a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Entrevistas

À conversa com Sergi ...
SergiPunset
Foto CS Candelária - Serig Punset Estivemos à conversa ...
Ler
À conversa com João ...
JoaolealGulpilhares
Foto Facebook ACD Gulpilhares Estivemos à conversa com ...
Ler
À conversa com Miguel ...
MiguelFreitas
Miguel Freitas esteve à conversa com a Plurisports e falou ...
Ler
À conversa com Diogo ...
DiogoFernandes
Estivemos à conversa com o jovem guarda-redes Diogo ...
Ler
À conversa com André Gil
AndreGilFisica
Estivemos à conversa com o treinador da AE Física, André ...
Ler
À Conversa com João Costa
João Costa
João Costa esteve à conversa com a Plurisports e falou da ...
Ler
  • Hot
  • Top
  • Outras

João Pinto- “A nossa ...

segunda , Set. 24 2018
31

Paulo Freitas- “Não ...

domingo , Set. 23 2018
35

Barça inicia OK Liga a ...

domingo , Set. 23 2018
39

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55642

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23623

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
18958

AP Ribatejo- Torneio ...

segunda , Fev. 06 2017
1172

Sub13 do FC Porto são ...

segunda , Fev. 01 2016
1111

FPP- Nomeações de 8 a 16 ...

quarta , Fev. 07 2018
433

Portucale

imgS620I216641T20180313093623

Barcelos procura o Tri na Taça CERS
Quarto ano, quarta final four seguida. O OC Barcelos continua em grande na Taça CERS e no passado fim de semana escreveu mais um capítulo de uma história que pode culminar em... história.
Nunca ninguém venceu três Taças CERS seguidas e os minhotos podem ser os primeiros. Talvez por isso o técnico Paulo Pereira, em declarações ao jornal OJogo, admita que «A nossa equipa é um alvo a abater», explicando ainda a caminhada do Barcelos.
«O empate em Noia foi o momento decisivo. Aí sentimos que podíamos voltar a fazer uma boa campanha. A seguir ao Barcelona, Liceo e Reus, o Noia é a mais forte equipa espanhola e vencê-la deu-nos mais confiança. O resultado em Viana alimentou ainda mais as nossas esperanças», comentou o técnico, falando ainda das alterações da sua equipa em relação ao ano passado.
«Perdermos os quatro melhores marcadores, os que marcavam as bolas paradas e os que eram mais utilizados, mas perdendo umas coisas, ganhámos outras e este Barcelos não é melhor nem pior do que o do ano passado. É diferente. Temos um grupo forte, com jogadores que querem dar o melhor e querem dar conquistas aos adeptos, à cidade e ao hóquei português», frisou.
A final four disputa-se a 28 e 29 de abril, enquanto que o local define-se a 26 de março. Que, a que tudo indica, será disputado entre Barcelos e Lleida...

Fonte- www.zero.zero.pt

Foto - HC Turquel/zero.zero