a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Clássico termina ...

domingo , Out. 25 2020
25

Leões tornaram fácil o ...

sábado , Out. 24 2020
94

Oliveirense sorri no ...

sábado , Out. 24 2020
71

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59532

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27423

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21832

Gonçalo Alves- “a Final ...

sexta , Abr. 05 2019
411

João Rodrigues: "Só ...

quinta , Jun. 08 2017
876

Paulo Pereira " Plena ...

sexta , Nov. 16 2018
715

Pluriform PP1

 FCPortoInicioJogoFinalTaca2016

O FC Porto conquistou hoje a Taça de Portugal, após vencer o SL Benfica por 4-2no Municipal de Ponte de Lima.
«O FC Porto Fidelidade bateu este domingo o Benfica (4-2), no Pavilhão Municipal de Ponte de Lima, conquistando assim a Taça de Portugal de hóquei em patins, a 15.ª do pecúlio portista na modalidade.
O clássico maior do hóquei em patins nacional teve quase de tudo na primeira parte, na qual também não faltou uma dose considerável de intensidade, ainda que não se possa dizer de oportunidades de golo. Na primeira mais flagrante, Edo Bosch levou a melhor sobre Marc Torra e travou a grande penalidade cobrada pelo compatriota (17m). No minuto seguinte, Hélder Nunes abriu o ativo na sequência de um livre direto, fazendo o primeiro da tarde num movimento de pura de classe (18m). No caminho para o intervalo, e já depois de um golo anulado a Carlos Nicolia por infração de um colega de equipa, Gonçalves Alves fez o segundo para os Dragões em superioridade numérica (3x2) e estabeleceu o 2-0 favorável aos portistas à ida para o descanso (24m).
A etapa complementar não acrescentou grandes coisas ao clássico, sobretudo no que diz respeito aos golos e muito por culpa dos guarda-redes. Primeiro foi Edo Bosch a defender um livre direto de Marc Torra (33m), seguindo-se Guillem Trabal a não permitir o golo a Hélder Nunes também num livre direto (34m). Pouco depois, o guardião encarnado nada pôde fazer para travar o bis do defesa/médio portista (43m), que parecia decidir o encontro. Miguel Rocha marcou por duas vezes para o Benfica (47m e 49m) e relançou o encontro, mas este ficou decidido logo de seguida com mais um golo de Gonçalo Alves, também ele a bisar de livre direto (49m). Foi o ponto de exclamação na vitória do FC Porto Fidelidade, que assim conquistou a 15.ª Taça de Portugal de hóquei em patins da sua história. Resta dizer que, no seu último jogo de Dragão ao peito, Edo Bosch foi o mesmo de sempre: gigante.

FICHA DE JOGO

FC PORTO FIDELIDADE-BENFICA, 4-2
Taça de Portugal, final
19 de junho de 2016
Pavilhão Municipal de Ponte de Lima

Árbitros: Joaquim Pinto (Aveiro) e Miguel Guilherme (Lisboa)

FC PORTO FIDELIDADE: Edo Bosch (g.r, cap.), Reinaldo Garcia, Hélder Nunes, Gonçalo Alves e Vítor Hugo
Jogaram ainda: Rafa, Telmo Pinto e Vítor Hugo
Treinador: Guillem Cabestany

BENFICA: Guillem Trabal (g.r.); Valter Neves (cap.), Tiago Rafael, Marc Torra e João Rodrigues
Jogaram ainda: Pedro Henriques (g.r.), Carlos Nicolia, Jordi Adroher, Diogo Rafael e Miguel Rocha
Treinador: Pedro Nunes

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: Hélder Nunes (18m e 43m), Gonçalo Alves (24m), Miguel Rocha (47m e 49m)
Disciplina: cartão azul a Jorge Silva (22m), Guillem Trabal (22m) e Carlos Nicolia (22m)»

Fonte: FC Porto

workshops para rodapé Noticias AutoManicura