a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Reinaldo Garcia após o ...

sábado , Jul. 02 2022
27

Paulo Almeida- “Elas não ...

sábado , Jul. 02 2022
16

Águias garantem final ...

sábado , Jul. 02 2022
14

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62097

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
30891

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25044

Catarina Pedro- “Temos ...

terça , maio 03 2022
141

CN Sub13 Norte A: OC ...

terça , Fev. 21 2017
1735

CN 2.ª Div Norte: AA ...

terça , Out. 27 2015
1547

massagista inicial

1

HCP Grândola – SC Marinhense 7-7

O “Zeca Afonso” em Grândola recebeu um dos jogos mais importantes da jornada 12 onde não faltaram golos, casos e emoção até ao ultimo segundo da partida.
O Grândola que entrava nesta ronda na liderança da prova encontrou pela frente um Marinhense astuto e que nunca perdeu o “norte” mesmo nos momentos menos bons da partida conseguindo o empate já ao soar do gong para o final do jogo.
Foi do Grândola a primeira grande oportunidade de LD mas desperdiçado. No entanto a equipa de Nelson Mateus acabou mesmo por inaugurar o marcador António Pereira, mas o Marinhense responderia pouco depois com o empate na marcação de um LD apontado por Pedro Coelho. Jogo de parada e resposta e é novamente a equipa da casa a marcar por intermédio de Márcio Rosa, mas com os festejos a serem de pouca dura já que o Marinhense responderia poucos segundos depois com a mesma moeda com David Gonçalves a empatar a partida.
Últimos minutos de maior assédio à baliza da formação forasteira e que renderam dois golos apontados por “Tanaka”, com a equipa a recolherem aos balneários com a formação do Grândola em vantagem por 4-2.
Foi o Grândola a ter oportunidade de ouro para aumentar a vantagem mas a desperdiçar mais um LD. Pouco depois um Azul mostrado a António Pereira permitiu a Pedro Coelho reduzir para 4-3.
Os minutos seguintes foram mais uma vez bem aproveitados pela equipa da casa que chegou ao 6-3 com golos de José Gonçalves e Rúben Silva, este de GP, faltavam então cerca de 10 minutos para o final da partida.
Pedro Coelho, de stick “on fire” neste sábado voltaria a fazer das suas ao bisar no espaço de 3 minutos e a colocar o resultado em 6-5.
Quando a dois minutos do términus do jogo João Ferro aponta, de GP o 7-5, ficou a ideia que o vencedor estaria encontrado. Puro engano já que Pedro Coelho, intratável respondeu com mais dois golos, o ultimo dos quais a 5 segundos do final da partida, de LD, após um Azul mostrado a Filipe Bernardino e a colocar o resultado num empate a 7 bolas. Nos festejos deste golo do Marinhense o seu guardião, Márcio Ornelas vê CV por se ter excedido nos festejos do golo.
Num jogo muito difícil de ajuizar com as duas equipas a jogarem no limite e na intensidade do jogo, a arbitragem a estar sob mira e a mostrar 8 cartões azuis e o referido vermelho já ao soar do gong. Destaque para Pedro Coelho, autêntica “Besta Negra” para a formação da Vila Morena, ao apontar 6 dos golos da formação da Capital do Vidro.
Este empate do Grândola, empurrou a equipa de Nelson Mateus para a 3.ª posição, somando agora 26 pontos, com o SL benfica e a AE Física a dividirem o comando da classificação com 28 pontos. O SC Marinhense manteve a 8.ª posição, somando após esta jornada 18 pontos e aproximando-se do Parede FC, que segue imediatamente à frente com 20.

Foto- SC Marinhense (Arquivo)

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeSobrancelha