a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Ricardo Ramos " Piolho " ...

segunda , maio 20 2019
452

Sétima renovação no HC ...

segunda , maio 20 2019
66

Vão seis as renovações ...

segunda , maio 20 2019
41

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56700

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24652

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19691

Inscrições nos ...

sexta , Jan. 26 2018
647

Iván Sanz é o novo ...

terça , Ago. 22 2017
762

CN- Sub-17-Sul- SC Tomar ...

domingo , Abr. 10 2016
1049

MNQ Q

 12717883 10153616181317956 3954691777391455036 n

Portugal – Espanha 5-1

Portugal goleou esta tarde a Selecção Espanhola por 5-1, um dos resultados mais dilatados dos últimos anos entre as duas Selecções nos mais variados escalões.
Numa partida equilibrada foi quase sempre Portugal a criar mais perigo. Logo aos seis minutos é de Portugal a primeira grande oportunidade mas Hélder Nunes desperdiça um LD a penalizar um Azul mostrado a Cesar Carballeira. Com os lusos a mostrarem mais hóquei ainda neste primeiro período, é “Alvarinho” a abrir o activo à passagem do minuto treze a seticar de surpresa e a fazer o 1-0.
E Hélder Nunes após o Azul mostrado a Ferran Font, desta feita não perdoa e aumenta para 2-0 na sequência do LD, estavam decorridos 19 minutos deste primeiro tempo.
A segunda parte acabou com as dúvidas, co Portugal a saber tirar partido da ansiedade dos espanhóis e a ferir de morte a selecção de Quim Pauls. Hélder Nunes aumenta para 3-0 aos seis minutos e ainda nesse minuto foi a vez de “Alvarinho” fazer o 4-0 e imitar o capitão para bisar na partida.
A gerir de forma inteligente o jogo, o seleccionado comandado por Luís Sénica, controlou o jog e Hélder Nunes, endiabrado nesta Taça Latina a colocar o placar em 5-0 aos 14 minutos de jogo e a repetir o “Hat Trick” que ontem fizera na partida frente à Itália. Ainda nove minutos para se jogar, mas Portugal superior soube controlar a fúria espanhola, que incrédula era goleada pelos “meninos” de Luís Sénica.
Espanha ainda reduziu por Luís Torres,, mas a tarde e este encontro tinham de forma indelével, “cunho” dos Ursos.
O autor do tento espanhol viu logo de seguida ao golo apontado um Azul, e o descontrolo da equipa adversária ficou patente nesse momento com o Seleccionador espanhol a ser admoestado com um cartão vermelho.
Triunfo incontestado e sem “espinhas” que coloca Portugal em posição privilegiada para repetir a conquista desta edição da Taça latina

Foto – Facebook da FPP

workshops para rodapé Noticias AutoManicura