a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

1.ª D- Resumo do CD Paço ...

sexta , Jan. 28 2022
16

Fim de semana de jogos ...

sexta , Jan. 28 2022
14

FPP- Nomeações de 28 ...

sexta , Jan. 28 2022
19

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61651

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30174

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24466

OC Barcelos também quer ...

domingo , Mar. 06 2016
1615

Boletim eletrónico será ...

terça , Set. 11 2018
2349

2.ª Div. – Zona Norte – ...

quinta , maio 28 2015
1581

3 cabeleireiro inicial

Terronia

festadoparede

Parede FC – HA Cambra 4-3 (Golo de Ouro)

O Cambra, da primeira divisão, caiu aos pés do Parede FC, formação que milita na terceira divisão nacional, e onde o seu avançado, Ricardo Machado acabou por ser o Homem do Jogo ao assinar o golo que ditou a passagem da equipa da linha para os quartos de final da TP.
Favoritismo todo a recair sobre o conjunto primodivisionário, mas os minutos deste jogo acabaram por desmistificar essa teoria, com a equipa de Pedro Gonçalves a “vergar” um dos grandes do hóquei nacional.
O acreditar, a entrega e a raça dos jovens do Parede acabaram por fazer o resto, ou melhor, fazer história neste Clube, levando-o, nesta edição da prova para os quartos de final, onde agora defrontará o todo poderoso SL Benfica.
Quando aos dez minutos de jogo o Cambra vencia já por 2-0 com golos de Nuno Maia e Dani Bastos, ficava a ideia que mais tarde ou mais cedo esta eliminatória ficaria resolvida.
Puro engano, já que José Gago ao minuto doze reduziu, com a equipa do Parede a capitalizar esse momento e a chegar ao empate aos 19 minutos por intermédio de Ricardo Machado na transformação de um LD a castigar um Azul a Nuno Maia. O Cambra poderia ter ido para o descanso em vantagem, mas Ricardo Ramos desperdiçou uma GP já no último minuto do primeiro tempo.
Veio a segunda metade e com ela a confirmação de que a surpresa começava a ser uma realidade. Diogo Pereira colocou a equipa da linha pela primeira vez na frente do marcador, para gáudio do muito público presente e afecto ao Clube local.
O Cambra surpreendido encetou a tentativa de dar a volta ao resultado, mas a encontra pela frente um conjunto transfigurado e que se batia que nem um leão pela magra vantagem que dispunha. O Cambra consegue chegar mais uma vez ao empate, de GP, a três minutos do final do tempo regulamentar por Ricardo Ramos.
Veio o prolongamento e acaba por ser a formação do Parede a ser mais feliz quando ao terceiro minuto do primeiro tempo deste prolongamento, dispôs de um LD a penalizar a 10.ª falta do Cambra e Ricardo Machado na cara do guardião do Cambra a não falhar e a ser o herói da partida e a fazer simultaneamente história nesta edição da Taça de Portugal.
O cambra saia assim pela porta pequena com o “Fernando Lopes Graça" a ser pequeno para a festa que se seguiu.

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva