a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Liga Europeia - ...

sexta , Out. 19 2018
0

Paulo Freitas- “Estamos ...

sexta , Out. 19 2018
1

2D Norte - Derbi minhoto ...

sexta , Out. 19 2018
2

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55814

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23746

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19052

CE Sub-17- Portugal ...

sexta , Set. 07 2018
208

"Campeões mundiais de ...

terça , Ago. 15 2017
903

Reunião de Clubes na AP ...

sexta , Fev. 17 2017
795

img 770x4332018 01 08 19 50 32 1351576

«Quando, no domingo, João Souto apontou o único golo na derrota frente ao FC Porto, poucos imaginariam que o jogador de 25 anos já teria comunicado à equipa a decisão de sair no final da época. Já fora tomada - e comunicada a Tó Neves - no início de dezembro e está relacionada com a carreira académica/profissional do atacante. Em 2017, o internacional português terminou o 6º ano de Medicina e, para além do exercício, aponta agora à especialidade, incompatível com as deslocações para os treinos todos os dias em Oliveira de Azeméis.

Ainda assim, Souto - melhor marcador da Oliveirense no Nacional, com 13 golos - não pretende abandonar a modalidade, não descurando um projeto conciliável com a Medicina e que lhe permita ainda o regresso à Seleção numa grande competição.

Na formação, sagrou-se campeão europeu sub-17 e sub-20. Mais recentemente, conquistou a Taça Latina (2014) e a Taça das Nações (2015) e faz parte de um grupo que tem a confiança de Luís Sénica. Esteve entre os pré-selecionados para o Mundial de Nanjing.

João Souto começou no Fânzeres, mas a sua formação foi quase toda feita no FC Porto. Rumou ainda júnior ao Valongo, onde viveria uma das páginas mais singulares da sua carreira e do hóquei em patins nacional, vencendo o Campeonato Nacional em 2014.

Em 2015, foi uma das apostas da Oliveirense para atacar o domínio de Benfica e Porto. Apesar do título nacional escapar, a equipa chegou por dois anos consecutivos à final da Liga Europeia, mas também aí não teria sucesso. Mas chegaria enfim o momento de conquista, com a Taça Continental. Souto assinou dois golos na vitória por 7-4, frente ao Reus.»

Fonte: Jornal "Record" - Foto: Hugo Monteiro | Autores: Pedro Santos

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva