a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

“Um dérbi é um jogo para ...

sexta , Jan. 22 2021
96

A Liga Europeia Feminina ...

sexta , Jan. 22 2021
37

EHCA com posição comum ...

sexta , Jan. 22 2021
66

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59921

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27845

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
22206

GDR “OS Lobinhos” ...

quinta , Ago. 11 2016
2445

AE Física apresenta-se ...

segunda , Set. 01 2014
2163

2.ª D - Sul- 16/17 - ...

terça , Out. 25 2016
1599

2 Barbeiro

SLBPedroNunes123

«Cumprida a missão na Europa, o SL Benfica regressou a Portugal e aos compromissos do Campeonato Nacional. E está a ser uma semana cheia para a formação liderada por Pedro Nunes com duas jornadas em apenas três dias.
Sem tempo para descanso, os Bicampeões Nacionais deslocaram-se, durante a semana (quarta-feira, dia 30), aos Açores para encontrar o Candelária Sport Clube – que acabaram por vencer por 1-7 em jogo da 8.ª jornada.
Três dias depois, as águias recebem o Clube Desportivo Paço de Arcos, 12.º e antepenúltimo classificado, num jogo onde é imperativo conquistar os três pontos para não deixar fugir o líder FC Porto - que ocupa o primeiro posto da tabela classificativa com os mesmos 24 pontos do que os encarnados – que, tal como o SL Benfica, continua invicto na competição.
“É sempre uma equipa complicada e é um dérbi intemporal, com fortes tradições no Hóquei em Patins. Normalmente são jogos muito equilibrados. Respeitamos o adversário como todos os outros, tendo consciência que só um Benfica forte em todos os momentos do jogo poderá contrariar uma equipa que assenta essencialmente a sua principal ideia de jogo no processo defensivo. O que faz com que nós tenhamos que ser eficazes quando tivermos a bola e sobretudo ter uma boa organização defensiva para criar momentos de estabilidade para podermos desenvolver o nosso jogo”, analisou o treinador Pedro Nunes, em declarações à BTV.
“Este jogo é também um jogo de paixões e de emoções porque há ex-jogadores em ambas as equipas. Os dois treinadores já estiveram também em lados completamente opostos. Não esqueço por onde passei e encaro este jogo sempre com uma forma especial. Mas quando o jogo começar, essas coisas ficam naturalmente para depois”, confessou.
“Somos uma equipa que respeita todos os adversários e que encara todos os jogos como difíceis. Não existam jogos fáceis, nós é que podemos torná-los fáceis. É fundamental que a concentração, a atenção ao pormenor e sobretudo o desempenho nos diferentes momentos do jogo sejam elevados”, explicou o técnico.
O grupo ao comando de Paulo Garrido viu entrar, esta temporada, Tiago Losna (ex-Sporting), Diogo Silva(ex-Oliveirense) e Fábio Quintino (ex-HC Sintra) para colmatar as saídas de Duarte Santos (Parede FC), Guilherme Silva (AD Valongo), João Beja e Hugo Garcia, estes dois últimos colocaram um ponto final na carreira.

“Ganhar mais uma final”

Para o hoquista João Rodrigues também é o regressar às origens. “É sempre especial para mim jogar com o clube onde me formei. Mas já lá vão muitos anos, esta é que é a minha casa. Só pensamos em ganhar o jogo, em ganhar mais uma final”, disse à BTV.
“O Paço de Arcos traz sempre muitas dificuldades. É tradicionalmente difícil para o Benfica ultrapassar este adversário mas estamos preparados para essas dificuldades previstas e contamos fazer um bom jogo e conquistar mais três pontos”, afirmou.
“O respeito tem sido, se calhar, o segredo da nossa equipa ao longo dos anos. Nunca desprezamos qualquer adversário porque sabemos que cada jogo, quando começa, é uma história nova, é uma história que temos que escrever durante 50 minutos. Vamos sempre respeitar o adversário, não fugimos disso. Mesmo depois de um excelente jogo nos Açores não mudamos nada em relação a isso. Sabemos que vamos ter que trabalhar muito durante os 50 minutos. Mas estou convicto que trabalhando como temos vindo a trabalhar vamos conseguir ganhar”, explicou.
O desafio da 9.ª jornada do Campeonato Nacional está agendado para as 17h00 deste sábado, no Pavilhão Fidelidade.
“É o último jogo em casa do ano 2016 por isso acho que é uma boa oportunidade para os adeptos se despedirem da equipa. Eles foram fundamentais para o sucesso que tivemos neste ano civil, fomos Campeões nacionais e Campeões Europeus. Há mais duas outras modalidades que jogam este sábado por isso tem tudo para ser um «Sábado à Benfica»”, concluiu.»

Foto|Fonte: SL Benfica

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação