a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

HCP Grândola de regresso ...

terça , Out. 16 2018
63

Nomeações de 18 a 25 de ...

terça , Out. 16 2018
297

Espanha disposta a ...

terça , Out. 16 2018
110

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55793

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23738

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19045

2.ª Divisão Norte: ...

domingo , Out. 18 2015
733

CN Fem Fase Final: SL ...

segunda , Abr. 18 2016
630

Angola- Académica e 1.º ...

domingo , Set. 23 2018
59

cab fcp

O treinador do FC Porto mostrou-se feliz com a passagem aos oitavos de final da Taça de Portugal, que é um dos "objetivos da época".

Análise: "Os golos do primeiro tempo enganam um bocadinho. Conseguimos abrir o marcador, mas a Oliveirense começou muito bem, com muita posse de bola e não só, a conseguir chegar muitas vezes à baliza. Durante bastante tempo a Oliveirense teve mais bola que nós, com o [Nélson] Filipe a trabalhar mais do que o [Xavier] Puigbi. Conseguimos pouco a pouco corrigir defensivamente, mais do que ofensivamente. A Oliveirense fez um ótimo trabalho defensivo e nós não conseguimos chegar à baliza com muita facilidade na primeira parte. Na segunda segurámos melhor a defesa, conseguimos melhores contra ataques, e o jogo já foi diferente. Esta tarde tivemos frente a uma Oliveirense melhor, não estávamos à espera, mas num jogo destes de "vida ou morte", os últimos resultados não serviam para nada. Os jogadores estiveram bem e tivemos de saber sofrer. Estamos a melhorar nesse aspeto".

Sofrer nos últimos minutos: "Acho que podíamos não ter de sofrer tanto nos últimos minutos. O último golo deles veio de uma situação de muito azar, com uma bola que toca no pé do árbitro, então tivemos um bocaidinho de azar também. Mas a Oliveirense tanbém teve situações para igualar o jogo. Tivemos de saber sofrer e fazer uma grande exibição e a Oliveirense exigiu o nosso máximo".
Felicidade pela vitória: A equipa está bem e confiante, mas antes do jogo comentámos isto "é um jogo de vida ou morte e agora estamos felizes, mas daqui a uma hora podemos estar com um dos objetivos da época perdidos". Então tínhamos de usar o melhor de nós e penso que podíamos ter estado um bocadinho melhor, mas foi um bom FC Porto e ficamos contentes por passar mais uma eliminatória, o que nos continua a dar vida num dos nossos objetivos".

Fonte/Foto – Jornal “O Jogo”

workshops para rodapé Noticias DepilaçãoaLinha