a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Alexandre Duarte renovou ...

quarta , Jul. 15 2020
5

Uma Família de Campeões

quarta , Jul. 15 2020
4

“sempre sonhei treinar ...

quarta , Jul. 15 2020
17

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59026

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26882

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21402

Brasil - Class. ...

terça , Abr. 07 2015
1687

FC Porto perde ...

segunda , Dez. 17 2018
535

Famalicense - Luís ...

domingo , maio 27 2018
647

pluri unhas J

P9200552

AD Valongo – SL Benfica 4-4

Partida a abrir a segunda jornada do Torneio em Turquel e que opôs o AD Valongo –SL Benfica.
Depois da derrota do Valongo ontem frente ao HC Turquel por 4-0 e o empate dos encarnados perante a Oliveirense, a equipa de Pedro Nunes partia como favorita a vencer este encontro.
E a té começou bem a formação lisboeta que chegou ao 3-0 a meio deste primeiro período. Fase mais bem conseguida dos encarnados, perante um Valongo a sentir dificuldades para travar os avançados do Benfica. No entanto o Valongo consegue reduzir ainda antes do intervalo por intermédio de “Xavi”.
Segunda parte totalmente diferente, com um Valongo descomplexado e a deixar patente toda a irreverência da juventude que ali pulula, surpreendendo um Benfica, algo displicente e que confiou demais no sortilégio do jogo.
A equipa de Paulo Pereira chega ao empate a 3 bolas e pouco depois coloca-se na frente do marcador para surpresa daqueles que esperavam um triunfo, com mais ou menos dificuldades do Benfica.
Paulo Pereira, o técnico do Valongo a cinco minutos do final e a vencer por 4-3 faz mesmo entrar o seu guardião suplente para esta partida, Rui Mendes, que ainda à poucos dias se sagrou campeão europeu de Sub-17. Desassombro só para quem não conhece o projecto do Valongo. Paulo Pereira sem receios e a deixar patente que é pela “cantera” que se tem que perfilar o futuro do Valongo.
O Benfica chega ao empate, mas foi do Valongo a grande oportunidade para somar os três pontos, não fosse Henrique Magalhães desperdiçar um LD, a castigar um CA mostrado a Marc Torra a trinta segundos do final da contenda.
Empate que se aceita muito em particular pela excelente segunda parte do Valongo que não baixou os braços, trabalhou e mereceu este empate.

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação