a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Grândola soma o primeiro ...

domingo , Nov. 19 2017
22

Riba d'Ave derrota Porto ...

sábado , Nov. 18 2017
159

Limianos supera Fão

sábado , Nov. 18 2017
53

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
22339

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
17738

Saiba quais os 10 ...

sexta , Ago. 19 2016
13292

ANACP insatisfeita com ...

quarta , Jul. 05 2017
797

Nova escola de Hóquei em ...

quarta , Jan. 18 2017
1309

Equipas da AP Ponta ...

quarta , Out. 12 2016
418

Portucale

DiogoFernandes

Estivemos à conversa com o jovem guarda-redes Diogo Fernandes que aos 20 anos vai na sua 2.ª temporada como sénior. Procuramos saber um pouco mais sobre a sua história e o momento que vive, agora como sénior do clube que o formou. 

Plurisports (PLS): Como está a correr até agora a temporada?

Diogo Fernandes (DF):Tanto a nível individual, como a nível colectivo considero que os jogos podiam estar a correr melhor, visto que em 5 temos 2 vitórias e 3 derrotas, sendo que as derrotas foram sempre por um golo, o que no hóquei é pouco.

PLS: Quais os objetivos para esta época 2015/16?

DF: Os objectivos são fazermos uma época melhor que o ano passado, termos uma boa exibição em todos os jogos, sendo esta marcada pela garra e vontade de vencer.

PLS: Que ainda esperas conquistar ao longo da tua carreira?

DF: Espero ainda conquistar muita coisa, títulos nacionais, títulos internacionais, tudo o que for possível conquistar, desde os mais insignificantes títulos aos mais relevantes, lutarei para tal.                                                                                         

PLS: Como foi o teu percurso até agora? Quais as melhores recordações?

DF: O meu percurso até agora foi muito linear sendo que estive quase sempre a representar o mesmo clube, o Famalicense. As melhores recordações que guardo são as conquistas de taças do Minho, e claro, as passagens ao campeonato nacional, que infelizmente, não foram muitas. Para além disso guardo a conquista das inter-regiões, apesar de, não ter sido muito influente nesse título.

PLS: Há quanto tempo jogas hóquei? Como e onde começaste a jogar?

DF: Pratico hóquei desde os meus 6 anos. Tudo começou por influência de uma amiga da minha mãe, uma vez que, o seu filho, tinha um problema ortopédico e para a resolução do mesmo, recomendaram-lhe a patinagem. Para que ele não fosse sozinho eu fui com ele, porém o caso inverteu-se e quem se apaixonou por esta modalidade fui eu, enquanto ele, pouco tempo depois de iniciar, desistiu. Tudo começou no Famalicense.

PLS: Qual a competição que mais gostaste de participar?

DF: As competições que mais gostei de participar foi o campeonato nacional de formação e o campeonato nacional da segunda divisão desta época, sendo que ultimo está a ser muito competitivo e imprevisível.

PLS: Há algum jogo que guardes na tua memória? O que podes dizer sobre isso?

DF: Há vários jogos que guardo na memória. Jogos que resultaram em vitórias importantes, pelo bom trabalho da equipa, bem como aqueles jogos em que a minha exibição sobressaiu aos olhos dos expectadores. Porém, não há um jogo em concreto que destaque.

PLS: O que mais te fascina no hóquei?

DF: O que mais me fascina no hóquei é a rapidez, a velocidade, a forma de defender, é impressionante a qualidade de certas defesas por parte dos guarda-redes, bem como, a qualidade de determinados golos. Para além disto, fascina-me e prende-me a atenção a técnica de alguns dos maiores executantes da modalidade.

PLS: Quais são as tuas expectativas para o futuro?

DF: Num futuro próximo são continuar a trabalhar e ter uma boa época no Famalicense, ajudando a equipa a atingir os seus objetivos. Num futuro longínquo, sem dúvida que é, jogar numa equipa de primeira divisão.

PLS: O que te falta ainda conseguir? Quais os teus sonhos?

DF: Faltam-me atingir muitos títulos, muitas vitórias. Tenho como sonho pertencer a uma equipa de topo primeira divisão e consecutivamente ser o guarda-redes da selecção nacional, se possível ainda pertencer a um colosso do hóquei mundial.

 

Foto: Paula Brites Cunha

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha9