a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

XI Torneio “Cidade de ...

domingo , Abr. 21 2019
38

2.ª D- Empate com ...

domingo , Abr. 21 2019
41

II Norte - Briosa vence ...

domingo , Abr. 21 2019
250

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56589

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24568

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19613

Juv. de Viana vence ...

terça , Set. 09 2014
2446

Infante Sagres sobe ao ...

terça , Dez. 19 2017
486

3.ª D- Académica vence ...

segunda , Dez. 22 2014
1301

DI Q

RenatoVianaJuv.123

Fomos falar com Renato Garrido treinador que depois de começar no Académico do Porto, levou quase uma vida ao servido do FC Porto, estando intimamente ligado ao deca-campeonato portista como treinador adjunto e a muitas conquistas das equipas de formação dos dragões, como treinador principal. Agora, chegou a hora de Renato Garrido partir noutra direção e assumir o comando da Juv. de Viana, esperando-se com expetativa para perceber até onde poderá chegar a equipa de Viana do Castelo, focada na “exigência e capacidade”.

Plurisports (PLR): Qual o balanço que fazes da temporada que agora terminou?
Renato Garrido (RG): O Título Europeu de Seniores, a Liga dos Campeões, e a Taça CERS, evidenciam desde logo a qualidade do hóquei em Portugal, valorizando qualitativamente o jogador português e as competições internas que decorrem no nosso país. São um sinal de que o hóquei em Patins em Portugal está bem e recomenda-se.
A nível pessoal e profissional terminei a época com o sentimento de dever cumprido, preparando-me agora para um novo ciclo diferente daqueles que tinha enfrentado até então. Foi o fechar de um ciclo e preparar-me para iniciar outro totalmente diferente.

PLR: A próxima época está já aí à porta e vais treinar a Juv. Viana. O que esperas desta etapa?
RG: Queremos ser uma equipa coesa e ambiciosa. Sabemos que vai ser um campeonato duro e muito difícil, mas vamos estar preparados para todas as adversidades.

PLR: Quais os objetivos para a época 2016/17?
RG: Um dos primeiros objetivos é proporcionar qualidade de jogo, com o objetivo de cativarmos sócios e adeptos a acompanharem-nos em todos os jogos. Juntos seremos mais fortes. Bons jogos para merecermos ter o máximo de sócios e adeptos da juventude de Viana a apoiar-nos. A exigência dos quadros competitivos que iremos enfrentar (campeonato nacional, taça de Portugal e taça CERS), obriga-nos a aceitar estes desafios com o máximo de ambição e compromisso. Penso que a exigência e a responsabilidade que irei transmitir durante toda a semana acabarão por ditar os resultados. Confio no meu trabalho, nas minhas capacidades e em todo o grupo de trabalho, no entanto, temos que ser coerentes e qualquer objetivo que seja sobrestimado poderá por toda uma época em risco. A vitória pessoal precede a vitória pública, pelo que a minha primeira vitória será transmitir uma exigência de trabalho que nos permita conduzir ao sucesso. No campeonato vamos participar numa competição, de máxima dificuldade, mas vamos fazê-lo com a máxima ambição, vendo aquilo que poderemos fazer e até onde poderemos chegar. Na CERS e Taça de Portugal vamos esperar pelos sorteios e temos de ir passo a passo. Todos nós temos de os pés bem assentes na terra.

PLR: Certamente tens algum sonho ou objetivo por concretizar. Quais os seus objetivos pessoais a curto e a médio prazo?
RG: Tenho muitos sonhos e objetivos bem definidos... O sonho comanda a vida mas neste momento estou concentrado no Juventude de Viana e no meu grupo de trabalho.

Foto: Juv. Viana

ForcabeCursos