a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

AP Minho suspende provas ...

quarta , Set. 23 2020
231

Bola TV garante jogos de ...

quarta , Set. 23 2020
82

Conheça a equpa B do HC ...

segunda , Set. 21 2020
177

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59439

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27285

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21704

IR- Na Série “B”, após a ...

quinta , Abr. 06 2017
1484

Luís Sénica- “Espero que ...

sexta , Jul. 20 2018
881

Resumo 1.ª Div. 15.ª ...

sábado , Fev. 10 2018
755

PP3

APCoimbraLogo1

Segundo adianta hoje o Jornal "As Beiras", a AP Coimbra está a ponderar a impugnação do Campeonato Nacional Sub17 de Hóquei em Patins. De acordo com a notícia divulgada após a conferência de imprensa da AP Coimbra realizada ontem, em causa está o não apuramento do FC Oliveira do Hospital para o CN, depois de ter terminado o Campeonato Regional da AP Aveiro/Coimbra na 4.ª posição, que segundo os critérios iniciais, garantia a presença na prova nacional. 

Jorge Alves, presidente de APC alega que a "31 de janeiro o FC Oliveira do Hospital estava apurado, mas na quarta-feira seguinte a FPP disse ter havindo um erro no número de equipas da AP Minho e terem sido reavaliados os critérios", que deixaram a APA/APC com menos uma equipa apurada para o Campeonato Nacional, tendo sido apuradas a AD Sanjoanense, HC Mealhada e HA Cambra. Segundo o presidente da APC, o que "está em causa não são os regulamentos, mas sim a sua promulgação tardia", numa decisão que acaba por beneficiar a AP Lisboa, devido aos coeficientes depois utilizados para a conta final das equipas apuradas. "Isto é uma vergonh", diz o dirigente da APC, alegando que "isto seria evitado, se quando terminados os campeonatos regionais, as associações informassem quantos clubes têm. Se a FPP quer penalizar alguém que penaliza quem não deu os dados", acrescentou. A finalizar Jorge Alves acrescentou ainda que a AP Coimbra há consultou um jurista e, "se houver matéria para impugnar o CN Sub17, vai fazê-lo", garantiu. 

Já Paulo Amaral, presidente da secção de Hóquei em Patins do FC Oliveira do Hospital, diz "que o que mais o revolta é que, quando acabou a prova regional, recebemos um comunicado da FPP a dar conta do apuramento", para grande alegria dos miúdos, depois desiludidos com a decisão contrário. "Pagámos à FPP as inscrições e, pouco antes dos soteios, recebemos ouro comunicado a dar conta da desistência de uma equipa do Minho (HC Fão que não disputou qualquer jogo), que nos deixa de fora", lamentou. "Como se explica isto aos miúdos?", questiona Paulo Amaral, lembrando que este resolução leva a que a sua equipa tenha que disputar a Taça de Aveiro. Segundo o responsável do FCOH, "o nosso mal-estar tem a ver com a fiscalização que tem de ser da federação. Quando envia um comunicado tem que saber o que está a fazer e não pode dar o dito por não dito", concluiu. 

Autor: José Armando Torres - Fonte: Facebook AP Coimbra - Jornal "As Beiras"

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação