a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

"Vencer e fazer sempre ...

quinta , Jan. 27 2022
12

“Rafa”- “Se fizermos as ...

quinta , Jan. 27 2022
12

Sorteio da Taça ...

quinta , Jan. 27 2022
18

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
61648

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30171

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
24463

Nuno Maria assina pelo ...

terça , Jul. 26 2016
2085

Gulpilhares fez a sua ...

segunda , Out. 02 2017
1451

Torneio Eixo Atlântico ...

sexta , Nov. 26 2021
135

3 Cabeleireiro Inicial

Terronia

sporting quevert

Sporting CP – Dinan Quévert 5-1

Após muitos anos de ausência, o hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal voltou a disputar a Liga Europeia, principal competição de clubes da modalidade. O adversário foi o Quévert, actual líder do campeonato francês, e os leões celebraram o regresso aos grandes palcos europeus da melhor forma com uma goleada (5-1) no Pavilhão Municipal de Alverca, onde João “Mustang” Pinto foi sem dúvidas o MVP do jogo ao apontar tres dos golos dos leões.
O início do jogo teve o equilíbrio como nota dominante, com o Sporting em ligeiro ascendente. A equipa leonina imprimiu um ritmo alto na partida sempre que tinha a bola em seu poder e com isso criava perigo para a baliza defendida por Justin Lochu. A primeira oportunidade surgiu logo dentro do primeiro minuto de jogo por intermédio do capitão de equipa João Pinto. Com um Pavilhão Municipal de Alverca quase lotado, o Quevert respondeu com Ângelo Girão a brilhar. Aos 21 minutos foi Pedro Gil a estar muito perto do primeiro golo, com uma bola ao poste. Os leões assumiram as despesas do jogo e continuaram a criar várias oportunidades. A mais flagrante por Caio. Isolado, rematou para defesa do guardião francês. O golo teimava em não aparecer. A pouco mais de dois minutos do intervalo, Girão voltou a não deixar os seus créditos em sticks alheios, após um desvio venenoso. A primeira explosão de alegria em Alverca aconteceu minuto depois, com João Pinto a aproveitar uma jogada de André Centeno para inaugurar o marcador.
No segundo tempo, a superioridade verde e branca acentuou-se e foi sem surpresa que apareceu o segundo golo, de novo pelo stick do capitão João "Mustang" Pinto, após assistência de Poka. O pavilhão de Alverca ainda vibrava com os festejos quando Miras atirou a bola ao poste. Por duas vezes! Sempre com Girão em grande nível na baliza leonina. A 16 minutos e 48 segundos do fim, os leões fizeram o terceiro golo, de belo efeito, por Pedro Gil. Três minutos volvidos e mais uma bola ao poste da baliza do Quevert, com Miras novamente como protagonista. O Sporting CP dominava totalmente o encontro, mas foi a equipa francesa a reduzir a diferença contra a corrente de jogo por intermédio de Omar Nedder na conversão de um livre a castigar a décima falta leonina.
Os leões queriam mais e a seis minutos do final chegaram ao quarto golo. Grande jogada individual de Caio, apenas travada com falta dentro da grande área. Penálti convertido por Miras, colocando finalmente o seu nome na lista dos marcadores.

Fonte – www.sporting.pt

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva