a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

O “Palácio Riazor” vai ...

quinta , Nov. 14 2019
60

Carlos Nícolia- “temos ...

quinta , Nov. 14 2019
80

AP Setúbal anuncia ...

quinta , Nov. 14 2019
65

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
57556

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
25505

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
20315

Taça CERS em Barcelos é ...

quarta , Abr. 27 2016
1133

3.ª Div. Norte A: GDC ...

domingo , Fev. 05 2017
2255

3.ª D- Sul- Rescaldo- ...

quarta , Fev. 10 2016
1009

interioresinteriores

VicenteMourasgs

O Jornal "O Jogo" deu também destaque à saída de Vicente Moura do Sporting CP, fazendo referência à forte aposta leonina para esta temporada. 

«Saída de Vicente Moura foi o mais recente capítulo de uma história que pode terminar em limpeza de balneário no futsal, hóquei e andeboL SMS enfurecidas do líder após derrotas têm causado desconforto.

Desagradado com as críticas de Bruno de Carvalho às modalidades leoninas, bem explicitas no seu último post no Facebook, Vicente Moura abandonou o cargo de vice-presidente responsável pelas modalidades, em mais um capítulo de uma crise extra-futebol que tem assolado o clube.

Graças a um investimento de 5,2 milhões de euros no futsal, andebol e hóquei em patins que pulveriza o dos rivais, o presidente do Sporting não tem lidado bem com a ausência de títulos que rotulava de "obrigatórios" e, sabe O JOGO, costuma reagir às derrotas com SMS de teor duro enviadas a jogadores e técnicos, atitude que levou alguns destes a questionar a continuidade de leão ao peito na próxima época. Dono da maior fatia do orçamento das modalidades (2,2 milhões de euros), o futsal até conquistou a Taça da Liga, mas as derrotas para o Benfica na Taça de Portugal e na Supertaça e, particularmente, a goleada sofrida na final da UEFA Futsal Cup (7-0) geraram a ira presidencial.

"Não vale a pena tentar esconder que esta prova não era um dos grandes objetivos desta época. Era (...) Temos que fazer, querer e superar-nos bastante mais", afirmou Bruno, após o jogo. Antes, os sinais de impaciência já tinham ficado patentes nas saídas de José Trindade e Guillem Pérez, coordenador geral e técnico de hóquei em patins, respetivamente, bem como de Zupo Equisoian, treinador do andebol. 

Se a nível do hóquei, a época tem sido um autêntico fracasso, os leões ainda estão na luta por uma tripleta no andebol, embora, no campeonato, dependam de terceiros.»

Fonte: Jornal "Record" |Foto: Sporting CP 

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva