogo. É importante entrar bem no campeonato. E entrar bem é entrar como uma vitória.”

Fonte/Foto – FC Porto

Sexta Feira

IMG 3499

Nuno Lopes, o treinador do SC Tomar e Pedro Martins, o sub-capitão da formação tomarense fizeram um balanço da pré-época da equipa ribatejana e perspetivaram o que aí vem, numa conferencia de imprensa realizada no Municipal de Tomar, e que deverá ser norma esta temporada a partir desta ronda inicial do campeonato.
Nuno Lopes deixou claro a responsabilidade da equipa mas também ficou evidente nas palavas do técnico a ambição que este grupo tem para a prova que se aproxima, e que passa naturalmente pela subida de divisão.
Pedro Martins foi o atleta que esta sexta feira deu a cara pelo grupo e nas palavras do jovem jogador o grupo sabe o que quer e para onde quer ir. Sintonia com o técnico, na ambição e no foco para uma época que s eespera intensa, onde o grupo terá que estar preparado para as adversidades, mas sempre com um único objectivo- estar na 1.ª divisão na próxima temporada.
Deixamos aqui a conferência de imprensa realizada na sala de imprensa do Municipal “Cidade de Tomar” com imagens e som da Rádio Hertz 98.

Conferência de Imprensa

Foto- Rádio Hertz 98

Sexta Feira

deolho no apito

A FPP publicou a listagem das nomeações do árbitros para os jogos dos campeonatos nacionais que arrancam este fim de semana, assim como as nomeações dos jogos relativos aos campeonatos regionais que já se estão a realizar.

Nomeações

Sexta Feira

pg

Na antevisão do embate deste sábado frente ao Riba D'Ave HC, a contar para a 1.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins, Pedro Gil mostrou-se muito motivado para iniciar a competição da melhor forma.
"A vontade de começar o Campeonato é muita, até porque estamos há várias semanas a trabalhar com esse objectivo e queremos muito que chegue sábado", disse.
Quanto ao adversário, o atleta Leonino lembra que o Riba D'Ave HC é sinónimo de dificuldades, mas acredita que o apoio dos Sportinguistas pode ser fundamental.
"Quem está no hóquei em patins sabe o quão difícil é jogar naquela pista. Não é por acaso que é uma das mais difíceis e que no ano passado tivemos muitas dificuldades para vencer lá. Vamos com muita vontade de trazer os três pontos para casa. (...) Esperamos que os nossos adeptos não falhem, como é habitual. Nos últimos anos, têm-nos acompanhado em todos os rinques em que jogamos, dentro e fora do país. Com certeza vão apoiar-nos e ajudar-nos ", referiu.
Relativamente à conquista da Taça Continental, Pedro Gil assegura que foi importante para dar confiança para a competição que agora se inicia. "Claro que começar a ganhar é sempre muito importante porque tens outra confiança devido ao título que conquistaste. Estamos cheios de energia para esta nova época", reforçou.

Fonte- Sporting CP * Foto- Jornal "O Jogo" (arquivo)

Sexta Feira

maxresdefault

O “Panamericano” de Clubes-2019, tem inicio este domingo (dia 13 de Outubro) e termina a 18 de Outubro, com o Pavilhão “Aldo Cantoni” e o Pavilhão do “Richet Zapata” em San Juan- Argentina a serem os locias para a realização deste evento que conta com 24 Clubes (masculinos e Femininos), com os Clubes argentinos a serem maioritários nas competições em questão.
Nos Masculinos são 7 os Clubes argentinos. A saber: Concepción e Valenciano, de San Juan; Murialdo, Banco Mendoza e Casa de Italia, de Mendoza; San Lorenzo e Club Ciudad, de Buenos Aires; do Chile estarão presentes o Universidad Católica, Estudiantil San Miguel, León Prado e Llano Subercaseaux e pela Colômbia, Club Colégio Corazonista.
Do lado do setor feminino vão marcar presença Unión Vecinal de Trinidad, Concepción, Unión e Barrio Rivadavia, por San Juan; De Buenos Aires estará o Estudiantil Porteño; desde Mendoza estão presentes o Andes Talleres e Maipú Giol. Marcam presença pelo Chile, o Club San Agustín, Universidad Católica, Estudiantil San Miguel e León Prado.
Os vencedores dest edição 2019 do Panamericano irão disputar a Taça Intercontinental em Dezembro com os representantes europeus, no caso o Sporting CP e PFC orto (no masculino) e Voltregà e Palau (no feminino).

pan m

pam f

 

joao meireles francisco mascarenhas new

A equipa Sub-17 de hóquei em patins do Benfica conquistou, no passado dia 6 de outubro, a Eurockey Cup da categoria, pelo segundo ano consecutivo, sagrando-se assim Bicampeã!
O treinador Francisco Mascarenhas e o capitão João Meireles estiveram no programa “Sport Lisboa e Modalidades", da BTV, onde falaram da recente conquista.
No escalão Sub-17 somos a primeira equipa a conseguir ganhar duas vezes consecutivas. É um feito considerável, que estes jovens merecem bastante porque fizeram, nos dois anos, duas provas realmente muito boas”, começou por salientar o técnico dos Sub-17.
Apesar de terem ganhado pela segunda vez consecutiva, Francisco Mascarenhas e João Meireles apontaram as diferenças no percurso feito pelos encarnados.
Foram dois percursos diferentes, o ano passado o caminho até à final foi talvez mais difícil e este ano conseguimos impor-nos mais, apesar de o desafio final ter sido mais renhido”, afirmou o capitão.
Tivemos um mês de treino intenso e depois nos dois jogos para o Campeonato Regional que fizemos tentámos pôr em campo as táticas que nos foram dadas para as podermos utilizar no Eurockey conforme os jogos e isso ajudou-nos bastante a conquistarmos este título”, referiu João Meireles.
Este ano estávamos mais preparados, tínhamos também uma maturidade diferente e desde o início que conseguimos gerir muito melhor as nossas emoções durante os jogos que tivemos”, acrescentou o treinador.
O capitão João Meireles a Eurockey Cup como uma competição que ajuda as equipas a aprenderem umas com as outras e a evoluírem cada vez mais.
É um momento de aprendizagem com os outros clubes, são países diferentes, realidades diferentes e poder jogar com os melhores e ganhar é uma ótima sensação”, confessou.
Francisco Mascarenhas falou ainda da importância da formação dos jogadores e do “excelente trabalho” que a secção de hóquei do Benfica tem feito nesse sentido.
A Eurockey Cup é uma excelente oportunidade para crescermos. É uma prova importantíssima que faz os jogadores quererem evoluir. A nível da formação queremos fazer com que o hóquei em patins português comece a dar grandes jogadores às principais equipas portugueses e nesse aspeto o Benfica tem feito um trabalho excelente”, enalteceu.

Fonte- SL Benfica * Texto- Márcia Dores * Foto- SL Benfica

Quinta Feira