a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Entrevistas

À conversa com Sergi ...
SergiPunset
Foto CS Candelária - Serig Punset Estivemos à conversa ...
Ler
À conversa com João ...
JoaolealGulpilhares
Foto Facebook ACD Gulpilhares Estivemos à conversa com ...
Ler
À conversa com Miguel ...
MiguelFreitas
Miguel Freitas esteve à conversa com a Plurisports e falou ...
Ler
À conversa com Diogo ...
DiogoFernandes
Estivemos à conversa com o jovem guarda-redes Diogo ...
Ler
À conversa com André Gil
AndreGilFisica
Estivemos à conversa com o treinador da AE Física, André ...
Ler
À Conversa com João Costa
João Costa
João Costa esteve à conversa com a Plurisports e falou da ...
Ler
  • Hot
  • Top
  • Outras

Jogadores da Seleção ...

sábado , Ago. 19 2017
227

Joana Teixeira é reforço ...

sábado , Ago. 19 2017
1207

Valter Neves: "Grande ...

sábado , Ago. 19 2017
410

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
21866

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
17352

Saiba quais os 10 ...

sexta , Ago. 19 2016
12915

Taça de Portugal- Resumo ...

segunda , Mar. 14 2016
529

Portugal vence ...

terça , Mar. 22 2016
737

2.ª Div. Norte: HC ...

segunda , maio 25 2015
734

Portucale

ZéMiguelGonPluri

José Miguel Gonçalves, atleta de Paredes, marcou golo de ouro frente à Espanha que valeu título a Portugal. Foi, também, o melhor marcador do Europeu com 10 golos marcados, sinal da sua evolução que o leva a ser um atleta a ter em atenção para o futuro, com o site verdadeiroolhar.pt a dar destaque ao jovem de Paredes.

«José Miguel Gonçalves, de 16 anos de idade, a residir em Paredes, sagrou-se campeão da Europa em sub-17, em hóquei em patins, e foi o protagonista do jogo da final ao apontar o único golo do encontro frente à Espanha, na final, dando a Portugal o título de Campeão da Europa de sub-17.

A competição decorreu em Fanano, em Itália.
A selecção nacional assegurou, assim, o seu 14.º título.
Ao Verdadeiro Olhar, o atleta do FC Porto, filho de Zé Nando, ex-jogador do FC Penafiel e actual director desportivo dos rubros negros, destacou que foi com imensa alegria que festejou o golo e contribuiu para que Portugal se sagrasse campeão da Europa.

“Foi uma alegria ter feito o único golo do encontro logo frente à Espanha. Não é todos os dias que temos possibilidade de marcar frente a uma equipa como a de Espanha e decidir a atribuição de um título tão importante como este”, disse, salientando que a selecção nacional pelo que fez, neste encontro e nos anteriores, justificou o troféu.

“Fomos a equipa mais regular, na fase de grupos não perdemos nenhum encontro assim como nas fases seguintes pelo que julgo que chegamos com o mérito à final e batemos a Espanha”, frisou, destacando o contributo que os seus colegas e demais staff da selecção nacional foi decisivo para que a selecção nacional conseguisse atingir o objectivo de chegar à final.

“A equipa mostrou-se sempre unida e coesa e demonstrou ser capaz de se bater de igual para igual com todos os adversários”, afirmou.

Falando do jogo com a Espanha, José Miguel Gonçalves reconheceu que a vitória frente à arqui-rival Espanha foi uma espécie de “vingança” pela derrota infligida a Portugal, no ano transacto, no jogo da final, com a vitória, desta feita, a sorrir à selecção espanhola.

Em 2016, Portugal terminou o encontro empatado a quatro golos, com o jogo a ir para prolongamento.

“Desta vez, fomos superiores, estivemos sempre concentrados no objectivo de vencer e tive o sortilégio e a felicidade de marcar o único golo do encontro e menos de minuto e meio do final da primeira parte do tempo extra”, avançou.

Com a vitória sobre Espanha, a selecção portuguesa de sub-17 assegurou o 14.º título português em 37 edições na prova.

Ao nosso jornal, José Miguel Gonçalves relevou, ainda, o trabalho da equipa técnica da selecção sem esquecer o trabalho que é feito ao nível dos clubes.

“Neste tipo de competições, o seleccionador nacional tem um papel decisivo, mas os clubes, também, contribuem para que os atletas possam crescer e evoluir”, acrescentou, reiterando que o trabalho de iniciação começa nos clubes, sendo primordial para o crescimento dos atletas.

O atleta garantiu, ainda, que o hóquei em patins é uma modalidade em crescendo, tendo Portugal clubes que estão entre os melhores da Europa, que disputam os principais troféus e que integram nos seus plantéis os melhores jogadores.

Quanto ao seu futuro e à relação que mantém com o FC Porto, José Miguel Gonçalves confessou que tem um objectivo que é sagrar-se campeão nacional no escalão de juniores, tendo sido campeão nacional na época passada, mas em sub17, também ao serviço do FC Porto.

José Miguel Gonçalves iniciou a sua actividade na modalidade de hóquei em patins, no Olá Mouriz, equipa de Paredes, passou pelo Valongo, onde se sagrou duas vezes campeão nacional e presentemente joga no FC Porto, onde foi, também, já campeão nacional por duas vezes.

Jogadores da selecção nacional que iniciaram a partida da final frente à Espanha: guarda-redes, Alejandro Edo, Gustavo Pato, Diogo Abreu, José Gonçalves (1 golo) e João Pedro Pereira, sendo também utilizados Diogo Barata e o guarda-redes Tiago Freitas.

Lucas Santos, Rodrigo Martins e Miguel Fortunato integraram o lote de jogadores que se sagraram, também, campeões da Europa de hóquei em patins de sub-17.

Jogos disputados

Grupo B
França 3-0 Andorra
Áustria 1-9 Portugal
Andorra 7-4 Áustria
Portugal 4-1 Suíça
Áustria 1-10 França
Suíça 6-6 Andorra
França 9-1 Suíça
Andorra 0-3 Portugal
Áustria 1-3 Suíça
Portugal 7-0 França

Classificação
1º Portugal, 12 pontos / 4 jogos
2º França, 9 pontos / 4 jogos
3º Andorra, 4 pontos / 4 jogos
4º Suíça, 4 pontos / 4 jogos
5º Áustria, 0 pontos / 4 jogos

Meias-finais
Espanha 3-1 França
Portugal 6-2 Itália

Final
Portugal 1-0 Espanha (golo de ouro)»

Foto|Fonte: Verdadeiro Olhar

workshops para rodapé Noticias AutoManicura