a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Resumo do jogo ...

domingo , Mar. 24 2019
179

Turquel e Juv Viana ...

domingo , Mar. 24 2019
60

Ivo Silva reage ao ...

domingo , Mar. 24 2019
496

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56493

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24479

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19558

Juv Viana mostrou-se à ...

sábado , Set. 08 2018
459

16.ª Edição do Torneio ...

sexta , Set. 29 2017
1274

UD Oliveirense sagra-se ...

sábado , Jan. 24 2015
1371

Tui Na

2.ªDivZonaNorte

Disputou-se este fim de semana a 19.ª Jornada do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão - Zona Norte, com o destaque a ir para a derrota do Espinho em Braga por 7-5 e da vitória do CI Sagres em Paços de Ferreira por 1-3. Com esta conjugação de resultados e após ter vencido o seu encontro por 2-4 em Cucujães, o HA Cambra acabou por ficar na liderança, isolado com 40 pontos. 

Escola Livre 6-3 HC Mealhada
Na Escola Livre, houve vitória da equipa da casa, que venceu o encontro por 6-3, numa partida que embora equilibrada no primeiro tempo, acabou por ser vencida pela equipa de Rui Batista. A Escola Livre foi mais forte na segunda parte, conquistando assim mais três pontos, somando agora 29 pontos, que lhe permitem seguir na 8.ª posição, enquanto o HC Mealhada voltou a perder, estando no último posto, com 5 pontos.

Riba d’Ave 3-2 Famalicense AC
Em Riba d’Ave houve dérbi entre vizinhos e rivais, com a equipa de Horácio Ferreira a mostrar-se, novamente, mais forte no duelo com equipas minhotas, vencendo por 3-2. Num encontro muito equilibrado, a 1.ª parte terminou com um empate a uma bola, mas na segunda metade do encontro, Vitor Hugo e Ricardo Lopes marcaram dois para o Riba d’Ave, enquanto o FAC apenas marcou por uma vez por “Chumbinho”. O Riba d’Ave até poderia ter aumentado a diferença, tendo desperdiçado três livres diretos e um penalti, além de outras ocasiões, mas ainda assim conseguiram vencer, somando agora 32 pontos, que permitem ao RACH seguir no 5.º lugar. Já o Famalicense com esta derrota, continua no 10.º lugar, com 25 pontos.

Juv. Pacense 1-3 CI Sagres
Na capital do móvel, aguardava-se com expetativa por esta partida, pois poderia dar lugar a mexidas na tabela classificativa, mas aqui a equipa de Paulo Castanheira foi mais eficaz, vencendo por 1-3. Tomás Castanheira voltou a destacar-se como o artilheiro de serviço, com três golos apontados, enquanto pelo Pacense, apenas Gil Vicente marcou, numa partida que como se previa, foi marcada pelo equilíbrio. Com este resultado, o CI Sagres subiu ao 2.º lugar, embora ainda a dois pontos de distância da liderança, agora ocupada pelo HA Cambra, enquanto a Juv. Pacense ficou mais distante da frente, somando os mesmos 34 pontos, que dão o 4.º lugar.

HC Braga 7-5 AA Espinho
Em Braga houve vitória da equipa da casa, que embora tenha sido frente ao líder, acaba por não ser assim tão surpreendente, tendo em conta as últimas partidas da equipa de Vitor Silva. Os bracarenses venceram por 7-5, retirando a liderança à AA Espinho, que com este resultado caiu para o 3.º posto. Numa partida altamente emotiva e após uma primeira parte muito equilibrada, o HC Braga foi mais forte na 2.ª parte do encontro, acabando por ficar com os três pontos. Fica assim confirmada a recuperação do HC Braga, que a pouco e pouco vai subindo alguns lugares, estando já no 6.º lugar, com 32 pontos, enquanto a AA Espinho caiu para o 3.º lugar, ficando com os mesmos 37 pontos.

CD Cucujães 2-4 HA Cambra
O HA Cambra tinha nesta jornada uma complicada deslocação, pois jogava na Vila do Couto, onde é sabido que não é fácil pontuar. Ainda assim, a equipa de Ricardo Geitoeira foi mais forte e acabou mesmo por vencer por 2-4, acabando por beneficiar posteriormente da derrota da AA Espinho, para assumir a liderança isolada da classificação, com 40 pontos. Álvaro Pinto (2), Dani Bastos e Nuno Maia, marcaram pelo Cambra, enquanto pelo CDC, Marcelo Santos e Miguel Oliveira fizeram o gosto ao stick, com o CD Cucujães a cair para o 13.º lugar, estando agora em lugares de despromoção.

GDC Fânzeres 4-3 ACR Gulpilhares
Em Fânzeres, também se disputava uma importante partida, nas contas pela fuga à despromoção. Aqui, o GDC Fânzeres foi mais forte e venceu por 4-3, numa partida muito disputada e com emoção até final. Cláudio Lima, João Truta e Hugo Barbosa marcaram pela equipa de José Pimenta, enquanto pela ACR Gulpilhares os golos chegaram por João Santos, Tiago Silva e Rafael Pinto. Com esta vitória, o GDC Fânzeres melhorou a sua situação, ao somar 17 pontos, que permite deixar a linha de água ainda mais longe. Já a ACR Gulpilhares mantém-se no penúltimo posto, com 11 pontos, ficando em situação ainda mais difícil.

CRPF Lavra 4-5 HC Marco
Outra das surpresas da jornada, veio de Lavra, com o CRPF Lavra a ser surpreendido em casa pelo HC Marco, que conseguiu vencer por 4-5. O Marco entrou melhor na partida e conseguiu uma vantagem de dois golos, mas o Lavra reagiu bem e conseguiu virar o encontro para 3-2 ainda antes do intervalo. Ainda assim, os visitantes foram mais fortes no segundo tempo e com três golos conseguiram conquistar três importantes pontos na luta pela manutenção, somando agora 17. Já o CRPF Lavra voltou a marcar passo, mantendo os 26 pontos, caindo agora para o 9.º lugar da classificação.

Resultados

Classificação