a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

AP Minho suspende provas ...

quarta , Set. 23 2020
598

Bola TV garante jogos de ...

quarta , Set. 23 2020
236

Conheça a equpa B do HC ...

segunda , Set. 21 2020
195

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
59440

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
27319

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21706

Paulo Freitas- ...

sábado , Out. 21 2017
1682

Conheça os convocados ...

segunda , Mar. 23 2015
2288

Tiago Rafael: ...

quinta , Mar. 17 2016
1191

Cursos Grupos 2

16807763 1338470362885549 5554825766442680949 n

HC Vasco Gama – HCP Grândola 2-5

Deslocação que se previa muito complicada a Sines, não só porque era um derby, mas porque o Vasco da Gama precisava urgentemente de pontuar para fugir à despromoção.
O jogo começou com o Vasco a dar iniciativa de jogo ao HCPG e a defender muito recuado. Apostava nas iniciativas individuais do Daniel Paias e em constantes bolas bombeadas para a área. O HCPG ia atacando com uma dinâmica muito boa e com paciência, pois se se expusesse em demasia podia ser surpreendido num contra-ataque.
O HCPG dominava e o Vasco defendia como podia com Ruben Cruz em grande plano na baliza. O Vasco também teve as suas oportunidades, mas Piteira ia resolvendo e mantendo o 0-0.
No entanto, o HCPG é o primeiro a inaugurar o marcador por intermédio do Bernardino com a bola a desviar num jogador do Vasco e a trair o guardião Ruben. Estava feito o 0-1, o Vasco acusou o golo e pouco depois é o capitão “ToJo” a aumentar para 0-2 numa finalização na área adversária.
O HCPG controlava o jogo e o Vasco, agora obrigado a reagir, teve de subir no campo e o jogo ficou mais aberto, e mais duro também com alguns lances “fora das leis”. Fruto da vantagem e da preparação do jogo, o HCPG nunca se dispersou, nem quando Zé Bernardo vê cartão azul numa falta bem “sacada” pelo jogador do Vasco. Na marcação do livre-directo, Paulo Pereira reduz para 1-2 numa finalização muito simples.
A diferença de um golo durou pouco tempo, pois é marcado um penalty a favor do HCPG, e na marcação da bola parada Ruben Silva não dá hipótese ao disparar um autêntico “míssil” e a colocar o resultado em 1-3.
Na 2ª parte, o HCPG continuou a controlar o jogo, fazendo longos ataques. Enquanto o tempo passava, o Vasco ia ficando cada vez mais intranquilo. Prova disso foi o cartão azul, e posterior vermelho, visto por Henrique “Peca-Peca” Pereira por palavras dirigidas ao árbitro. O Vasco passou a jogar em underplay de 2x4.
Chamado à bola parada, Bernardino falhou o livre-directo, permitindo a defesa a Ruben Cruz, que a partir deste momento tornar-se-ia o melhor jogador do jogo defendendo bola atrás de bola num autêntico “massacre” do HCPG à baliza do Vasco.
Mesmo assim, numa jogada bem delineada, Hugo “Carinhas” aumenta para 1-4 numa excelente finalização na cara do guardião do Vasco. O Vasco passaria a jogar 3x4.
E, entretanto, acontece o caso do jogo, com Nuno “Bogas”, treinador-jogador do Vasco, a entrar em campo para repor a igualdade numérica, mas, segundo a mesa e os árbitros, entrou antes do tempo de suspensão ter passado e vê o cartão vermelho, voltando o Vasco a ter de jogar com apenas 2 jogadores (além do guarda-redes).
Na marcação do livre-direto, Zezinho falha a bola parada.
O HCPG atacou com muita paciência para não ser surpreendido e, novamente, Ruben Cruz a apresentar-se muito bem na baliza a evitar o avolumar do resultado. E, já com 3 jogadores em campo, é o Vasco a chegar ao golo por Chalupa, que ao aliviar a bola para a área do HCPG surpreende Piteira que é muito mal batido.
Mas a diferença de 2 golos voltou a durar pouco tempo, pois Ruben Silva bisa no jogo ao rematar forte após nova boa jogada no powerplay. Estava feito o 2-5.
Tempo ainda para o Vasco ter a hipótese de reduzir num livre-directo por cartão azul ao Márcio, que respondeu a uma provocação do jogador do Vasco, mas, desta feita, Piteira não permite o golo a Paulo Pereira no livre nem na recarga.
Vitória justa mas escassa, principalmente devido à excelente exibição de Ruben Cruz. Vitória importante num campo muito difícil e que permite ao Grândola continuar a “perseguição” ao Física e Oeiras.

Fonte – Página facebook Jornal HCPG
Foto- Vasco da Gama/ Tiago Canhoto (Arquivo)

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha