a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Francisco Santos e ...

sexta , Ago. 23 2019
52

Paulo Freitas- ...

sexta , Ago. 23 2019
56

Reinaldo Garcia, o novo ...

sexta , Ago. 23 2019
228

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57147

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25072

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20039

Gonçalo Marcelino deixa ...

sexta , Jul. 21 2017
1243

FPP- Sorteio dos 32 Avos ...

segunda , Jan. 18 2016
1532

Miguel Rocha- “É uma ...

quarta , Abr. 10 2019
130

interioresinteriores

30Itália

Itália- 5 * França- 4

A Itália venceu esta tarde a equipa gaulesa por 5-4 numa partida onde os postes e a sorte esteve quase por inteiro do lado transalpino.
A França a voltar a mostrar um hóquei alegre e incisivo deixou a Itália à beira de um ataque de nervos em particular na primeira parte com a formação de Fabien Savreux a adiantar-se no marcador por intermédio de Cirilo Garcia obrigando o conjunto italiano a subir a linhas e a abrir espaços no seu meio rinque defensivo que foi sempre bem explorado pelos avançados gauleses.
Últimos cinco minutos deste primeiro tempo com emoção e golos com a equipa italiana a empatar aos 14 minutos, mas a resposta dos Franceses a ser célere por intermédio de Florent David no minuto seguinte. A França a segundos do intervalo voltava a marcar por Carlos de Benedetto e colocava os gauleses a vencer por 3-2.
Segunda metade com início demolidor dos italianos. Ainda assim foi a França que aumentou para 4-2 por Carlo de Benedetto logo aos treze segundos de jogo e deixou no ar a esperança de Portugal poder sonhar. Mas a sagacidade e pontaria dos transalpinos foi demolidora com David Montaran aos 2 minutos a reduzir para 3-4 e Massimo Tataranni a dar a volta ao resultado e a bisar aos 4 e 6 minutos deste segundo período.
Até final foi a França que começou a ssumir as despesas frente a uma equipa que a vencer fez aquilo que é excelente a fazer: defendeu bem fechou as linhas ao ataque gaulês e defendeu com unhas e denbtes esta magra vantagem. Conseguiu e assim é a Itália agora que espera que Portugal faça a gracinha de pelo menos empatar com a Espanha para poder fazer uma festa que lhes foge desde 1990 em Lodi.

Árbitros: Miguel Guilherme (Portugal), Rui Torres (Portugal) e Roland Eggimann (Suíça)

Itália: Leonardo Barozzi (GR), Federico Ambrosio, Davide Motaran (2), Massimo Tataranni (2)e Domenico Illuzzi; Leonardo Squeo; Alessandro Verona, Marco Pagnini (1), Mattia Cocco, Riccardo Gnata (GR)
Treinador: Massimo Mariotti

França: Xavier Tanguy (GR), Cirilo Garcia (1), Wilfried Roux, Carlo Di Benedetto (2) e Florent David (1); Mathieu Le Roux, Anthony Le Roux, Corentin Turluer, Corentin Le Polodec, Alan Audelin (GR)
Treinador: Fabien Savreux

Foto: Mariza Cattini