a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

2.ª D- HC Sintra de ...

segunda , Mar. 25 2019
8

Inter-Regiões 2019- ...

segunda , Mar. 25 2019
70

II D Norte - FC Porto B ...

segunda , Mar. 25 2019
59

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
56496

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
24483

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19558

A nova equipa técnica do ...

quarta , Dez. 19 2018
512

TP - Famalicense supera ...

sábado , Fev. 10 2018
439

Pedro Nunes aceita ...

sábado , Jan. 06 2018
1283

Tui Na

imgS620I218852T20180413150405

<A cumprir a segunda temporada no principal escalão do hóquei em patins nacional, o Valença tem dado passos de gigante para a sua consolidação na modalidade, tendo mesmo já atuado esta época pela primeira vez nas competições europeias, ao participar na Taça CERS.

Agora, numa altura em que no campeonato luta pela permanência na primeira divisão, a formação minhota procura voltar a fazer história, sendo que neste caso é na Taça de Portugal, prova na qual procura apurar-se pela primeira vez para a final-four.

Para isso, o Valença, que já deixou pelo caminho o Paço de Arcos e o Sesimbra, precisa de levar a melhor sobre o Riba D'Ave, primeiro classificado da zona norte da segunda divisão.

«Num jogo da Taça de Portugal e ainda para mais numa fase tão adiantada da prova, não se pode dizer que algum clube seja favorito. O Riba D'Ave está em primeiro lugar da segunda divisão norte e com fortes possibilidades de subir de divisão. Vai ser um jogo difícil, todos sabem da dificuldade de jogar na pista deles, cujas medidas são bastante reduzidas. Temos confiança no nosso valor e tudo faremos para fazer história, levando o nome do Valença a uma final-four». Quem o revela, em declarações ao zerozero.pt, é Guido Oliva, hoquista argentino que representa a turma do Minho.

«Temos que ser uma equipa concentrada, ambiciosa e determinada. Temos experiência para levar de vencida esta equipa do Riba D'Ave, apesar de todo o respeito que ela merece. Vamos a jogo com muita determinação», acrescenta.

Autor de 12 golos esta temporada, os últimos dois apontados no último jogo, na derrota frente ao Infante Sagres por 4x5, Guido Oliva espera desta vez poder voltar a contribuir com golos mas para um resultado mais favorável.

«O importante é a equipa mas claro que ficarei satisfeito se puder contribuir para a vitória do Valença. Sinto-me muito bem física e mentalmente e com muita vontade de vencer», atira o argentino que representa os valencianos desde a temporada passada.

No entanto, o rumo a dar à carreira para lá desta temporada ainda não está definido. «Gosto muito do Valença e da cidade. Tenho sido bem tratado, mas o futuro depende de vários fatores. Vamos aguardar até porque temos objetivos importantes para alcançar e é nisso que estou totalmente concentrado», termina.>

Foto: Carmo Honório±Fonte: Zerozero.pt