a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Pedro Henriques- “Jogo ...

sábado , Abr. 10 2021
37

Jordi Bargalló- ...

sábado , Abr. 10 2021
47

Miguel Rocha - ...

sábado , Abr. 10 2021
31

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
60148

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
28101

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22473

CA Campo Ourique impõem ...

terça , Mar. 02 2021
212

João Gomes (RAHC): ...

domingo , Mar. 05 2017
2258

Luís Filipe Pereira é ...

sexta , Set. 04 2020
646

3 Massagista Essencial 2

helder nunes fcp sanjoanense amigavel 080915 m

Triunfo por 4-3 na primeira mão dos quartos de final da Liga Europeia frente ao FC porto, garante uma vantagem minima para a equipa de Tó Neves e deixa tudo em aberto para a segunda mão a realizar no Dragão Caixa. 

A UD Oliveirense venceu nesta tarde de Sábado o FC Porto, por 4-3 em partida da primeira mão dos quartos de final da Liga Europeia, disputada no Pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis. Os portistas chegaram a ter dois golos de vantagem na segunda parte (3-1), mas deixaram-se empatar em apenas dois minutos e acabaram por sofrer o 4-3 a oito minutos do final. Os golos dos azuis e brancos foram marcados por Vítor Hugo, Gonçalo Alves e Hélder Nunes. A segunda mão da eliminatória está agendada para 2 de abril, no Dragão Caixa, pelas 18h00, com transmissão em direto no Porto Canal.

Após um início morno, em que ambas as equipas se estudaram mutuamente, Vítor Hugo adiantou os Dragões na eliminatória aos cinco minutos com um remate colocadíssimo. Dois minutos depois, e aproveitando uma perda de bola no ataque, a equipa da casa chegou ao empate, através de Ricardo Barreiros – um “velho conhecido” dos portistas. O ritmo da partida abrandou e ambas as equipas iam atacando apenas com certezas, defendendo de forma bastante aguerrida e com qualidade. Os portistas voltaram à vantagem aos 14 minutos, num penálti convertido de forma exemplar por Gonçalo Alves, que jogou pela primeira vez em Oliveira de Azeméis após ter assinado pelos azuis e brancos. A sete minutos do final da primeira parte, o mesmo Gonçalo podia ter feito o 3-1, mas a picadinha saiu à barra e o resultado acabou por não sofrer mais alterações até ao intervalo.
A segunda parte começou a um ritmo elevado e, em dez minutos, houve três golos: Hélder Nunes (29m) colocou os Dragões a vencer por 3-1 e, quando nada o fazia prever, a Oliveirense alcançou o empate em apenas três minutos, com golos de Albert Casanovas (32m) e de Caio (35m). Os portistas baixaram o ritmo da partida e, a 13 minutos do final, ambas as equipas estavam com nove faltas, sentindo-se a pressão da décima falta. A primeira equipa a fazê-la foi a Oliveirense, a 8m30 do final, mas Gonçalo Alves desperdiçou o livre direto e, apenas 20 segundos depois, foram os Dragões a proporcionar a oportunidade a Caio, que não soçobrou e fez o 4-3 para a equipa da casa.
Os Dragões reagiram e o guarda-redes Puigbi, inspiradíssimo, defendeu remates de perigosos de Gonçalo Alves e de Hélder Nunes (ambos a cerca de cinco minutos do final); os portistas continuaram a pressionar, mas até ao final o marcador não mexeu e os comandados de Guillem Cabestany terão de dar a volta ao resultado no Dragão Caixa para chegar à final a quatro da competição.

FICHA DE JOGO

OLIVEIRENSE-FC PORTO FIDELIDADE, 4-3
Liga Europeia, quartos de final, 1.ª mão
5 de março de 2016
Pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis

Árbitros: Francisco Garcia e Óscar Valverde (Espanha)

OLIVEIRENSE: Xavier Puigbi (g.r.); Caio, Ricardo Barreiros, Pedro Moreira e João Souto
Jogaram ainda: Albert Casanovas e Martin Montivero
Não utilizados: Domingos Pinho (g.r.), Diogo Silva (cap.) e Carlos López
Treinador: Tó Neves

FC PORTO FIDELIDADE: Nélson Filipe (g.r.); Reinaldo Garcia, Hélder Nunes, Jorge Silva e Vítor Hugo
Jogaram ainda: Telmo Pinto, Gonçalo Alves e Rafa
Não utilizados: Edo Bosch (g.r., cap.) e Álvaro Morais
Treinador: Guillem Cabestany

Ao intervalo: 1-2
Marcadores: Vítor Hugo (5m), Ricardo Barreiros (7m), Gonçalo Alves (14m, pen.), Hélder Nunes (29m), Albert Casanovas (32m) e Caio (35m e 42m)

Disciplina: nada a assinalar

Fonte/Foto- www.fcporto.pt

workshops para rodapé Noticias AutoManicura