a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

HCP Grândola de regresso ...

terça , Out. 16 2018
63

Nomeações de 18 a 25 de ...

terça , Out. 16 2018
295

Espanha disposta a ...

terça , Out. 16 2018
110

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55793

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23738

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19045

Riba d'Ave goleia Vila ...

sábado , Dez. 16 2017
334

“Rafa”, Nuno, Eduardo, ...

sexta , Jul. 17 2015
884

Marinho, ex-Sporting, ...

terça , maio 17 2016
1116

tnev

O técnico da Oliveirense elogiou a exibição dos seus jogadores e deixou uma pequena crítica à arbitragem.

Análise à partida: "Passa quem marcou mais golos, não quem teve mais oportunidades. Foi uma Oliveirense capaz, com uma estratégia diferente da habitual, mas mesmo assim com as melhores oportunidades durante todo o jogo. Tivemos mais oportunidades, menos acerto. O FC Porto menos oportunidades, mais acerto. Teve a mais aquilo que a Oliveirense não teve. Teve mais faltas a favor, mais livres diretos a favor, mais cartões azuis a favor, mas isso é algo que nós não conseguimos controlar. O FC Porto também fez a diferença, mas nesses casos em particular [cartões azuis, bolas paradas] não".
Oliveirense aquém das expectativas [análise do capitão do FC Porto, Hélder Nunes, na antevisão da partida]: "É a opinião do Hélder e eu tenho de respeitar. Da minha parte eu tenho de preparar o jogo. Foi uma semana difícil, sem dois jogadores a preparar o jogo. Preparámos com dois juniores. O Jepi Selva não treinou a semana toda, o Pedro Moreira também é a primeira vez que está a calçar os patins. Foi uma semana difícil, e recuperar os jogadores, isso sim, é a minha preocupação, para termos boas prestações e termos outros resultados".

Jepi Selva fora da convocatória: "Está lesionado. Penso que tem uma microrrotura, sei que não está à minha disposição desde o último jogo e o Pedro Moreira a mesma coisa".

Primeiro golo contra a corrente: "Em termos de estratégia vínhamos bem cientes daquilo que obrigatoriamente teríamos que fazer, independentemente do desenrolar do jogo. Portanto, o golo não mexeu em nada, não podíamos mexer na forma de jogar, até devido à rotatividade dentro da equipa, por isso tínhamos de ser fiéis à estratégia. Foi um jogo muito bem conseguido por parte dos meus jogadores. Se calhar, noutros tempos, com mais assertividade e mais calma teríamos concretizado, hoje [sábado] não tivemos essa frieza e essa felicidade".

Arbitragem: "É o hóquei em patins. É o que nós temos e não me quero alongar. Foi o que foi. Achei a minha equipa muito mais penalizada".

Fonte/Foto – Jornal “O Jogo”

workshops para rodapé Noticias EscovaProgressiva