a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Sporting CP vence com ...

sábado , Dez. 15 2018
386

UD Oliveirense é Campeã ...

sábado , Dez. 15 2018
74

Lisboa vence Torneio ...

sábado , Dez. 15 2018
60

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56067

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23963

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19226

João Souto (UD ...

quinta , Jan. 19 2017
1219

ACD Gulpilhares procura ...

terça , Set. 29 2015
932

Orlando Fernandes e ...

terça , Jun. 28 2016
1253

Plurisports Barbeiro Pluriform

 MG 3926

Com grande intensidade, a Juventude de Viana recebeu no Monserrate o Sporting CP, perdendo por 6-3.
Moralizada pelos três triunfos consecutivos, a turma de Viana do Castelo foi surpreendida pelo golo de Toni Perez logo aos 3'.
A resposta dos vianenses apareceu aos 7' por Francisco Silva, que no minuto seguinte viram um livre direto ser desperdiçado por Ricardo Oliveira " Caio ".
Depois surgiu no jogo como tendo sido habitual para o Sporting CP, o " Salvador " Ângelo Girão que ate ao intervalo defendeu três lances de bola parada, dois de Francisco Silva e um de Luís Viana.

Por cima do jogo, a Juventude de Viana entrou na segunda parte muito forte e deu a volta ao marcador aos 6' por Arnau Xaus.
Em desvantagem a turma do Sporting CP carregou junto da baliza de Jorge Correia, enquanto que a Juventude de Viana sempre que podia "espreitava " o contra ataque.
Aos 16' a Juventude de Viana cometeu a sua décima falta, originando um livre direto que foi tecnicamente bem marcado por Ferran Font, colocando o marcador em novo empate, desta vez a duas bolas.
Jogado de ritmo louco, o Sporting CP fez a reviravolta por Pedro Gil, mas logo a seguir Remi Herman voltou a igualar.
Aos 19' o Sporting CP voltou a adiantar-se no marcador por Henrique Magalhães, num lance que motivos muitos protestos por parte dos vianenses que alegam e com razão que a baliza tinha sido arrastada antes da bola entrar.
A arbitragem passou a ser a principal atração do jogo e pela negativa, cometendo erros que prejudicaram em especial a Juventude de Viana.
Isso mesmo aconteceu aos 22' antes do Sporting CP chegar ao 5-3 por Toni Perez, ao deixar passar em claro uma falta a favor dos vianenses.
Perante os inúmeros protestos dos elementos da Juventude de Viana, Luís Camões foi expulso do banco, originado que a turma minhota joga-se com menos um jogador.
Esse fator foi aproveitado pelo Sporting CP para chegar ao 6-3 por Caio, segundos depois de Gustavo Lima ter falhado um livre direto.

Um bom bom que acabou por ser estragado pela dupla de arbitragem.

44455282 2099304543447145 8799987157386133504 o

Com duas jornadas ainda para disputar, a equipa de Sub-20 da UD Oliveirense, sagra-se campeã regional de Sub-20, prova organizada pela Associação de Patinagem de Aveiro e composta também com Clubes da AP Coimbra.
A equipa que tem como treinador Jorge Silva, soma por vitórias as partidas realizadas e apresenta o melhor ataque da prova com 63 golos apontados.
O seu mais direto adversário, a Sanjoanense soma duas derrotas, precisamente frente ao conjunto de Oliveira de Azeméis, que confirma desta forma o título regional nesta categoria.
Entrada com o pé direito, por parte de Jorge Silva (que esta temporada reforçou a equipa sénior de Renato Garrido), como técnico, logo no seu ano de estreia nestas andanças.

48390627 2382737415132392 706403506080186368 n

Disputou-se este sábado, no Pavilhão “Albano Mateus” no Entroncamento, o torneio de Natal Interassociativo em Sub-15, organizado pela AP Ribatejo e onde estiveram presentes as seleções de Sub-15 de Lisboa, Coimbra e Alentejo, com o selecionado Alfacinha a vencer este Torneio após vitória sobre o Ribatejo por 6-1.
Este Torneio, inserido na preparação das respetivas seleções distritais com vista ao Inter-regiões que se disputará junto à Páscoa de 2019, foi um teste ás respetivas seleções assim como um “apalpar de pulso” para perceber e melhorar as performances de forma a chegar ao inter-regiões nas melhores condições possíveis.
Pela manhã disputaram-se os jogos referentes às meias finais com Lisboa a vencer Coimbra por 10-0 e o Ribatejo a levar a melhor sobre o selecionado do Alentejo por 5-4.
A final disputada pela tarde opôs a seleção de Lisboa frente ao ribatejo com a seleção orientada por Rui Henriques a não facilitar perante os ribatejanos e a vencer por 6-1.

00001842

O ainda selecionador português de hóquei em patins, Luís Sénica, foi este sábado eleito presidente da direção da Federação Patinagem de Portugal (FPP), em ato eleitoral que se realizou no Porto.
A Lista A foi a única que apresentou candidatura para todos os Órgãos Sociais da FPP, já que a Lista B, liderada por Rui Mateus, apenas foi a votos para o Conselho Fiscal e Conselho de Disciplina.
Luís Sénica, que vai deixar o cargo de selecionador nacional, esclareceu que no início do ano começará a ser traçado o perfil do seu sucessor. "Vamos começar a discutir em janeiro o nome do novo selecionador. Queremos novas estratégias dentro do que está a ser praticado", referiu o novo presidente da Federação de Patinagem, que sucede a Fernando Claro.
Sénica acredita que "há muito trabalho a fazer pelo hóquei em patins" e garante que "nunca teve receio de arregaçar as mangas". "No hóquei em patins, ainda há muito a fazer. O hóquei é uma disciplina de grande potencial. O hóquei tem de continuar a lutar pelo seu espaço, mas isso tem de ser feito de forma harmoniosa e em conjunto", referiu.
Luís Sénica salientou ainda a necessidade dar uma maior projeção à patinagem, onde considera que existem "muitos atletas de excelência".

Fonte- Jornal “O Jogo”
Foto- FPP

festejos turquel new

A equipa de hóquei em patins do Benfica recebeu e venceu, este sábado, no Pavilhão Fidelidade, o Turquel por 5-1, em jogo da 10.ª ronda do Campeonato Nacional. As águias fecham com chave de ouro as partidas realizadas em casa em 2018.
Os minutos iniciais mostraram duas equipas a estudarem-se mutuamente, com poucas oportunidades de parte a parte. O Benfica tomava conta das rédeas do encontro, com o Turquel bem organizado em termos defensivos e a tentar levar perigo à baliza de Pedro Henriques em ataques rápidos.
O treinador, Pedro Nunes, perante tal dificuldade sentida pelo Benfica, pediu um desconto de tempo e este surtiu efeito, com o primeiro golo da partida, festejado nas bancadas do Pavilhão Fidelidade.
Aos 13’, Adroher bateu Diogo Almeida ao finalizar mais uma boa jogada coletiva das águias. Esta apareceu segundos depois de uma dupla oportunidade que Ordoñez e o próprio Adroher haviam tido.
Após o primeiro tento na partida, Sérgio Silva esteve perto do empate para o Turquel. Ao susto, respondeu o Benfica com um disparo ao poste da baliza do guarda-redes Diogo Almeida. Após primeiros minutos de estudo mútuo, o ritmo em pista aumentava.
Até ao intervalo, os encarnados continuaram a visar a baliza defendida por Diogo Almeida, mas o resultado de 1-0 não se alterou.
Curiosamente, apesar das alterações no cinco que iniciou a etapa complementar, o Benfica manteve-se mais ofensivo, com o Turquel a responder com um setor defensivo sólido e saídas rápidas e perigosas para o contra-ataque.
Aos 31’, um erro defensivo do Turquel isolou Vieirinha que desperdiçou uma clamorosa oportunidade para colocar o resultado em 2-0 para as águias. No mesmo minuto, Luís Silva carregou Vieirinha em falta, a equipa de arbitragem mostrou-lhe o cartão azul e livre direto para o Benfica. Ordañez colocou toda a sua técnica na pista, mas não conseguiu enganar Diogo Almeida.
No seguimento do lance do livre direto, o Benfica recuperou a bola por Diogo Rafael, o português passou a Ordoñez, que inventou um golo cheio de técnica e classe.
Sem tempo para respirar, o Benfica aumentou a contenda. Desta feita Ordoñez assistiu Adroher e o espanhol encostou para mais no Pavilhão Fidelidade aos 32’.
O jogo parecia resolvido, mas o Turquel mostrou que estava longe de atirar a toalha ao chão...
À passagem dos 34’, o capitão Daniel Matias, com uma stickada já dentro da área, reduziu o marcador na Luz.
Segundos depois, Diogo Rafael respondeu com um remate de raiva. Descaído para esquerda, o camisola 4 rematou cruzado sem hipóteses para Diogo Almeida.
O 4-1 espelhado no placard não fez o baixar o ritmo em pista. Bola cá, bola lá, as duas equipas tentavam marcar mais golos e colorir ainda mais o marcador.
Aos 46’, Diogo Rafael concluiu com mestria uma jogada coletiva de envolvimento, com várias trocas de bola e em que o esférico circulou entre todos os jogadores.
O Benfica soma 23 pontos na classificação e fecha o ano de 2018 com a deslocação à casa da AD Oeiras, em jogo antecipado da 11.ª jornada. A partida tem lugar na quinta-feira, dia 20 de dezembro, às 19h30.

Fonte/Foto – SL Benfica * Texto- Marco Rebelo * Fotos- Isabel Cutileiro / SL Benfica

48375512 756301771375105 345621511572291584 n

O SC Tomar voltou a somar mais um empate, (1-1),o quarto consecutivo, desta feita na receção ao Valongo em jogo que contou para a décima jornada do nacional da 1.ª divisão.
Jogo pautado pelo equilíbrio, embora com o SC Tomar a ter mais posse de bola, mas acima de tudo um confronto entre duas equipas que atravessam um mau momento na tabela classificativa, e isso refletiu-se neste encontro, com as duas formações a respeitarem-se em demasia e a privilegiar as defesas em detrimento dos ataques.
Dois conjuntos que temeram mais a derrota que uma eventual vitória, acabou por pautar o jogo nos cinquenta minutos da partida e onde os guarda redes acabaram por ser os elementos em maior evidência.
Foi o SC Tomar a ter a primeira grande oportunidade, na sequência de uma grande penalidade, mas João Sardo permitiu a defesa de Leonardo Pais.
Numa fase de ligeira ascendência do SC Tomar seria o Valongo a inaugura o marcador numa jogada de contra ataque com Pedro Mendes a dar o melhor seguimento à bola e a fazer 0-1, corria o minuto treze.
Seria já à entrada do último minuto do primeiro tempo que o SC tomar chegou ao empate, por Hernâni Diniz, na marcação de um LD. O Valongo poucos segundos depois dispôs de um LD após um Azul mostrado a Pedro Martins, mas Diogo Fernandes, chamado a converter não conseguiu enganar o guardião tomarense.
Segunda parte onde as formações primaram pela posse de bola e sempre à espreita de um erro contrário para poder surpreender.
Foi o SC Tomar que teve mais perto de poder ampliar o marcador, mas por isto ou por aquilo a bola teimosamente foi fugindo do destino.
Com o aproximar do términus do jogo, percebeu-se a preocupação das duas equipas em tentar congelar a bola, numa perspetiva, acima de tudo, de não serem surpreendidas.
Empate que acaba por se aceitar, num jogo entre dois conjuntos que tudo fizeram para não perder, e conseguiram o objetivo, falhando ambas, no entanto em termos atacantes, acabando por serem penalizadas, e terem assim que dividir os pontos.

Foto- Ricardo Rodrigues

FPP banner txt small

O Conselho de Disciplina da FPP, em comunicado, abriu um inquérito ao jogador do Cartaipense, Carlos Rodrigues perante aos acontecimentos ocorridos no jogo entre o HC Marco e o Cartaipense.
Recorde-se que nesse jogo, o Cartaipense queixa-se de os seus jogadores, um deles Carlos Rodrigues, ter sido provocado e agredido no acesso aos balneários.
Do lado oposto, o HC Marco argumenta que foi o referido jogador que provocou toda a situação, referindo e negando qualquer agressão por parte dos atletas do HC Marco.

cart

Fonte: FPP

2018 Vitor PereiraO treinador Vitor Pereira por mutuo acordo deixou o comando técnico da turma do Infante Sagres.
Com nove jornadas cumpridas, o Infante Sagres está um pouco distante dos objectivos traçados, encontrado-se neste momento em lugar de despromoção com apenas dez pontos.
Ao longo das nove jornadas sob o comando de Vítor Pereira, o Infante Sagres conseguiu três vitórias ( AD Limianos, Porto B e AA Coimbra ), uma igualdade com o HA Cambra e cinco derrotas com o HC Maia, CD Povoa, Juventude Pacense, Valença HC e AD Sanjoanense.

Resta aguardar pela decisão da direção do Infante Sagres em relação ao novo treinador, sendo que a mesma solução pode até estar dentro do próprio clube.

drjoaorodriguesFCB1O Barcelona, campeão europeu em título, venceu os argentinos do Concepción, vice-campeão sul-americano, por 7-2, e juntou-se ao FC Porto na final da Taça Intercontinental de hóquei em patins que decorre em San Juan, na Argentina.

João Rodrigues, antigo jogador do Benfica, apontou três dos sete golos da equipa espanhola.

2018 Porto InterO FC Porto apurou-se hoje para a final da Taça Intercontinental de hóquei em patins, ao vencer os argentinos do Murialdo, por 7-5, em San Juan, na Argentina.
Hélder Nunes (05 e 34 minutos), Rafa (05 e 09), Gonçalo Alves (25), Reinaldo Garcia (46) e Giulio Cocco (47) fizeram os golos dos 'dragões', que viram os campeões sul-americanos marcar por Joaquin Vargas (06), Julian Tamborindegui (14, 20 e 45) e German Nacevich (38).

Na final, o FC Porto vai defrontar os espanhóis do FC Barcelona, campeões europeus, ou os argentinos do Concépcion, vice-campeões sul-americanos.