a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

Goleada antes da Taça ...

domingo , Dez. 09 2018
10

FPP- Protocolo de ...

domingo , Dez. 09 2018
24

Nicolau Manjate eleito ...

domingo , Dez. 09 2018
17

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56040

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23944

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19208

Carlos Silva é o novo ...

quarta , Jul. 30 2014
2197

Fim de semana de ponto ...

sexta , Jul. 10 2015
1093

Inter Regiões - Goleadas ...

quinta , Mar. 22 2018
413

Plurisports Barbeiro Pluriform

hoquei sporting liceu corunha 3

A perder por 3-1 ao intervalo, o Sporting CP operou a reviravolta no segundo tempo (5-3), garantindo o primeiro lugar do grupo D da Liga Europeia
Num jogo impróprio para cardíacos, sobretudo na segunda metade, os leões mostraram no Pavilhão João Rocha porque são, de facto, os reis da selva. É que a perder por 3-1 ao intervalo, numa partida em que precisavam de vencer o Liceo da Corunha - apesar de as duas equipas já estarem apuradas para a próxima fase -, uma vez que em jogo estava a liderança do Grupo D da Liga Europeia, o Sporting CP protagonizou uma recuperação incrível (5-3).
Como diriam nuestros hermanos, tratou-se de uma 'remontada' ao mais alto nível. Após uma fase inicial do encontro marcada por constantes ataques e trocas de bola, foi o conjunto espanhol quem se adiantou primeiro no marcador. E, não satisfeito, não perdeu tempo em deixar mais dois 'postais' da Corunha à formação verde e branca, que de repente se viu a perder por 3-0.
Primeiro foi Josep Lamas a desfazer o nulo, aos 7', com um remate bem colocado. Depois, foi Sergi Miras, um velho conhecido, a fazer o gosto ao stick (14') e, por fim, um desvio de Carlo Di Benedetto a tornar ainda mais negro o pesadelo europeu (17'). Mesmo que atordoados pela desvantagem, os comandados de Paulo Freitas não mandaram a toalha ao chão. E bem, já que pouco tempo depois (19'), Caio disparou forte, de meia-distância, para devolver a esperança aos 970 Sportinguistas presentes nas bancadas.
O que se passou a seguir, após o intervalo, foi... épico! Vítor Hugo reduziu (32'), Pedro Gil empatou (36'), Vítor Hugo virou o jogo (40') e o capitão João Pinto selou o resultado final em 5-3 (45'). Pelo meio, o guardião Ângelo Girão fez jus à alcunha de 'muralha humana', realizando um punhado de defesas de alto requinte técnico, que ajudaram (e muito) a conservar o marcador a favor dos leões.
Fruto de uma segunda parte cheia de garra, muito por culpa, em parte, do grande apoio demonstrado pelos Sportinguistas do primeiro ao último minuto, o Sporting CP garantiu a liderança da tabela classificativa na sexta e última jornada do Grupo D, tendo agora duelo marcado com a Oliveirense, nos quartos-de-final da Liga Europeia.

Fonte/Foto- Sporting CP