a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Cabestany- “esta é uma ...

sexta , Jan. 24 2020
79

Miguel Vieira- “jogar o ...

sexta , Jan. 24 2020
92

Raul Marín poderá estar ...

sexta , Jan. 24 2020
154

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58061

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25940

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20671

2.ª D- HC "Os Tigres" a ...

segunda , Abr. 29 2019
307

AA Coimbra- “Verão sobre ...

quinta , Abr. 14 2016
1125

HC Santiago na eminência ...

terça , Set. 11 2018
1055

interioresCabeleireiro ESS Q

DSC 0023

Teve inicio esta quinta-feira a 3.ª Edição do Eurockey em Sub-15 que se está a realizar em Vilanova- Catalunha e que se prolongará até Domingo, dia 2 de Novembro.
As duas formações que estão a representar Portugal nesta edição e que reúne as melhores equipas europeias deste escalão ditou sortes diferentes para a AE Fisica e o Sporting CP.
A equipa de Torres Vedras, a AE Física que está inserido no Grupo A, venceu o RSC Uttigen, segundo classificado do campeonato suíço na passada temporada por 3-1.
O triunfo português só ficou garantido na segunda parte do desafio. Ao intervalo registava-se uma igualdade a uma bola mas na segunda metade do encontro e depois de a formação suiça ter desperdiçado um LD a castigar um CA mostrado a um jogador da AE Física, a formação torreense adiantou-se no marcador e seria mesmo a equipa de Bruno Goucha que faria o 3-1 por intermédio de Miguel Fortunato a aproveitar um erro na defesa do Uttigen e a garantir assim os 3 pontos em disputa.
A formação leonina que na passada edição disputou a final que perderia para o Réus, entrou com o patim “Esquerdo” na competição ao perder frente ao conjunto Catalão e vice-campeão espanhol, o SHUM por 3-1.
A exemplo do que aconteceu com a equipa da AE Física, a formação leonina encontrava-se empatada a 1 bola quando recolheram aos balneários, mas com um início da etapa complementar algo atípico, sofreria dois golos no espaço de um minuto que acabaria por ditar a derrota à formação orientada por João Baltazar.
David Roch, Isaac Fernández y Adrià Oliveras foram os autores dos três golos catalães com Gustavo Pato a ser o autor do único golo da equipa verde e branca.

5-GRUPS-PARTITS4