a c e b o o k
  • This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Girão negou a ...

Terça-feira , Out 22 2019
261

3.ª D- Sul- Boliqueime ...

Terça-feira , Out 22 2019
84

3.ª D- Centro- Juventude ...

Terça-feira , Out 22 2019
114

Hóquei fica mais pobre

Segunda-feira , Jul 30 2018
57427

Patinagem reconhecida ...

Segunda-feira , Nov 09 2015
25377

CM Feminino- Portugal ...

Sábado , Out 01 2016
20229

CN Sub-17- Zona Sul- ...

Terça-feira , Mar 22 2016
985

UDC Nafarros- 3.º ...

Quarta-feira , Set 04 2019
272

Título Europeu Sub17 ...

Domingo , Set 09 2018
820

interioresinteriores

entst

FC Porto e Oliveirense lutam pelo troféu este sábado.
Os treinadores do FC Porto e da Oliveirense manifestaram esta sexta-feira o desejo de vencerem a Supertaça masculina de hóquei em patins António Livramento, que se disputa no sábado à tarde no Pavilhão Mário Mexia, em Coimbra. Na conferência de antevisão ao jogo, o técnico portista Guillem Cabestany disse que a sua equipa está "pronta para mais uma final, com o objetivo de ganhar e dar seguimento à trajetória dos últimos anos".
"A Oliveirense está ao nível dos outros candidatos ao título nacional e num patamar altíssimo", frisou o treinador espanhol, salientando que a equipa mais forte que defrontou na última época foi a de Oliveira de Azeméis.
O treinador dos azuis e brancos considerou que a derrota com o Sporting na final da Taça Continental é passado e que a equipa "está bem e motivada, à espera de outro grande espetáculo para adeptos e modalidade".
Renato Garrido, treinador da Oliveirense, elogiou o adversário, atual campeão nacional, por ter "uma grande equipa, não só no campeonato, mas com um valor tremendo a nível internacional", realçando a ambição de ganhar. "Queremos muito vencer esta Supertaça, porque o clube nunca conquistou esse título. E os meus jogadores pelo caráter que têm e, por aquilo que são, vão dar tudo o que têm pela Oliveirense", sublinhou.
O técnico português salientou que a sua formação "trabalhou bastante para estar presente [na final], onde chega por mérito próprio, como vencedora da Taça de Portugal". "Queremos sair vitoriosos e faremos tudo para poder vencer", vincou Renato Garrido, que elogiou ainda a presença de dois dos melhores árbitros portugueses "e do mundo" na final deste sábado em Coimbra, às 16:00, no Pavilhão Mário Mexia.
Na parte da manhã, ao meio-dia, disputa-se no mesmo espaço a Supertaça feminina de Hóquei em Patins, entre o Benfica e o Clube Atlético de Campo de Ourique (CACO).
Na antevisão ao jogo, o treinador benfiquista, Paulo Almeida, disse que os encarnados só jogam "para ganhar" e vão à procura de vencer a sua sétima Supertaça consecutiva. "Temos dominado o hóquei feminino e vamos jogar para vencer a sétima Taça seguida", frisou.
O técnico do CACO não esteve presente na conferência de imprensa de antevisão.

Fonte/Foto- Jornal “O Jogo”

Sábado

05baccf5 2f5f 4cc2 ba59 e73a5ce93c3f

A Equipa de hóquei em patins entregou o troféu nesta sexta-feira.
A Taça Continental de hóquei em patins, conquistada no passado domingo, já está no Museu Sporting. A cerimónia de entrega decorreu nesta sexta-feira de manhã na presença do presidente do Sporting Clube de Portugal, Frederico Varandas, e do director-geral das modalidades, Miguel Albuquerque.
A equipa verde e branca, liderada pelo treinador Paulo Freitas e pelo capitão Ângelo Girão, voltou assim ao Museu Sporting quatro meses depois da última vez, altura em que entregou a Liga Europeia.
É um orgulho enorme. Escrevemos mais uma vez o nosso nome na história do Sporting CP. Já tínhamos feito história no passado, mas agora fomos os primeiros a ganhar esta taça pelo Clube”, disse Ângelo Girão, referindo: “Sabemos que a competição é forte, mas felizmente temos tido a competência de ganhar e apetrechar o museu de taças. É isso que queremos continuar a fazer, não só com troféus europeus como nacionais também e, acima de tudo, ganhar. Essa é a palavra de ordem do balneário.”
Paulo Freitas também falou ao Jornal Sporting e reforçou essa mesma ideia: “Estamos aqui com muita satisfação e muito orgulho por mais uma conquista, mas estamos também com muita responsabilidade para enfrentar o que aí vem. Queremos ganhar mais títulos.
Assumimos claramente desde o início que queremos entrar em todas as decisões e que queremos ganhar títulos. Não escondemos isso. Já ganhámos o primeiro e agora vamos à procura dos outros quatro, cada um a seu tempo”, disse.

Fonte/Foto- Sporting CP

Sexta Feira

71031091 2563478677077294 3402588385993293824 o

A equipa do Marítimo SC foi a vencedora da 11.ª edição do Torneio “Cidade de Ponta Delgada” ao vencer nas grandes penalidades (6-5) o Candelária SC (depois de um empate a 3 bolas no final do tempo regulamentar).
Realizado no passado fim de semana na Ilha Terceira, Ponta Delgada, o Marítimo SC somou o seu quinto troféu no historial desta prova, organizada pela Associação de Patinagem de São Miguel, que contou com a presença de 6 Clubes (cinco do arquipélago dos Açores, no caso o Marítimo Sport Clube, Hóquei Clube PDL, Caldeiras Hóquei Clube, o Candelária Sport Clube, o Núcleo Sportinguista da Ilha Terceira e uma equipa da Madeira, o CF Carvalheiro).
Na primeira fase e no Grupo “A”, o Candelária SC terminou no primeiro lugar com seis pontos, depois de vencer o Marítimo SC por (3-0) e o Núcleo Sportinguista da Ilha Terceira por (10-4), na segunda posição ficou o Marítimo SC com três pontos, vencendo o Clube da Terceira por (9-1).
No grupo "B" o CF Carvalheiro foi lider com seis pontos, vencendo o Hóquei Clube de PDL por (3-1) e o Caldeiras Hóquei Clube por (5-0), em 2.º lugar com a vitória sobre o Clube da Ribeira Grande ficou o Hóquei Clube de Ponta Delgada, vencendo por (6-0).
Nas meias finais, o Candelária SC venceu o Hóquei Clube de PDL por (3-2) e o Marítimo SC o FC Carvalheiro por (7-2) garantindo assim acesso à final do Torneio.
Na disputa do 5.º e 6.º lugar, o Núcleo Sportinguista da Ilha Terceira levou a melhor sob o Caldeiras Hóquei Clube vencendo por (5-1).
Na luta pelo último lugar do pódio o Hóquei Clube de PDL levou a melhor sob o Carvalheiro, vencendo por (7-2), garantindo assim o 3ª lugar.
Na final entre o Candelária SC e o Marítimo e depois de um excelente espetáculo, o jogo terminou empatado a 3 bolas, com a decisão do vencedor a ir para as grandes penalidades, vencendo o Clube da Calheta por (3-2) e garantindo assim a vitória na XI Edição do Torneio Cidade de Ponta Delgada.
Este Torneio, organizado pela Associação de Patinagem de São Miguel serviu de preparação às formações açorianas bem como promoção e divulgação da modalidade e que conta com o apoio da Direção Regional do Desporto e da Câmara Municipal de Ponta Delgada.

Fonte / Foto- Associação de Patinagem de São Miguel

Quinta Feira

plantel e treinador new

A equipa do SL Benfica está preparada e supermotivada, para o confronto com o CA Campo Ourique, pela disputa da Supertaça-2019 a disputar no próximo sábado pelas 12h00, no Pavilhão Dr. Mário Mexia em Coimbra.
"Vimos de uma vitória importantíssima contra um rival e um adversário direto. As jogadoras estão supermotivadas, é um troféu que queremos muito ganhar, tal como aconteceu no ano passado", vincou Pedro Alegria.
O treinador adjunto das águias recordou a categórica vitória diante do Sporting, triunfo esse que valeu a conquista do Torneio de Abertura da Associação de Patinagem de Lisboa (APL).
"Perante o hóquei que nós demonstrámos, da forma como jogámos e o que apresentámos em pista, ficou provado que o Benfica foi nitidamente superior. Estruturámos de forma completa e o Sporting não teve nenhuma hipótese, nem sequer de chegar a discutir o resultado connosco", explicou.
Marlene Sousa, capitã da equipa do Benfica, foi perentória afirmando que o Clube da Luz entra em todas as competições para vencer, e também aproveitou a ocasião para apelar à forte presença dos adeptos em Coimbra.
"Somos Benfica e este conjunto entra em todas as competições para vencer. As expectativas são altas, é uma final, tudo pode acontecer, mas estamos a trabalhar para conquistar mais um troféu para o nosso Museu", explanou.
"Independentemente do sítio onde jogamos, sentimos sempre o apoio dos adeptos, há sempre uma camisola do Benfica. Por se tratar de uma Supertaça, esse apoio ainda tem de ser maior e os adeptos nunca nos têm falhado com o apoio", elogiou a capitã.

Fonte/Foto- SL Benfica / Diogo Nascimento

Quinta Feira

71302002 2434455066591199 6396509830613303296 n

O Pavilhão “Dr. Mário Mexia”, em Coimbra recebe este sábado as Supertaças, masculina e Feminina, esta temporada realizada pela AP Coimbra.
No setor feminino, frente a frente dois Clubes de Lisboa, o SL Benfica e o CA Campo Ourique, com o favoritismo a recair, quase por inteiro para o conjunto da Luz, dominador nas ultimas temporadas do hóquei feminino indígena, numa partida agendada para as 12H00.
A partir das 16H00, disputa-se a Supertaça “António Livramento” com o FC Porto, atual campeão nacional a defrontar a UD Oliveirense, que conquistou a Taça de Portugal na temporada transata, na final frente ao SL Benfica.
O FC Porto vai à procura da sua 23.ª Supertaça, e quarta consecutiva, perante uma Oliveirense que irá disputar pela quinta vez a final desta prova, tendo sido sempre finalista vencido.
Um confronto que se espera com expectativa, entre duas das melhores formações nacionais da atualidade.
Uma Oliveirense que se reforçou para esta temporada, que arranca de forma oficial este sábado, frente a um FC Porto que viu sair no defeso um dos seus melhores jogadores (Hélder Nunes) e um histórico na baliza (Nelson Filipe, que curiosamente vai representar a UDO), num jogo que promete e onde iremos ver um FC Porto com fome de títulos frente a uma equipa que quer fazer história, e que promete ser uma das sérias candidatas na luta direta pelos troféus em disputa esta época.

Quinta Feira

71183866 10157691327726263 9168193780254244864 n

O Hóquei Académico de Cambra leva a efeito entre esta sexta feira e sábado a 15.ª edição do Torneio de HP sénior e que contará com a presença da Académica de Espinho, Escola Livre de Azeméis e AD Sanjoanense.
A partir das 20H00 de sexta feira disputa-se a primeira partida entre a AA Espinho e AD Sanjoanense e pelas 22H00 será a vez do HA Cambra- Escola Livre AZ, partidas estas que apuram os finalistas deste torneio.
Sábado será a vez de se disputar o jogo referente ao 3.º/4.º lugar (pelas 16H00) e ainda antes da Final, agendada para as 18H00 serão apresentadas as equipas da formação do HA Cambra, aos sócios e simpatizantes do Clube.

Sexta Feira

71488823 2899015723460244 7201677737457614848 n

Aquele que é já considerado o maior e certamente o melhor Torneio de pré-época, arranca esta sexta feira com o Pavilhão “Fernando Lopes Graça” a ser o palco durante 3 dias de 12 excelentes partidas.
O “Golden Cup-2019”, evento que tem a organização do Parede FC, terá nesta edição a presença garantida de 4 equipas da 1.ª divisão, o caso do CD Paço Arcos, HC Turquel, HC “Os Tigres” e a AD Valongo, assim como do Parede FC, SC Marinhense, Candelária SC e AD Oeiras, estas da 2.ª divisão, e que prometem lutar de igual para igual com as formações primodivisionárias, perspetivando-se jogos de grande qualidade e muita emoção.
O HC Turquel- Parede FC abre esta edição do Golden Cup, e está marcado para as 20H30 desta sexta feira com o CD Paço Arcos- Candelária SC (22H30) a fechar a jornada do primeiro dia da competição. No sábado pela manhã será a vez do HC “Os Tigres”- AD Oeiras (pelas 12H00) e AD Valongo- SC Marinhense (14H00) lutarem pela vitórias nestes quartos de final da competição que se prolongará pela tarde/noite de sábado e terá o seu epilogo no domingo.
Uma boa oportunidade, se estiver por perto, de acompanhar ao vivo e a cores este torneio que é, garantidamente, um dos melhores que se realizam na pré-época.

calgc

Sexta Feira

71141207 2644485055618157 1200861959629570048 o

As propaladas palavras de elementos ligados ao FC Porto relativamente ao jogo da final da Taça Continental que opôs o Sporting CP ao FC Porto no passado domingo no “João Rocha” estão intrinsecamente ligadas às imagens que estão disponíveis na Net com as jogadas mais polémicas, segundo pessoas afetas aos dragões, e que condicionaram não só o jogo da formação portista como terão sido decisivas no desfecho final do encontro, que terminou com o triunfo dos leões por 3-2.

Imagens mais polémicas do jogo

Foto- António Lopes/WSERH

Quarta Feira

71147417 2463346833877876 7430848164350918656 n

O Biblioteca IR foi o vencedor do V Torneio “Oureana”, que a Juventude Ouriense levou a efeito no passado sábado dia 28 de setembro
A equipa de Valado de Frades, na final teve pela frente o Clube da Cidade de Ourém, e venceu por 6-2, num jogo movimentado onde o conjunto de Horácio Honório, mostrou-se superior nos cinquenta minutos do encontro.
Este Torneio que teve também a participação da Académica de Coimbra e GRF Murches, pautou-se pela qualidade dos jogos, com qualquer das 4 partidas a deixarem os espectadores satisfeitos, fruto da intensidade que as equipas mostraram em rinque.
Ao inicio da tarde a equipa da Juventude Ouriense defrontou o Murches, com o conjunto de Jorge Godinho a vencer por 5-4 e no segundo encontro, e onde se apurava a outra equipa finalista, o BIR a ser mais forte que a Académica de Coimbra (3-1) e a seguir assim em frente.
Já com a noite a cair disputou-se o encontro referente ao 3.º/4.º lugar onde a formação do GRF Murches, treinada por Jorge Silva defrontou a AA Coimbra com a vitória a sorrir ao conjunto de Cascais por 7-6, numa partida pautada pelo equilíbrio, com muitos golos e incerteza no resultado até ao ultimo segundo do jogo.
O jogo mais ansiado deste torneio pôs frente a frente a Juventude ouriense (que milita na 3.ª divisão) e o BIR.
A equipa de Valado de Frades, esta temporada reforçada com elementos de grande valia, entrava neste jogo como favorita e não desiludiu quem a colocava como vencedora.
O conjunto do BIR a mostrar-se quase sempre mais forte, perante uma J Ouriense voluntariosa, mas sem encontrar antidoto para contrariar o melhor jogo da formação de Valado de Frades, que venceu por 6-2.

Resultados
Juventude Ouriense – GRF Murches 5-4
BIR – Académica Coimbra 3-1

3.º/4.º Lugar
GRF Murches – Académica Coimbra 7-6

FINAL
Juventude Ouriense – BIR 2-6

Foto- BIR

Quarta Feira

71267983 2693264474041052 932477845668626432 o

A equipa do SC Tomar venceu o Torneio “Coopovo” organizado pelo SC Marinhense que se realizou no passado sábado no Pavilhão da Embra, na Marinha Grande.
Num torneio que contou com a participação de duas formação que vão disputar o nacional da 1.ª divisão, o CD Paço Arcos e AE Física D, a equipa de Nuno Lopes a passar com distinção, fruto dos triunfos sobre a equipa da Linha por 8-5 após GP (4-4 no final do tempo regulamentar), e por 7-3 na final frente ao conjunto que viajou de Torres Vedras.
Pala manhã disputaram-se os jogos das meias finais com o Marinhense a perder nas grandes penalidades frente à Física por 4-2 (depois de um empate a 2 bolas no final do tempo regulamentar) e na segunda partida e onde se decidia a segunda vaga para a final, o SC Tomar a ser mais certeiro que a equipa do Paço Arcos e a vencer por 7-4 nas grandes penalidades.
Na partida de atribuição do 3.º/4.º lugar foi mais forte o conjunto do Paço de Arcos que venceu por 6-2 o SC Marinhense.
No jogo que decidiu o vencedor do torneio, a equipa tomarense a ser mais forte que a formação da Física, que apresentou o seu ultimo reforço, Pedro Moreira (ex-UD Oliveirense) mas sem argumentos, neste encontro, para ultrapassar a equipa ribatejana que com um jogo apoiado e muito dinâmico, acabou por vencer de forma justa o encontro e o respetivo torneio.
Um Torneio que foi aproveitado pelos treinadores das respetivas equipas para limar as ultimas arestas a duas semanas dos campeonatos nacionais e deixou algumas indicações para aquilo que aí vem.
O Marinhense, muito diferente da equipa da época transata, com muitas caras novas, ainda assim a mostrar bom hóquei e a deixar antever que na Embra poucas serão as equipas a conseguirem pontos.
O CD Paço Arcos, que vinha privado de Gouveia e “Rafa” (ambos por lesão), viu no decorrer do primeiro encontro, Diogo Silva e Nelson Ribeiro saírem lesionados, com a equipa a jogar a partida da tarde com apenas 5 jogadores de campo. Ainda assim uma formação com as ideias do seu técnico, Luís Duarte, bem interiorizadas conseguindo disfarçar as limitações momentâneas.
Quanto à AE Física D, equipa que esta temporada regressa ao campeonato maior do nosso hóquei, deixou uma imagem de um conjunto ainda em formação e onde Pedro Moreira deverá ser um dos faróis desta formação orientada por André Gil. Arestas ainda a limar, mas com condições de poder fazer um campeonato dentro dos objectivos que tem em mente.
Por fim o SC Tomar, equipa que esta temporada irá disputar a zona sul do nacional da 2.ª divisão, apresenta-se como a mais séria candidata à subida e naquilo que mostrou neste torneio, é claro que tem argumentos de sobra para poder ambicionar esse objetivo. Equipa muito forte em termos técnicos, físicos e coletivos, este SC Tomar é sem dúvidas, senão a mais forte, uma das mais fortes da 2.ª divisão nacional. Mas serão os jogos de uma temporada longa e desgastante que irão ditar o destino desta equipa tomarense.

Quarta Feira