a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Seleção Nacional ...

domingo , Jun. 16 2019
94

3.ª D- liguilha de ...

domingo , Jun. 16 2019
317

Adriana Costa vai ...

domingo , Jun. 16 2019
198

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56847

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24827

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19810

SL Benfica volta a ...

domingo , Jun. 04 2017
1022

CD Boliqueime sobe à 2.ª ...

quinta , Jun. 15 2017
1942

2.ª Div. Norte: Valença ...

segunda , Jan. 25 2016
909

interioresinteriores

lesoesajs

Depois de André Azevedo e Francisco Silva, também se lesionou Emanuel Garcia, melhor marcador do Viana (segundo goleador do campeonato). O sexto classificado vive momento inesperado.
No dia em que André Azevedo foi submetido a uma intervenção cirúrgica maxilo-facial, após ter sido operado a um olho, o Juventude de Viana anunciou que o avançado não jogará mais esta época. Além de André Azevedo, que se lesionou na receção ao Paço de Arcos, também Francisco Silva e Emanuel Garcia têm paragem prevista por oito a dez dias, mas o técnico Renato Garrido não sabe se poderá contar com eles quando chegarem os compromissos europeus: "Não sei se estarão disponíveis no jogo com o Barcelos. Neste momento, a equipa está em baixo e é preciso recuperá-la emocionalmente. Tenho jogadores que estavam 20 minutos em campo e agora têm de estar 40. Temos de nos adaptar e tentar superar. Preocupa-me a sobrecarga física e outras possíveis lesões, castigos ou cartões, porque não temos suplentes. Tenho muitos anos de hóquei e não me lembro de uma situação assim." Para o treinador, perder André Azevedo "é perder um jogador que estava a fazer uma época muito boa, que é importante na dinâmica da equipa e que faz muita falta num plantel com as limitações do Viana."
Com apenas seis jogadores de campo, até os treinos têm sido difíceis, uma vez que o Viana não tem formação. "Já treinámos com o FC Porto B, com o Vila Praia e vamos falando com jogadores inativos", explica Renato Garrido, que para os jogos não encontra solução: "As inscrições fecharam a 31 de dezembro e não se pode pedir para inscrever jogadores em situações especiais. Só quem esteja parado há mais de dois anos. Não é fácil."
O Viana, que não perdia desde a 7.ª jornada, foi à Luz desfalcado e foi derrotado por 11-2 na 15.ª ronda, jogo que também não tinha Renato Garrido no banco (castigo; foi substituído por Edo Bosch). O técnico está agora de volta e logo para dois jogos a eliminar: deslocação a Braga para os 16 avos de final da Taça de Portugal já no próximo sábado e receção ao Barcelos na primeira mão dos quartos de final da Taça CERS (dia 17), seguindo-se, no dia 21, a receção ao FC Porto, já para o campeonato.

Fonte: Jornal O Jogo
Foto: Facebook Juventude de Viana

workshops para rodapé Noticias AutoManicura