a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

FC Alverca termina com ...

segunda , maio 23 2022
53

Tiago Almeida deve ...

segunda , maio 23 2022
31

Play- Off – Resumo do SC ...

segunda , maio 23 2022
18

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61970

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30699

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24906

Jogo entre aflitos ...

segunda , Abr. 04 2022
138

Hugo Costa renova pelo ...

segunda , Jul. 02 2018
1008

Ivo Menezes reforça os ...

segunda , Jul. 23 2018
1109

ventosaterapia

2Nob8X0Qdj9OsUwFxMUQBgCEy1E8HGpaUIsJCi7WtmpwYaUkZieItaO76feGYm3RfhEIMm

HC Turquel – Réus Deportiu 2-3

O Turquel não conseguiu evitar a derrota frente ao Réus em jogo que contou para a primeira mão dos oitavos de final desta edição da Taça CERS, perdendo frente ao finalista da passada temporada por 3-2.
Com o Pavilhão do Turquel a registar uma excelente molde humana, faltou uma pontinha de sorte ao conjunto de João Simões para sair deste primeiro confronto frente aos catalães, com um resultado positivo.
Primeira parte dividida com os dois guarda redes a mostrarem-se em grande forma, evitando males maiores para as suas cores. No entanto foi o Réus que inaugurou o marcador por intermédio de Rubio Xavi aos 15 minutos de jogo, resultado que não se alteraria até ao intervalo.
Segunda parte com um inicio mais forte por parte do conjunto da casa que acaba por chegar ao empate por intermédio de “Xanoca”. Mas a resposta dos espanhois não demorou muito, já que pouco depois voltavam a ganhar vantagem no marcador com o 2-1 para o Réus a ser apontado por Matias Platero, Dois minutos depois mais um golo e para o Réus que faz o 3-1 por Raul Marin, faltavam então cinco minutos para o términus do encontro. A resposta do Turquel veio de seguida pelo setique de Pedro Vaz, que reduz para 3-2.
Até final maior pressão do conjunto “alvinegro” que teve várias oportunidades para empatar, a mais flagrante, a apenas 42 segundos para o apito final, com “Xanoca” a não conseguir enganar Roger Molina na marcação de um LD a penalizar a 10.ª falta dos espanhóis. A falta de estrelinha nos momentos cruciais acabaram por definir e selar o resultado deste encontro.
Agora resta ao Turquel chegar a Réus e surpreender a formação de Enrico Mariotti, num jogo que se espera de grande dificuldade para o conjunto luso.

Foto- Site do Réus Deportiu

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeCabelo