a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

AP Aveiro- Estão abertas ...

segunda , Mar. 18 2019
3

Candelária mandou no ...

segunda , Mar. 18 2019
15

Embate Paço Arcos e Riba ...

segunda , Mar. 18 2019
48

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56464

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24395

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19518

Já se joga o Masters + 35

terça , Nov. 06 2018
371

"Portugal vence e ...

sexta , Set. 21 2018
273

Pedro Nunes e Carlos ...

sábado , Dez. 13 2014
1104

Tui Na

13006696 1238433199530527 2606867920732809053 n

UD Vilafranquense – FC Alverca 5-2

Na partida entre rivais e vizinhos, levou a melhor o conjunto da UD Vilafranquense num jogo onde só na segunda metade conseguiria ganhar a vantagem que lhe garantiu o triunfo.
Jogo com muita adrenalina à mistura entre equipas vizinhas com o Vilafranquense a entrar como favorita na partida.
Entrada forte da equipa da casa que inaugurou o marcador logo ao minuto inicial, por João Graça e viu o seu colega Flávio Santos aumentar para 2-0 no minuto seguinte. Mas os minutos seguintes haveriam de equilibrar a contenda com o Alverca a reduzir a cinco minutos do intervalo por Pierre Cyfers.
Tudo em aberto para a segunda metade, e foi mesmo o Alverca a chegar ao empate logo ao minuto dois por Renato Melicio e deixava no ar uma segunda metade com tudo em aberto.
A reacção do Vilafranquense não se fez esperar e o seu jogador/treinador do Vilafranquense, João Graça colocou a sua equipa novamente em vantagem aos 5 minutos.
Numa fase de equilíbrio, com as duas equipas a poderem facturar, é o Vilafranquense que pode aumentar a vantagem, mas Bruno Monteiro desperdiça um LD a castigar a 10.ª falta do Alverca, decorria então o minuto dez.
Mas o mesmo jogador passado cinco minutos não perdoa quando foi chamado para tentar converter mais um LD, desta feita a castigar um CA mostrado a Renato Melicio, colocando o resultado em 4-2.
Ainda nesse minuto, Bruno Monteiro vê também Azul mas Pierre Cyfers não consegue desfeitear Fábio Guerra que começou a mostrar a credenciais, defendendo tudo o que lhe aparecia pela frente. Com o jogo aberto as oportunidades vão surgindo e é novamente a equipa visitante a ter mais uma bola parada, desta feita um LD a penalizar a 10.ª do União, mas Renato Melicio, chamado a converter, desperdiça. E acaba por ser Bruno Monteiro a fechar a contagem a dois minutos do final do jogo ao fazer o 5-2 depois de segundos antes ter desperdiçado um LD a assinalar a 15.ª falta do Alverca.
Triunfo que se aceita, por parte do Vilafranquense, numa partida onde a eficácia, em particular nas bolas paradas acabou por ser determinante, e aí uma palavra para o guardião do União que foi o maior obstáculo para que a formação de João Graça somasse os tres pontos em disputa.
O Vilafranquense segue na terceira posição com 45 pontos, menos dois que o Pessegueiro do Vouga, que está imediatamente acima, numa luta que promete até final da prova.

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva