a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

XI Torneio “Cidade de ...

domingo , Abr. 21 2019
36

2.ª D- Empate com ...

domingo , Abr. 21 2019
39

II Norte - Briosa vence ...

domingo , Abr. 21 2019
250

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56589

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24568

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19613

Ricardo "Ricky" Pereira ...

sexta , Jun. 02 2017
1111

Pedro Nunes crítico com ...

terça , maio 29 2018
2785

Dragões com 4 Torneios ...

terça , Ago. 18 2015
1444

DI Q

P2252800

O SC Tomar não foi além de um empate a três bolas frente à Sanjoanense no jogo que abriu a 16.ª jornada do nacional da 1.ª divisão nacional, num jogo onde a equipa da Capital do Calçado esteve a vencer até ao ultimo minuto do encontro, valendo aos ribatejanos a pontaria de Paulo Passos que fez “hat trick” neste jogo e segurou o ponto nesta partida.
Entrada apática do SC Tomar bem aproveitada pela Sanjoanense que inaugurou o marcador aos 4 minutos por intermédio de Afonso Santos. Ainda a equipa leonina “mastigava” o golo sofrido e eis que em mais um contra ataque da formação visitante, Diogo Casanova, sem marcação aumentava para 2-0.
A equipa leonina sentia na pele as falhas defensivas e teve que correr atrás do prejuízo. Aos oito minutos falta sobre Pedro Martins dentro da área e Paulo Passos chamado a converter a grande penalidade reduziu. O empate chega a 2 minutos do intervalo novamente de grande penalidade com Ivo Silva a ser carregado dentro de áreas. Mais uma vez Paulo Passos não perdoa e faz o empate, resultado que se justificava, fruto da maior pressão leonina nos minutos finais deste primeiro período.
Até ao intervalo, mais posse de bola da equipa tomarense mas a encontrar uma Sanjoanense a fechar bem os caminhos da sua baliza e um guarda redes, Marco Lopes a mostrar serviço com qualidade. Sem espaços para furar, restava nos últimos minutos da primeira parte a aposta na meia distância, mas a falta de pontaria era evidente do lado leonino.
Veio o segundo período com o SC Tomar a assumir as despesas perante uma Sanjoanense a defender bem e a segurar a bola de forma a tirar iniciativa aos ribatejanos. Os SC Tomar dispõem por volta do minuto 9, uma LD (10.ª falta da ADS) mas Ivo Silva permite a defesa de Marco Lopes.
Não marcou o SC Tomar, marcou a Sanjoanense mais uma vez numa jogada de contra ataque com Tiago Almeida a dar o melhor seguimento de um passe de um colega, e ao segundo poste a não dar hipóteses a Marco Gaspar. Era o prémio da entrega e do acreditar da formação de São João da Madeira perante um SC Tomar a mostrar debilidades em termos defensivos, e pior que isso a não ter soluções no que dizia respeito ao ataque.
A equipa Sportinguista tinha mais bola criava algum perigo, mas por isto ou por aquilo a bola teimava em não entrar, e é a Sanjoanense a ter oportunidade de aumentar a vantagem, mas Marco Gaspar nega o golo a Chico Barreira na marcação de um LD a assinalar a 10.ª falta leonina, aos 23 minutos, e que praticamente sentenciaria o jogo.
E é o SC Tomar que chega ao empate a 44 segundos do términus do jogo, na marcação de um LD, novamente com Paulo Passos a não “tremer” na cara de Marco Lopes e a fazer o 3-3.
Resultado que penaliza a exibição menos conseguida do SC Tomar num jogo onde era favorita, e premeia a atitude e entrega do conjunto que viajou de São João da Madeira, que soma mais um ponto importante na luta pela manutenção.
Uma palavra para a dupla de arbitragem que esta tarde dirigiu o encontro em Tomar, que se mostrou permissiva em alguns lances críticos e que foram quase sempre em prejuízo da formação leonina.

Pavilhão Municipal “Cidade de Tomar”

Árbitros- Manuel Fernandes e Florindo Cardoso

SC Tomar- Marco Gaspar (GR), Pedro Martins, João Lomba, Paulo Passos, Ivo Silva; Hernâni Diniz, “Joka”, David Costa, Tiago Godinho e Nuno Peça (GR)
Treinador- Nuno Domingues

AD Sanjoanense- Marco Lopes (GR), Filipe Sousa, Afonso Santos, Pedro Cerqueira e Diogo Casanova; Alex Mount, Chico Barreira, David Nogueira(GR)
Treinador – José Carvalho

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação