a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Liga Europeia - ...

sexta , Out. 19 2018
0

Paulo Freitas- “Estamos ...

sexta , Out. 19 2018
1

2D Norte - Derbi minhoto ...

sexta , Out. 19 2018
2

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55814

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23746

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19052

Itália é a Nova Campeã ...

segunda , Jul. 28 2014
2089

AP Minho - 5.ª ...

sexta , Dez. 01 2017
313

Resumo 1.ª Div. 22.ª ...

sexta , maio 11 2018
283

PB113600

SC Tomar – C Infante Sagres 5-1

O SC Tomar recebeu no final deste sábado a equipa do Infante Sagres somando a primeira vitória no campeonato num jogo disputado e onde a formação leonina foi justa vencedora deste encontro.
Partida onde as bolas paradas acabaram por ser decisivas no desfecho do jogo.
Depois de ter defrontado três dos candidatos ao título (SLB, SCP, e FCP) a equipa ribatejana entrava nesta 4.ª jornada a precisar de pontuar frente a um do seu campeonato.
Jogo onde os primeiros minutos foram de expectativa com as equipas a estudarem-se e à espera do erro alheio.
Maior pressão da formação do Nabão, mas com o Infante a ter oportunidades para inaugurar o marcador. No entanto seria 0a equipa nabantina a fazer o primeiro golo, através de um LD apontado por Ivo Silva após um Azul mostrado a “Joka”, guardião da equipa forasteira, estavam decorridos 15 minutos de jogo.
O C Infante Sagres teve que abrir o jogo e procurar o empate, e com isso o jogo a beneficiar com oportunidades a surgirem dos dois lados. Seria a equipa tomarense a fazer o 2-0 a pouco mais de um minuto para o intervalo por intermédio, mais uma vez por Ivo Silva.
Pouco depois chegava o intervalo com o resultado a aceitar-se.
Veio a segunda parte, com o SC Tomar a mostrar maior contenção na posse de bola, jogando com o tempo de ataque, obrigando a formação do Porto a procurar o risco.
A equipa de Fernando Almeida reduziria aos 6 minutos desta etapa complementar, de LD, após um CA mostrado a Ivo Silva, que João Candeias não desperdiçou.
O jogo entrou então na fase do “gato e do rato” e aí a equipa nabantina acabou por ser a mais eficaz, não só na gestão do jogo como no aproveitar das oportunidades que criou.
O conjunto do Infante Sagres na obrigação de tentar inverter o rumo do resultado acabou por fazer mais faltas, muitas delas à margem do permitido, originando várias exclusões que acabariam por ser bem aproveitas pelo conjunto orientado por Nuno Domingues.
E aí Paulo Passos esteve excelente ao concretizar 3 bolas paradas. Aos 14 minutos fez o 3-1, aumentaria para 4-1 dois minutos depois após CA mostrado a Celso Siva e a pouco mais de um minuto para o términus do jogo faria o 5-1, também de bola parada (CA mostrado a Candeias).
Estava praticamente decidida a partida e ainda tempo de o SC Tomar aumentar o score não fosse “Xanoca” desperdiçar o LD que dispôs após o CA mostrado a Tiago Pinheiro.
Triunfo justo da formação leonina num jogo onde foi quase sempre superior perante um Infante Sagres abnegado mas quase sempre pouco lúcido na zona de perigo.
Valeu ao SC Tomar a assertividade dos seus avançados, Ivo Silva e Paulo Passos e o acerto defensivo, em particular Diogo Fernandes, importante nas fases de “aperto” dando confiança à equipa leonina.

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação