a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Terceira edição do ...

quinta , Fev. 02 2023
20

Dragões marcam passo em ...

quinta , Fev. 02 2023
15

3.ª D- Série C- ...

terça , Jan. 31 2023
24

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62973

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31836

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25821

Espanha: Barcelona vence ...

terça , maio 19 2015
1860

Paulo Dias (HCS)- ...

sexta , maio 27 2016
3540

“Quim Zé” substitui ...

terça , Mar. 07 2017
3177

4 Tec Massagem 27 Fev

11001395 1588635144682280 1779872990 o

No jogo entre duas equipas que lutam pela permanência na divisão maior do campeonato português, o Carvalhos conquistou tres pontos no reduto da AD Sanjoanense, vencendo por 5-4.
O CH Carvalhos apresentou-se em S. João da Madeira com a lição bem estudada, e conseguiu anular os pontos fortes da equipa de Vítor Pereira, mormente na primeira parte chegando ao intervalo a vencer por 2-1, fruto de um jogo inteligente e a conseguir mesmo “amarrar” a formação da casa durante este período. Foi a formação forasteira a primeira a marcar, por intermédio de André Matos logo ao minuto inicial, com Chico Barreira a empatar aos dez minutos. José Almeida de LD a castigar um cartão azul mostrado a João Oliveira colocou a formação dos Carvalhos a vencer por 2-1.
Na segunda metade e com o equilíbrio a ser nota dominante na partida, tres minutos de distracção da equipa da Sanjoanense criou um fosso no marcador. Tiago Pimenta e José Almeida a marcarem no espaço de um minuto e a elevarem o marcador para 4-1 e poucos minutos depois (aos 14 minutos) é a vez de Bruno Pinto colocar o marcador em 5-1, para a formação orientada por Rui Fernandes.
A partir desse momento a equipa da Sanjoanense a tomar conta das ocorrências, e a encostar a formação visitante ao seu meio rinque. Últimos minutos de pressão da equipa alvinegra que conseguiu reduzir para 4-5 por intermédio de Afonso Santos e João Oliveira, mas já sem tempo para chegar no mínimo ao empate, que por aquilo que fez era o resultado mais justo.
Com este resultado a equipa do Carvalhos ultrapassou a formação da Sanjoanense na classificação, somando agora 12 pontos, mais um que a equipa de Vítor Pereira.