a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Portugal conquista Taça ...

domingo , Abr. 21 2019
227

XI Torneio “Cidade de ...

domingo , Abr. 21 2019
67

2.ª D- Empate com ...

domingo , Abr. 21 2019
67

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56589

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24568

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19613

VI Torneio Cidade do ...

quinta , Jun. 18 2015
853

Moçambique- Estrela ...

quinta , Abr. 19 2018
269

Fernando Jorge ...

quinta , maio 19 2016
1372

DI Q

57398537 2562658523808476 2029409082862993408 n

A seleção de Portugal conquistou a 68ª edição da Taça das Nações ao vencer na final a Argentina por 5-3.

Foi a 19ª conquista da seleção de Portugal da prova mais antiga da modalidade.
Uma grande exibição portuguesa foi o suficiente para superar uma Argentina que defendia o titulo conquistado na edição anterior.
Para Portugal o inicio forte foi determinante, com Henrique Magalhães a fazer o 1-0 aos 3' e Rafael Costa aos 9' o 2-0.
Aos 11' a Argentina reduziu por Lucas Ordoñez de livre direto, mas antes do intervalo, Portugal fez o 3-1 por Gonçalo Alves aos 19'.
Na segunda parte a Argentina entrou disposta a lutar pelo resultado, acabando por chegar ao empate com um bis de Lucas Ordoñez.
Com a igualdade, Portugal mostrou superioridade e chegou ao triunfo com dois golos de João Rodrigues, fazendo o 5-3 final.

Acabou por ser uma prova de fogo de Portugal que conseguiu " roubar " o titulo à Argentina que na sua seleção tem sete jogadores a jogar em Portugal.
Foi a melhor estreia do novo selecionador de Portugal, Renato Garrido.
No terceiro lugar ficou a Itália que venceu Angola por 7-1, a França em quinto depois de derrotar a Espanha por 4-2 e por fim Montreux em sétimo ao superar a Suíça por 4-2.

0000

57418974 2125341074181765 1310035192160714752 o

Terminou mais uma edição do Torneio Internacional “Cidade de Tomar” que este ano comemorou a sua 11.ª edição, e que para variar juntou equipas jovens de vários pontos do país.
Trêas dias onde a animação esteve sempre presente de mão das com a competitividade que os jovens atletas puserem em rinque sempre na busca do triunfo das suas equipas.
Sorriram no fim, umas mais que outras, mas ficou a certeza que o respeito e a amizade prevaleceram no fim.
30 jogos onde participaram 20 equipas de Benjamins até Sub-20, a que se juntaram as j0vens formações de iniciação e Bambis num conjunto de cerca de mais de 200 atletas

tigres bancada

O jogo mais importante e que mexia diretamente nos lugares d afrente jogou-se num “Alfredo Bento Calado” praticamente lotado com o resultado final cifrar-se num empate a 5 bolas.
Jogo, como se esperava, de duas equipas a quererem vencer, e foi a formação da casa a adiantar-se no marcador ao chegar ao 2-0. A reação do Alenquer fez-se sentir e ainda antes do intervalo fez a reviravolta chegando ao 2-3.
Veio o segundo tempo, jogo electrico, oportunidades para os dosi lados e é a formação ribatejana que volta a dar a volta ao marcador ao chegar ao 5-4, mas a vontade da equipa que viajou da Vila Presépio em não sair de mão a abanar e praticamente ficar fora da luta de subida, deu frutos, com a formação de Ganchas a chegar ao empate.
Valeu, a entrega dos jogadores a vontade de querer vencer, e a incerteza no resultado até final.
Agora e após 23 jornadas o “HC “Os Tigres” lideram com 55 pontos, seguidos de AE Física “ e S Alenquer B (ambas com 46 pontos mas menos um jogo)
Os tentos do HC “Os Tigres” forma anotados por Filipe Bernardino, “Xavi” Lourenço, “Keké” e Frederico Neves. DO lado do S Alenquer B “Marinho” fez hat trick, com Tiago Losna e Francisco Contins a fecharem as contas.

Foto. Jornal “O Almereirinense”

57308940 321053045222427 2205434559393169408 n

A AA Coimbra voltou a fazer "estragos" no minho, desta vez em Famalicão, onde somou uma importante vitoria diante o Famalicense por 5-3.
A formação de Coimbra a efetuar uma grande segunda volta do nacional da segunda divisão zona norte, onde até ao momento obteve vinte pontos, contra os oito pontos alcançados na primeira volta, foi a Famalicão vencer e manter acesa a luta pela manutenção.
Com uma exibição segura, a AA Coimbra entrou forte e com naturalidade chegou ao 2-0 com golos de Daniel Homem e Gonçalo Oliveira.
Antes do intervalo, o Famalicense reduziu por Rui Silva " Folhetas ", dando algum alento aos minhotos para a segunda parte.
No entanto a AA Coimbra voltou a marcar primeiro, por Alexandre Santos, mas o Famalicense conseguiu empatar Serafim Silva e Rui Silva " Folhetas ".
Sabendo que tinha de pontuar, o conjunto de Coimbra acreditou e nos últimos minutos conseguiu obter o triunfo com tentos de Alexandre Santos e Gonçalo Oliveira.
Com apenas três jornadas para o fim da prova, o Famalicense que caiu para o oitavo lugar com trinta e dois pontos terá de pelo menos vencer um dos jogos que faltam ( AD Limianos, Sanjoanense e Infante Sagres ) para assegurar rapidamente a manutenção.
Em sentido contrario, a AA Coimbra atualmente com vinte e oito pontos, sabe que as três ultimas jornadas, fora com o CH Carvalhos e Valença e em casa com o Lavra, são autenticas finais para a permanecia na segunda divisão.
Neste momento a AA Coimbra está acima da linha de descida, tendo atrás de si o CD Povoa com menos um jogo e com vinte e cinco pontos.
Em caso de igualdade entre CD Povoa e AA Coimbra a vantagem é da Briosa que venceu em casa por 5-3 e perdeu na Povoa por 5-4

Foto: José Gomes / Hóquei Minhoto

0000

limianos hc maia

O Municipal de Ponte de Lima recebeu o jogo de aflitos entre a AD Limianos e o HC Maia, tendo o triunfo pertencido aos minhotos por 4-3, com o golo e a vitoria a surgir ultimo segundo da partida.

Em zona de descida, o HC Maia sabia que tinha de pontuar e por isso adiantou-se aos 12' no marcador por António Cruz.
O autor do golo do clube da Maia aos 17' viu o cartão azul, originando um livre direto que José Pedro Carvalho não aproveitou.
Mas aos 21' José Pedro Carvalho chegou ao empate, fazendo o resultado ao intervalo.
Na segunda parte, António Cruz aos 10' voltou a colocar o HC Maia na frente do marcador, depois de José Pedro Carvalho ter falhado um livre direto.
A AD Limianos não tremeu e deu a volta ao resultado, primeiro aos 14' por Pedro Braga de livre direto e depois aos 15' por José Pedro Carvalho.
Logo a seguir os minhotos fizeram a décima falta, situação que de livre direto foi aproveitada por António Cruz para fazer novo empate.
Com a igualdade, ambas as equipas não arriscaram muito, procurando jogar no erro para criar perigo até que nos últimos minutos a emoção apareceu e de que maneira.
Aos aos 23' Pedro Braga falhou um livre direto, a oito segundos do fim António Cruz fez o mesmo e em cima do apito final, a loucura completa para os minhotos com José Pedro Carvalho a fazer o 4-3.

Perante este desfecho da 23ª jornada, a AD Limianos passou a somar vinte e oito pontos, contra os vinte e dois do HC Maia.
Na próxima jornada, a AD Limianos desloca-se a Espinho e o HC Maia recebe a Sanjoanense.

Foto: Bruno Machado

0000

58372979 2560011520739843 2538625254494830592 n

Emotiva foi a meia final da Taça das Nações proporcionada pela Argentina e por Angola, com a vitória dos argentinos a acontecer por 4-3.
Apesar de um bis de Lucas Ordoñez ter colocado a Argentina a vencer, Angola soube reagir antes do intervalo e chegar ao empate por Martin Payero e João Pinto.

No segundo tempo "Eze" Mena voltou a dar vantagem à Argentina, mas uma vez mais Angola respondeu aos 16' com Martin Payero a igualar.
A Argentina passou de novo para a frente aos 17' por Lucas Ordoñez de grande penalidade.

Em desvantagem, Angola arriscou tudo, jogando inclusive sem guarda redes na tentativa de chegar de novo ao empate, mas sem sucesso.

Assim a Argentina volta à final da prova e de novo com Portugal.
Para terceiro e quarto lugar, jogam Angola e Itália.

00

PESTANAS FORMANDUM Nova

Formação em Extensão + Permanente + Pintura de Pestanas.

     

    

  

Aprenda com este WorkShop de 12h (4+4+4) estas três técnicas cada vez mais procuradas.
Marque a diferença com estas técnicas avançadas.

Inscreva-se até dia 29 de Abril e receba gratuitamente um Voucher de um WorkShop Auto Maquilhagem Light com a duração de 4 horas.

Informe-se AQUI

 

 

57716586 657887681317377 2574382381947420672 n

A Sanjoanense venceu o Porto B por 8-5 e voltou a " descolar " no primeiro lugar, dos seus perseguidores, caso do CH Carvalhos e do HA Cambra que entre si empataram a quatro bolas.

Com a conjugação dos resultados, a AD Sanjoanense passou a ter mais dois pontos sobre o segundo classificado, o CH Carvalhos e mais três que o HA Cambra que tem mais um jogo realizado.
Diante o Porto B, a formação de Vitor Pereira sentiu dificuldades, apesar de ter ganho uma vantagem de dois golos por Alex Mount.
Os portistas responderam e ate ao intervalo colocaram o marcador em 3-2 com tentos de Nuno Paiva e João Lima.
Pelo meio Tiago Almeida fez o terceiro golo da Sanjoanense.

No segundo tempo os locais controlaram o resultado, mesmo quando o Porto B alcançou o 5-4.
Apontaram na segunda parte para a Sanjoanense, Alex Mount (2), Xavier Cardoso (1), José Almeida (1) e Pedro Cerqueira e para o Porto B, Dinis Abreu (2) e Miguel Gonçalves.
Na liderança está agora a AD Sanjoanense, isolada com quarenta e nove pontos, enquanto que o Porto B, continua com trinta e três pontos.
Para a próxima ronda a Sanjoanense desloca-se ao HC Maia e o Porto B, recebe o CD Povoa.

Foto: António Anacleto

00

portugal italia

Sofreu muito, mas Portugal está na final da Taça das Nações, depois de superar a aguerrida seleção de Itália por 3-2.

Ao longo de todo o jogo foi notório algum cansaço de Portugal, fator que condicionou a prestação lusa que não contou com o lesionado Telmo Pinto.
Perante uma boa organização defensiva de Itália, a seleção portuguesa só aos 22' conseguiu abrir o marcador de livre direto por Gonçalo Alves.
A vantagem durou poucos segundos, porque a Itália empatou de livre direto por Francesco Compagno, fazendo o resultado ao intervalo.

No segundo tempo, aos 14' Rafael Costa voltou a colocar Portugal na frente, mas a exemplo da etapa inicial, a Itália reagiu e igualou aos 19' por Davide Banini.
Aos 21', Portugal fez o 3-2 por Jorge Silva a aproveitar bem a bola na área italiana e podia ter acabado com o sofrimento final se João Rodrigues tivesse aproveitado um livre direto a seguir.

A seleção de Portugal volta a marcar presença na final, esperando pela Argentina ou Angola como adversário.

0000

57314227 2559143790826616 4493994169236193280 n

Arredada das meias finais, a Espanha jogou diante o Montreux e assegurou a decisão do quinto lugar com França, depois de aplicar uma goleada por 10-1.
Um jogo sem historia tal a superioridade da jovem seleção espanhola que assim vai jogar pela primeira vez um lugar fora dos quatro primeiros da Taça das Nações.
Os golos pertenceram a Sergi Aragonès (2), César Carballeira (2), Martí Casas (2), Jordi Burgaya (2), (2), Sergi Llorca (1) e Marc Julià (1) para a Espanha e o tento de honra do Montreux foi alcançado por Albert Soler.
Assim Espanha e França vão jogar para o quinto e sexto lugar, enquanto que a Suíça e Montreux para o sétimo e oitavo.

00