a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Portugal vence França e ...

sábado , Set. 24 2022
8

Ricardo Ares- “Éramos ...

sábado , Set. 24 2022
3

Triunfo difícil mas ...

sábado , Set. 24 2022
5

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62374

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31267

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25368

Barcelona quer João ...

quarta , Dez. 28 2016
3701

Anda jogar na Dragon ...

sexta , Jul. 06 2018
1885

HC Marco apresentou com ...

segunda , Set. 24 2018
1322

Nail Art Nível I 19 Setembro

P6103169

SC Tomar – Sporting CP 3-8

O Sporting CP não vacilou na visita à sua filial n.º 1 vencendo por 8-3 e mostrando estar em boa forma neste final de temporada.
Se na primeira parte a equipa tomarense ainda obrigou a formação de Paulo Freitas a aplicar-se com o resultado ao intervalo a registar um empate a 3 bolas a segunda metade da partida deixou claro a diferença de andamentos entre os dois conjuntos com o Sporting CP a não vacilar na hora da verdade e a vencer de forma justa a equipa ribatejana.
Equilibrio nos primeiros minutos e foi a equipa nabantina a inaugurar o marcador por Ivo Silva aos 9 minutos. O Sporting CP respondeu no minuto seguinte por “Tuco”, que empata a partida e é novamente o SC Tomar a poder ganhar dianteira, mas Paulo Passos a desperdiçar uma GP e foi “Tuco” que aos 14 minutos colocou a sua equipa a vencer na partida num golo de subtileza do internacional argentino, que bisava na partida e mostrava-se o mais inconformado dos leões de Lisboa.
João Pinto aos 18 minutos aumenta para 3-1 numa jogada onde “Tuco” fez “meio golo” e parecia que o Sporting CP embalaria para um triunfo fácil. Puro engano já que Hernâni Diniz que entrara pouco antes para a equipa da casa reduz para 2-3 aos 19 minutos. Ivo Silva tem oportunidade de empatar a contenda no minuto seguinte mas falha o LD que a formação nabantina dispôs após um Azul mostrado a Ferran Font.
E é o camisola 44 do SC Tomar que faz o empate a um minuto do intervalo, bisando desta forma no encontro.
Resultado justo para aquilo que se assistira neste primeiro tempo e não escandalizaria ninguém se fosse a formação tomarense a ir para o descanso a vencer.
Segunda parte com outra história e aí as mais valias do Sporting CP vieram ao de cima e acabaram de forma natural por resolver os problemas deste encontro.
André Centeno ao seis minutos desta etapa complementar faz o 4-3 para o Sporting CP e João Pinto no minuto seguinte aumenta para 5-3 na transformação de um LD após um Azul mostrado a Passos.
Mais forte em rinque e com transições mais rápidas a equipa de Paulo Freitas tomou conta das ocorrências perante um SC Tomar abnegado mas a não ter soluções que pudessem por em perigo a baliza de um atento Ângelo Girão. E quando as oportunidades surgiram e algumas foram quase flagrantes, os avançados tomarenses mostravam-se com demasiada cerimónia para enviar a bola para o fundo da baliza de Girão.
Sérgi Miras aos 13 minutos e “Caio” aos 15 colocaram o placard em 7-3 e praticamente aí sentenciaram a história deste encontro. O 8-3 surge já nos últimos segundos do encontro numa jogada de contra ataque com Ferran Font a não perdoar na cara de Marco Gaspar.
Triunfo justo do conjunto Sportinguista num jogo onde na primeira metade teve forte oposição do SC Tomar, mas a colocar em rinque, em particular no segundo tempo o sue poder físico e de fogo para consolidar a vitória em terras do Ribatejo.

SC Tomar- Marco Gaspar (GR), Pedro Martins, João “Joka” Alves, Ivo Silva, Paulo Passos; Hernâni Diniz, João Lomba, Tiago Godinho, David Costa e Nuno Peça (GR)
Treinador – Nuno Domingues

Sporting CP – Ângelo Girão (GR), Esteban Ábalos, Pedro Gil, João Pinto, “Caio”; Ferran Font, “Poka”, André Centeno, Sergi Miras e José Diogo (GR)
Treinador – Paulo Freitas

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação