a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Experiência de Francisco ...

quinta , Jan. 24 2019
60

Golo de Marc Torra dá ...

quarta , Jan. 23 2019
51

FC Porto encerra 1.ª ...

quarta , Jan. 23 2019
39

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56259

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24194

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19367

FP Galiza na frente do X ...

sábado , Jan. 09 2016
1090

Convocatória Seleção ...

sexta , Out. 07 2016
1125

Francisco Oliveira e ...

quarta , Jul. 29 2015
964

Plurisports Barbeiro Pluriform

23131772 127661521282030 4381784920706158113 n

O SC Tomar volta a pisar o palco europeu duas décadas depois.
Um regresso que se saúda por parte dos nabantinos, que procuram um lugar ao sol no panorama hoquista.
Estivemos à conversa com o capitão da formação leonina, Ivo Silva, a voz de comando dentro de rinque, e um exemplo para os companheiros e “cantera” do Clube.
É também a sua estreia nestas andanças, mas isso não o deslumbra. Serenidade, objectividade nos planos traçados e muita ambição é que transparece.

Serenidade e muita confiança

Estamos a encarar este jogo de forma normal, e a ser preparado como habitualmente, sempre com o mesmo rigor com que encaramos os outros jogos. Sabemos que vem de uma cultura de hóquei diferente, mas não a vamos encarar como se fosse superior à nossa. Vamos sim encarar o jogo da melhor forma, para conseguirmos um resultado confortável nesta primeira mão”.

Objectivos do SC Tomar na Taça CERS

Queremos chegar o mais longe possível na prova tendo em foco, para já esta eliminatória, que é o que nos interessa. Sabemos que o sorteio vai ditar o nosso futuro mas a partir daí temos que encarar cada etapa desta prova com a mesma crença, mas sempre com o objectivo de seguirmos em frente.
Mas para já o grupo está focado neste jogo, e tentar fazer o melhor resultado aqui para encaramos a segunda mão de forma mais confortável

O Público em Tomar

O público que acompanha a nossa equipa é por norma pouco apaixonado. Sabemos que estão do nosso lado, isso é visível mas falta aquela “chama”. Isso beneficia as equipas que cá vem. Queremos um público mais activo, mais ruidoso.
E aí entra a nossa claque. Foi constituída agora, mas estamos a contar que se juntem muitos para poderem contribuir com as nossas vitórias.
Queremos que as pessoas se juntem a eles porque muitos juntos serão mais fortes e mais temíveis para os adversários. É isso que queremos e precisamos. Que quem nos visite tenha toda essa gente a pressiona-los. Porque o resto… fazemos nós”.

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação