a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Sorteio da Taça de ...

Segunda-feira , Fev 24 2020
5

TP- SC Tomar elimina HC ...

Domingo , Fev 23 2020
62

Oliveirense está nos ...

Domingo , Fev 23 2020
47

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
58235

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
26132

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20796

Resumo 28.ª Jor. FC ...

Domingo , Mai 17 2015
1060

1.ª Div: Turquel recebeu ...

Segunda-feira , Abr 09 2018
586

Parede FC- Ricardo Rocha ...

Quarta-feira , Jun 17 2015
997

interioresCabeleireiro ESS Q

79277692 1468492246661552 5519819753239085056 o

A equipa do FC Porto Fidelidade defronta, este domingo, o Valongo, sexto classificado do Campeonato Nacional de hóquei em patins. Após a folgada vitória na 15ª jornada, sobre o Paço de Arcos (8-3), os campeões nacionais partem para este encontro na quarta posição, a quatro pontos da liderança e a três do pódio. Carlo Di Benedetto, avançado dos Dragões, antevê um jogo “muito difícil” e considera “enganador” o resultado da primeira volta (13-2). A partida, com transmissão em direto às 15h00 na TVI24, terá lugar no Pavilhão Municipal de Valongo.

Rival complicado num pavilhão sempre cheio
“Já sabemos que vai ser um rival muito difícil, numa casa sempre cheia. É, também, uma equipa que joga muito e vai até ao fim com a sua ideia de jogo. Sabemos que vai ser um jogo muito difícil, mas temos de ir a Valongo fazer o nosso trabalho, fazer bem as coisas para sair de lá com os três pontos.”

Adversário ofensivo e fiel às suas ideias de jogo
“Aquele resultado (13-2, na primeira volta) é enganador, não é um jogo nada fácil. O Valongo já demonstrou que é uma equipa muito ofensiva, com as suas ideias de jogo. Às vezes corre bem, outras nem tanto, mas eles vão lutar sempre até ao fim, até ao último minuto, ainda para mais em casa, portanto vai ser um jogo muito difícil.”

O campeonato é longo e há muitos pontos por ganhar
“É importante para nós, como equipa, continuar a ganhar jogos porque o campeonato é muito longo e ainda existem muitos pontos para ganhar. Nós precisamos dos 3 pontos para aumentar a confiança da equipa antes de voltarmos à Liga Europeia. É bom para a nossa confiança.”

Fonte/ Foto- FC Porto

5Quinta

cdb

O Triunfo do CD Boliqueime por 3-1 frente ao Cascais, assim como as vitórias do CD Paço Arcos “B” e UD Vilafranquense a UDC Nafarros (11-2) e “Os Corujas” GCC (1-7), respetivamente, colocam as três equipas na liderança da Zona Sul, com 31 pontos (embora UD Vilafranquense e CDPA “B” tenham menos um jogo), mas o CS Marítimo (Madeira) está à espreita, ocupando a 4.ªm posição mas com dois jogos a menos, realizados.
O CD Boliqueime depois da derrota sofrida na ronda anterior no “Casablanca”, que permitiu à formação da linha encostar-se em termos pontuais, voltou aos triunfos frente ao Cascais, mas o triunfo do Paço Arcos “B” no “Casablanca” ao Nafarros por números a cheirar a goleada (11-2), onde Bruno Frade esteve em plano de evidência ao fazer uma “manita” mantem acesa a luta pelo primeiro lugar, e aqui a havar mais um entruso, e vem da zona ribeirinha do Tejo, propriamente de Vila Franca de Xira onde mora um União a fazer uma época muito boa. No passado fim de semana viajou até à zona ribeirinha do Sorraia onde venceu o “Os Corujas” de Coruche por 7-1 e encontra-se assim na luta por um dos lugares de subida.
O CS Marítimo recebeu no Funchal o GD Fabril, onde venceu pela margem mínima (2-1) e mantem, também acesa a chama da subida.
No que toca aos outros resultados, triunfo da Juventude Azeitonense sobre a equipa “B” do S Alenquer B por 6-2, a derrota caseira do APAC Tojal perante os “Bês” do Parede FC por 6-2 e o triunfo fora de portas do HC Vasco Gama em Estremoz por 8-2.
A próxima jornada tem como prato forte o jogo que se disputará no “José Mário Cerejo” e que oporá a UD Vilafranquense ao CD Boliqueime com o CD Paço Arcos “B” (que viaja até Cascais) com os ouvidos postos no encontro em Vila Franca de Xira.

4Quarta

CAF SC MARITIMO FEVEREIRO 2020

Canarinhos ocupam o 1.º lugar, com 35 pontos, mais sete que o segundo classificado, precisamente o adversário que venceram este domingo, o Marítimo SC (mas estes com mais 4 jogos realizados), e a fechar o pódio, vem o HC Mealhada já a 10 pontos de distância.
O Académico da Feira não teve dificuldades para vencer, este sábado, o Marítimo S.C. dos Açores, por 6-2, em jogo da 14.ª jornada do Campeonato Nacional da 3.ª Divisão, Zona Centro, realizado no Pavilhão da Lavandeira, em Santa Maria da Feira. Os canarinhos mais fortes e eficazes chegaram ao intervalo a vencer por 3-0 com golos de António Silva, Bruno Moreira e Bruno Fernandes.
Segundo tempo mais uma vez com a formação da casa a entrar mais forte e a chegar ao 6-0, estavam então decorridos 8 minutos da etapa complementar. Bruno Moreira e pouco depois um bis de Bruno Fernandes praticamente decidiram o desfecho do jogo.
Parte final com a equipa treinada por Alexandre Saraiva a tirar o pé do acelerador, permitindo que o conjunto insular reduzisse para 6-2, com os tentos dos açorianos a serem apontados por Júlio Soares e Bruno Botelho.
Na próxima jornada o Académico da Feira recebe o HC Ponta Delgada, em data a designar, enquanto o Marítimo SC recebe em Ponta Delgada o SC Leiria e Marrazes.

Fonte/Foto- www.diariodafeira.com 

4Quarta

42851136 2138171446399982 5273382690232467456 n copia

Ao que tudo indica, Nuno Resende deverá deixar o comando técnico do Amatori Ldi no final da temporada.
A fazer a sua quarta temporada ao serviço do Clube italiano onde já venceu por duas vezes o principal campeonato transalpino, e somou três Supertaças de Itália, o técnico português, segundo o jornal “Il Cittadino” vai deixar a equipa.
Sem que haja uma confirmação oficial por parte do Clube, os rumores sobre a sua saída já são falados e ao que o mesmo jornal conseguiu apurar, já terá sido comunicado ao grupo de trabalho essa decisão.
Resta agora saber se Nuno Resende continuará por terras italianas ou se regressa a Portugal.
Nuno Resende de 44 anos iniciou a sua carreira de Treinador ao serviço da UD Oliveirense, tendo acumulado em simultâneo com a de jogador, seguiu-se posteriormente a Seleção de Sub-20 de Angola, ingressando em 2015 no Matera em Itália. O seu bom desempenho neste Clube italiano acabou por ser o passaporte para ingressar no Amatori Lodi, um dos clubes mais estáveis do hóquei transalpino, e que conta nas suas fileiras com o internacional angolano João Pinto.

Foto- Jornal Labor

4Quarta

84021609 1308158462709134 4882663553900740608 o

A Oliveirense confirmou esta quarta-feira a saída no final desta época da equipa técnica de da equipa hóquei em patins, composta pelos selecionadores nacionais Renato Garrido e Edo Bosch e o preparador físico Nuno Cerqueira.
A direção do clube admitiu à Lusa que não chegou a acordo para a renovação do vínculo dos dois treinadores principais que chegaram a Oliveira de Azeméis na temporada 2017/18, a seis jornadas do fim, juntando-se então ao preparador Nuno Cerqueira que os acompanha na saída e também na seleção portuguesa.
Na época passada, a Oliveirense conquistou a Taça de Portugal, disputada em 'casa', e apesar de este ano se ter reforçado para "conquistar todos os troféus", perdeu a Supertaça diante do FC Porto e ocupa atualmente o quinto lugar no campeonato, mas mantém-se em prova na Liga Europeia e na Taça de Portugal.

Fonte- www.sapo.pt * Foto- facebook UD Oliveirense

4Quarta

84217163 1751071275043986 1823736001139310592 o

O CRPF Lavra mantem a liderança do campeonato nacional da 3.ª divisão norte, após vencer o ACD Vila Boa Bispo por 8-2, numa partida onde o destaque vai para Jorge Coelho, autor de 5 dos golos do conjunto do Lavra.
A equipa do Lavra que entrava neste encontro como favorita ao triunfo, frente a um Vila Boa Bispo a ocupar a antepenúltima posição da classificação geral, acabou por não ter dificuldades de maior em somar os três pontos.
Entrada decidida da equipa da casa que aos cinco minutos vencia já por 3-0. Reação dos forasteiros, que reduziram para 3-2, resultado registava ao intervalo.
O conjunto treinado por André Barbosa entrou para a etapa complementar atenta à formação contrária, que no primeiro tempo tinha dado algum trabalho, e de forma consistente o Lavra acabou por dilatar o marcador até aos 8-2, construindo um triunfo justo e que lhe permite manter o comando da classificação com 33 pontos, mais dois que o seu mais imediato perseguidor, o HC Maia.
Para além dos cinco golos apontados por Jorge Coelho, marcaram pelo Lavra Eduardo ferreira, Joaquim Dias e Pedro Amaral. Do lado do Vila Boa Bispo Duarte Martel foi o autor dos dois golos da equipa visitante.
Na próxima jornada o Lavra folga enquanto o Vila Boa do Bispo receberá o CP Sobreira.

Foto- Facebook CRPF Lavra

4Quarta

fpp oist

Têm início em fevereiro as ações do Programa OIST – Observação, Identificação e Seleção de Talentos de hóquei em patins, 2020, com o primeiro treino de observação a decorrer esta quarta feira na AP Ribatejo.
Este Programa OIST é desenvolvido em conjunto com as Associações de Patinagem, localmente, ao longo do primeiro semestre, culminando no Torneio OIST, organizado pela FPP com a participação de atletas presentes nas ações OIST de cada Associação.

Próximas ações OIST Hóquei em Patins:

5 fevereiro 2020 – AP Ribatejo
11 fevereiro 2020 – AP Leiria
17 fevereiro 2020 – AP Setúbal
28 fevereiro 2020 – AP Alentejo
1 março 2020 – AP São Miguel
3 março 2020 – AP Aveiro
6 março 2020 – AP Coimbra
21 março 2020 – AP Madeira
23 março 2020 – AP Porto
24 março 2020 – AP Minho

Fonte- FPP

4Quarta

84559912 2744291382276453 8688802114928902144 n

O GRF Murches impôs um empate a 4 bolas ao Parede FC, em jogo que contou para a 15.ª jornada do nacional da 2.ª divisão.
Numa partida onde a equipa da linha, atual segunda classificada, tinha pela frente e um conjunto a lutar por objectivos diferentes e que passam pela manutenção, esperava-se um jogo intenso onde o Murches, a jogar em casa iria ser “osso duro de roer”.
E foi o que acabou por acontecer numa partida de reviravoltas no marcador mas que acabaria por terminar com um empate e a respetiva divisão de pontos.
Com um Murches de linhas mais baixas foi o Parede a inaugurar o marcador por Rodrigo Godinho na marcação de um LD. Respondeu quase de seguida o Murches que empataria por André Raposo, num resultado que não se alterou até ao intervalo.
O Murches não poderia começar melhor a etapa complementar já que na saída de bola colocou-se em vantagem por intermédio de Bernardo Pinhal. Tomás Garcia aos 4 minutos aumenta para 3-1.
Jogo rasgadinho e intenso com o Parede a responder aos golos sofridos e aos 6 minutos reduz para 3-2 por Ricardo Rocha.
O mesmo jogador aos 10 minutos empata e no minuto seguinte Ricardo Lopes confirma a “remontada” ao fazer o 3-4.
A vencer o Parede nunca foi uma equipa que pudesse respirar de alivio já que o Murches foi sempre incómodo e não dava descanso ao conjunto da linha.
O empate a 4 bolas chega aos 21 minutos por Gonçalo Fernandes, de grande penalidade, já depois de Parede e Murches terem desperdiçado bolas paradas.
Até final, ameaços nas duas balizas mas o resultado já não se alteraria.
Nota de referência, e pelos piores motivos a lesão, com alguma gravidade de Tomás Garcia, que teve que ser assistido no hospital, por lesão no ombro.
Após esta jornada o Murches soma 14 pontos e ocupa a 11.ª posição com o Parede a manter a segunda posição da classificação, agora com 34 pontos, a ver no entanto o líder SC Tomar mais longe, que soma estes somam 42 pontos, ao mesmo tempo que viu AD Oeiras e Candelária aproximarem-se já que somam 31 pontos.
Na próxima jornada o GRF Murches volta a jogar no seu pavilhão onde recebe o CA Campo Ourique e o Parede FC recebe no seu recinto o S Alenquer B, num dos jogos mais aguardados da 16.ª jornada.

Foto- Facebook GRF Murches

2Segunda

escliv fac

O Famalicense deslocou-se a Oliveira de Azeméis onde defrontou o aflito Escola Livre de AZ com a formação minhota a sair deste encontro com mais um triunfo, por 6-1, e a manter a pressão sobre o líder SC Marinhense que segue a dois pontos da formação de Vitor Silva.
Partida que ficou resolvida praticamente na primeira parte com o conjunto forateiro a chegar ao intervalo a vencer por 4-0 com golos apontados por Márcio Rodrigues, João Pinheiro e Rui Silva (2).
A equipa do Escola Livre reduziu aos 10 minutos da etapa complementar mas Pedro Silva e César Carvalho colocaram o score em 1-6, resultado com que terminou o encontro.
Jogo onde o conjunto do Famalicense foi quase sempre superior, perante um Escola Livre que não virou a cara ao jogo, mas nunca encontrou argumentos para travar o melhor coletivo minhoto.
Na próxima jornada o Escola Livre viaja até Coimbra onde defrontará a “Briosa” com a formação do Famalicense AC a receber no seu reduto a AD “Os Limianos”.

2Segunda

Maria Sofia Silva Thumbnail

A equipa feminina do SL Benfica recebeu no passado fim de semana a formação do CR Antes, última classificada do nacional feminino em jogo a contar para a 17.ª jornada, e se já se antevia dificuldades para o conjunto visitante, ficou patente durante o decorrer do jogo as facilidades das atletas encarnadas.
Ao intervalo, o placard já registava um resultado muito expressivo a favor do Benfica- 15-0.
Na segunda parte, a equipa comandada por Paulo Almeida continuou implacável, e, não só impediu as adversárias de chegarem à baliza, como ainda marcou mais 13 golos, contabilizando um total de 28 golos sem resposta.
A equipa feminina de hóquei em patins volta a entrar em ação no dia 8 de fevereiro (sábado) para a 5.ª jornada da fase de grupos da Liga Europeia frente ao CP Voltregà e regressa ao Campeonato Nacional no dia 16 (domingo) com o CA Feira.
Marcaram pelo SL Benfica, Marlene Sousa (8), Maria Sofia Silva (8), Inês Vieira (4), Letícia Benavidez (3), Sofia Contreiras (2) e Andreia Leal (2), Maca Ramos (1).
Nas outras partidas desta ronda 17 triunfos fora de portas do Sporting CP no recinto da APAC Tojal, do CA Campo Ourique frente ao UD Vilafranquense, e da Académica da Feira em Nafarros por 9-5. Para do triunfo caseiro do SL Benfica, a AD sanjoanense venceu pela margem mínima o C Infante Sagres (5-4), e a Académica Coimbra venceu o AF Arazede por 8-3.
O SL Benfica lidera a prova com 42 pontos, a par do Sporting CP (embora as leoas com um jogo a mais), seguindo a Académica de Coimbra com 39 pontos (+ 2 jogos) e no 4.º lugar etsá o CH carvalhos com 33 (e menos 1 jogo).

Fonte/Foto- SL Benfica

2Segunda