a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

A lei do mais forte ...

sábado , Jan. 22 2022
11

2.ª Sul- Muches e ...

sábado , Jan. 22 2022
11

TP- Oeiras segue para os ...

sábado , Jan. 22 2022
13

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61636

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30160

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24454

Jordi Bargalló (UD ...

quinta , Mar. 30 2017
2131

3.ª Div. Norte A: GDC ...

domingo , Mar. 12 2017
1972

Miguel Pereira de saída ...

quinta , maio 03 2018
1694

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

img 770x4332015 03 09 02 20 00 942230

Nuno Lopes, treinador do Sporting CP comentou a vitória dos leões frente à AE Física, que deixa os leões mais perto de confirmar o acesso à Liga Europeia.
«A equipa 'leonina' de hóquei em patins venceu este sábado, por 3-1, o AD Física na antepenúltima jornada do Campeonato Nacional, consolidando o quarto lugar que dá acesso à Liga Europeia, mas Nuno Lopes, o treinador da equipa dos 'leões', não se demonstrou totalmente satisfeito com a prestação 'verde e branca', embora considere que o mais importante foi a obtenção do triunfo.
"No Sporting CP já não ficamos contentes ao ganhar por 3-1, já queremos mais qualquer coisa. Já chegámos a esse patamar. Nós entrámos com uma atitude muito boa, estivemos muito bem nos primeiros minutos onde conseguimos chegar ao 2-0. Adivinhavam-se mais golos mas isso não acontece por mérito da AD Física, do bloco baixo que apresentaram. Tivemos oportunidades no contra-ataque mas não o fazendo tivemos de gerir o esforço. O adversário acabou por fazer o 2-1, com mais alguns lances de bola parada que intranquilizaram o jogo, mas acabámos por conseguir o 3-1. Queríamos uma exibição mais convicente, com um 'score' maior, mas temos de olhar para os pontos", finalizou o técnico 'leonino'.
Nuno Lopes realçou também a aposta nos jogadores mais jovens, provenientes da formação do Sporting CP, destacando que é um processo ao qual tem de se dar tempo, mas afirmando que está satisfeito com a evolução dos jogadores: "Temos de dar alguns minutos aos juniores, como fizemos. Não é fácil para eles, estamos num momento da época de decisões. Para eles é uma responsabilidade muito grande. As outras equipas sabem que eles são juniores, entram com alguma virilidade para os tentar intimidar, mas o comportamento deles é bom, enquadrado na equipa. Temos alguns pormenores a limar, mas estamos a falar de miúdos de 16, 17 ou 18 anos. Têm o seu percurso e temos de ter alguma paciência".»

Fonte: www.sporting.pt

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação