a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

CA Feira começa a ...

domingo , maio 24 2020
424

André Azevedo e João ...

domingo , maio 24 2020
97

Julian Tamborindegui é ...

domingo , maio 24 2020
291

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
58744

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
26607

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
21211

Miguel Camões pode ...

quarta , Ago. 08 2018
2337

Hóquei em Patins está de ...

quinta , maio 12 2016
1614

Convocatória da Seleção ...

sábado , maio 21 2016
1679

pluri unhas J

ajs sab

AJ Salesiana – S Alenquer B 3-5

Jogo de elevada intensidade, bem disputado, com as bancadas do Pavilhão dos Salesianos do Estoril com bastante público afeto a ambas as equipas.
O jogo assumia uma maior importância dado que valia o acesso aos primeiros lugares, tendo em conta a derrota já conhecida do Benfica “B” em casa frente ao Parede. Adicionava-se o facto da Salesiana querer corrigir o registo de 2 derrotas seguidas e o Alenquer continuar a série de 4 vitórias.
A Salesiana entrou melhor no jogo, pressionando muito o Alenquer e Benfica, que teve bastantes dificuldades em sair de forma organizada para o ataque. A equipa de Diogo Ganchas procurava saídas em transição rápida para surpreender uma intensa equipa da linha, com mais sentido de baliza nesta fase.
As lições estavam bem estudadas de ambas as partes, e mesmo sendo a equipa de Costa Duarte a mais próxima do golo e mais ofensiva, foi o Alenquer e Benfica que conseguiu inaugurar o marcador pelo seu Sub-20, João Oliveira, na conversão de uma grande penalidade, aos 7 minutos de jogo.
A Salesiana faz o empate, também de grande penalidade, numa execução irrepreensível de “Jomi” Morais, aos 14 minutos.
Passados apenas 2 minutos, João Oliveira desfaz o empate com uma forte meia distância. Nesta fase, plano de evidência para João Mendes, que com um punhado de boas defesas contribuiu para o equilíbrio relativo que se verificava no marcador.
A persistência da Salesiana foi recompensada a 5 minutos do intervalo, com “Jomi” a fazer o 2-2 através de mais uma grande penalidade.
A pressão constante da Salesiana viria ainda a dar mais frutos, 2 minutos mais tarde, com o golo marcado por Ricardo Rocha, que fixou a vantagem da equipa da casa ao intervalo em 3-2, resultado que se aceitava face à produção das equipas.
Segunda parte jogada no limite pelas duas equipas, a procurarem a vitória a todo o custo, mas com maior nota de equilíbrio entre ambas. Diversos cartões azuis e livre diretos vieram a ditar uma segunda parte cheia de emoção dentro e fora do ringue.
Aos 12 minutos, novamente João Oliveira empata a partida num remate forte em situação de Powerplay.
Neste período, a Salesiana dispõe de 3 bolas paradas que não concretiza, factor que favoreceu a postura do Alenquer e Benfica, que procurou ser mais objetiva na posse bola e situações de transição.
Neste contexto, e com o resultado em aberto, a 3 minutos do fim, “Alex” Silva concretiza, numa transição rápida, e com um toque por trás das costas, um golo quase impossível que ditou uma suada vitória do Alenquer e Benfica num rinque muito difícil e frente a uma Salesiana de elevado nível.
O Alenquer e Benfica, beneficiando dos resultados dos seus adversários e face a esta vitória assume a condição de líder isolado da 2ª Divisão – Sul, seguido do Oeiras e Benfica “B”.
Marcaram pela Salesiana “Jomi” Morais (2); Ricardo Rocha (1). Do lado do SAB marcaram João Oliveira (3); Alexandre "Alex" Silva (1)

AJS (Titulares)- Alexandre Ferreira (GR), André Ferreira, Leonardo “Leo” Monteiro, João Miguel “Jomi” Morais, Ricardo Rocha
Treinador- Luís Costa Duarte

SAB- (Titulares)- João Mendes (GR), Pedro Lourenço “Preto”, João Filipe “Jofi” Silva, Fábio Bogalho, Alexandre “Alex” Silva
Treinador- Diogo Ganchas

workshops para rodapé Noticias VernizGel