a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Protocolo do Sistema de ...

quinta , Ago. 11 2022
48

Calendário da Elite Cup ...

quinta , Ago. 11 2022
73

WSE Continental Cup será ...

quarta , Ago. 10 2022
57

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62214

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31082

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25224

3.ª D- Sul- Parede passa ...

segunda , Nov. 09 2015
2784

Resumo do Sporting CP- ...

segunda , Nov. 12 2018
1081

Bruno Dinis reforça ...

segunda , Jul. 13 2015
4300

Curso Unhas de Gel Profissional 25h ed

FCPortoGuillem Cabestany F

«Técnico portista disse que a equipa conseguiu “recuperar as sensações de 2015” e fazer um grande jogo
Depois da vitória frente à Oliveirense (3-2), que permitiu ao FC Porto Fidelidade ultrapassar a formação de Oliveira de Azeméis na classificação e assumir o segundo lugar do Campeonato Nacional, com 27 pontos (ainda que com mais um encontro disputado do que o Óquei de Barcelos), Guillem Cabestany destacou “a grande segunda parte” que a equipa realizou, numa partida que assumia importância suplementar face ao que foi sucedendo na primeira parte da temporada. Por seu lado, os avançados Gonçalo Alves e Vítor Hugo optaram por valorizar o “bom espectáculo” proporcionado no jogo realizado no Dragão Caixa.
“Não entrámos muito bem na partida, que foi a primeira depois da pausa do Natal. Conseguimos, depois de uns minutos, começar a criar jogo, recuperar as sensações de 2015 e acabámos por fazer um grande jogo. As duas equipas tinham um desafio difícil pela frente, pois estão ambas a tentar estar no topo da classificação e as duas permitiram erros na primeira metade da época que as obriga a olhar para estes jogos como determinantes. Foi um jogo de alto risco e foi muito bom conseguir esta vitória contra uma grande equipa. Foi uma pena não conseguirmos fazer mais um golo, para ter um final de jogo mais tranquilo”, disse o técnico, em declarações ao Porto Canal.
Gonçalo Alves, que defrontou a sua antiga equipa, falou de um jogo “especial”: “Foi a minha equipa durante três anos e acredito que foi um grande jogo de hóquei, entre duas equipas de grande nível e que souberam proporcionar um bom espectáculo aos adeptos que vieram disfrutar deste espectáculo de hóquei. O FC Porto entrou sufocante na segunda parte e conseguimos dominar o jogo e gerir o jogo com o 3-1. Somos uns justos vencedores e acho que temos de dar os parabéns à equipa da Oliveirense, porque foi uma digna vencida”.
Já o avançado Vítor Hugo revelou que se tratou de um encontro “duro” para os Dragões: “Sabíamos que ia ser um jogo contra uma grande equipa, muito bem orientada, que conhecemos bem e nos conhece bem. Foi bom começar assim o ano”. O marcador do segundo golo portista não se escusou a comentar o facto de na equipa adversária alinharem Ricardo Barreiros, Pedro Moreira, Caio e o treinador Tó Neves, colegas das três épocas anteriores nos Dragões: “É sempre um sentimento especial. Do outro lado estravam grandes amigos e sabíamos que ia ser duro; foi duro e foi um bom jogo”.»

Foto|Fonte: FC Porto

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação