a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Nomeações de 1 a 4 de ...

sexta , Set. 30 2022
13

“temos de estar na nossa ...

sexta , Set. 30 2022
9

2.ª Divisão arranca este ...

sexta , Set. 30 2022
13

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62448

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31353

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25389

André Almeida reforça ...

quarta , Ago. 05 2015
1985

HC Braga e Riba d'Ave HC ...

domingo , Set. 25 2016
1349

FPP atualiza lista dos ...

quarta , Jul. 18 2018
1288

1 9 Cabeleireiro unissexo 3 Outubro

jorge silva n
Segundo o avançado, a deslocação a Turquel marca o regresso aos jogos “de ritmo elevado”
Após a goleada de quarta-feira frente à Física, o FC Porto Fidelidade desloca-se à “Aldeia do hóquei” no regresso aos encontros de maior dificuldade (domingo, 15h00, com transmissão n’A Bola TV). Jorge Silva alertou para um jogo de grande intensidade, “frente a uma equipa muito bem orientada” e referiu que os Dragões estão focados no seu próprio percurso, confessando que vão também observando com interesse a campanha do líder da competição, Benfica, para um eventual deslize que permita diminuir a diferença atual de sete pontos.
É um jogo perigoso que vamos ter em Turquel, na ‘Aldeia do hóquei’. Só pensamos em chegar a Turquel e fazer um bom jogo, dando continuidade ao que temos feito até agora, e sair de lá com os três pontos, que é o mais importante. Houve aí dois ou três jogos em que não foi preciso um ritmo muito elevado para chegar à vitória, mas na nossa cabeça já passava que o jogo em Turquel iria ser um jogo diferente, com um ritmo muito mais alto, contra uma equipa que joga o hóquei pelo hóquei e é disso que nós gostamos”, disse o avançado, em declarações ao Porto Canal e ao www.fcporto.pt.
Realçando que a equipa está “a conseguir voltar ao pico de forma para encarar esta segunda parte do campeonato positivamente”, Jorge Silva defende que “o objetivo é tentar ganhar os jogos todos até ao final, esperando que o principal adversário também tenha deslizes, como nós tivemos na primeira volta”: “São as contas do campeonato. Naturalmente agora somos nós que temos de fazer as contas, porque vencer tudo até ao final poderá não chegar para o nosso grande objetivo, que é ser campeão nacional. Mas focamo-nos no FC Porto, que é o mais importante”.

Fonte- www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha