a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

CA Feira começa a ...

domingo , maio 24 2020
340

André Azevedo e João ...

domingo , maio 24 2020
77

Julian Tamborindegui é ...

domingo , maio 24 2020
258

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58741

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26605

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21209

HNF - Melhores ...

quinta , Abr. 16 2015
1139

CN Sub-15 – Turquel ...

segunda , Mar. 13 2017
1351

Golden Cup: Apresentação ...

quinta , Set. 22 2016
1015

pluri unhas J

SportingRicardoFigueira 

O Sporting CP lançou hoje um comunicado, onde elogia a marca que capitão do hóquei em patins deixou no Clube.
«O Sporting Clube de Portugal informa que terminou a ligação com o atleta e capitão da equipa de hóquei em patins, Ricardo Figueira.
Ricardo Figueira, que assumiu não só funções de jogador mas também de médico, chegou ao Clube em 2013 já depois de ter deixado a carreira para se dedicar ao curso de medicina, aceitando o desafio de ajudar o Sporting CP. De recordar que, entre muitas conquistas, o defesa/médio tinha conseguido sagrar-se campeão do Mundo de Selecções em 2003.
Ao longo de três anos, Ricardo Figueira foi a grande bandeira da equipa de hóquei em patins, aceitando o desafio de continuar a capitanear o Sporting CP quando a modalidade regressou em termos oficiais ao Clube, em 2014. Nesse mesmo ano, foi uma pedra vital na conquista da Taça CERS, apontando golos decisivos numa caminhada memorável que teve como pontos altos a vitória por 4-1 em Oliveira de Azeméis (após uma derrota em casa na primeira mão dos quartos-de-final por 3-2), o triunfo no prolongamento frente ao Igualada na meia-final e o sucesso nas grandes penalidades na partida decisiva com o Réus.
Também pelo Sporting CP, Ricardo Figueira, um dos jogadores com maior currículo a nível nacional e internacional – 21 títulos entre clubes e Selecção –, ergueu a Supertaça de Portugal António Livramento em 2015, após vitória frente ao Benfica por 4-2 em Aljustrel.
Na hora da despedida, o Clube não pode deixar de reforçar a atitude de correcção, voluntarismo, liderança e paixão pelo Sporting CP e pela modalidade que Ricardo Figueira sempre demonstrou, ficando para a história exemplos como aqueles que teve nos jogos com Paço de Arcos e Oliveirense, quando foi o primeiro em campo a assistir os lesionados Diogo Neves e Gonçalo Alves, respectivamente. Além de um desportista de referência, Ricardo Figueira revelou-se sempre um ser humano exemplar que cativou e continuará a cativar todos aqueles que com ele mais de perto convivem.
Assim, e agradecendo todo o contributo que deu ao Clube, o Sporting CP deseja as maiores felicidades pessoais e profissionais a Ricardo Figueira.»

Fonte: Sporting CP - Jornal Sporting | Foto: Jornal Record

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha