a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

“Um dérbi é um jogo para ...

sexta , Jan. 22 2021
96

A Liga Europeia Feminina ...

sexta , Jan. 22 2021
37

EHCA com posição comum ...

sexta , Jan. 22 2021
66

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59921

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27845

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22206

Pedro Nunes - "Jogo ...

sexta , maio 05 2017
876

CN Sub13 Norte A: FC ...

segunda , Mar. 07 2016
1556

Taça do Minho disputou ...

segunda , maio 22 2017
1063

2 Barbeiro

12033209 1613939995535737 6392847342024362994 n

HC Sintra – HCP Grândola 1-3

O Grândola pé ante pé vai mantendo a segunda posição no campeonato e vai mostrando jornada após jornada que não o acaso que faz com que a formação da “Vila Morena” esteja numa posição invejável. E se dúvidas houvesse, no passado sábado foram à Vila de Sintra infligir a primeira derrota caseira à formação orientada por Paulo Pantana.
Entrou melhor o Sintra que nos primeiros minutos encostou o Grândola ao seu meio rinque. Esse domínio inicial seria compensado com um golo apontado por Mauro Teixeira na transformação de uma GP.
Esse golo fez “arrebitar” o conjunto forasteiro que a partir daí equilibrou a partida e começou a incomodar de forma mais séria a baliza de Pedro Santos. Partida intensa, rápida e bem jogada de parte a parte, e é o Grândola que beneficia de um LD,mas que acaba por ser desperdiçado. Não aconteceu o golo aí, aconteceria pouco depois com António Pereira a chegar ao empate.
A formação local sentiu o golo, procurou nos minutos seguintes chegar novamente à vantagem, mas abusando das iniciativas individuais, acabaria por ser surpreendida por uma transição rápida da equipa visitante que chega à vantagem ainda antes do intervalo por intermédio de António Pereira que bisava assim na partida.
Numa segunda parte de jogo aberto e onde os dois guarda-redes foram amiúde chamados à liça, anulando uma atrás de outra as oportunidades que os avançados contrários iam criando, foi o Sintra a sentir a pressão do resultado e com isso a acabar por ser penalizado pela intranquilidade que a equipa ia mostrando dentro de rinque.
José Gonçalves tem oportunidade de aumentar a vantagem mas desperdiça um LD a penalizar um CA mostrado a Fábio Quintino. Mas a três minutos do final da contenda, José Bernardo faz o 3-1. Até final o Sintra procurou alterar a história do jogo, mas a não conseguir converter as oportunidades criadas, frente a um Grândola que esteve quase irrepreensível em termos colectivos.
Triunfo importante da formação de Nelson Mateus, num rinque difícil e frente a uma das mais qualificadas equipas deste campeonato, permitindo sonhar alto nesta edição da prova.

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação