a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

San Juan recebe a Taça ...

quinta , Out. 18 2018
27

Campeonato Africano de ...

quinta , Out. 18 2018
22

Raul Marín- “Muita ...

quinta , Out. 18 2018
103

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
55810

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
23745

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
19051

Guillem Trabal: "Temos ...

sexta , Dez. 18 2015
696

UDC Nafarros procura ...

quinta , Jun. 23 2016
1004

2.ª Div. Norte: Riba ...

segunda , Fev. 19 2018
468

MB 2018 0414 1O Riba d'Ave volta vinte anos depois a uma final four da Taça de Portugal, depois de vencer no prolongamento o Valença HC por 5-4.

No derbi minhoto disputado no pavilhão do Parque das Tílias ( quase cheio ), Riba d'Ave e Valença HC lutaram por um lugar na final four da Taça de Portugal.
De um lado o Riba d'Ave da segunda divisão, zona norte procurava repetir a proeza de 1998 onde esteve na final four, do outro o Valença do escalão maior, tentava algo inédito na sua historia.

Começou melhor a formação da primeira divisão com Nuno Micoli aos 5' a dar vantagem ao Valença HC.
Este golo animou o jogo e o Riba d'Ave tentou chegar ao empate mas na baliza do Valença HC brilhava Rodolfo Sobral que aos 13' e 14' defendeu dois lances de bolas, um livre direto de Hugo Azevedo e uma grande penalidade de Bruno Serôdio.
A persistência da equipa da casa acabou por dar resultado e antes do intervalo aos 22' obteve a igualdade por Bruno Serôdio.
Na segunda parte, o Riba d'Ave entrou logo a marcar dando a reviravolta ao resultado no primeiro minuto por Hugo Azevedo.
Ainda tentava organizar-se o Valença e já Hugo Azevedo aos 3' ampliava para 3-1 a favor dos locais.
No entanto o Valença soube reagir no minuto seguinte por Guido Pellizari.
Nesse mesmo minuto Rodolfo Sobral defendeu um livre direto de Bruno Serôdio a punir a décima quinta falta da turma de Valença.
Quem também brilhou na baliza mas do Riba d'Ave foi Diogo Fernandes que aos 7' impediu o empate a Guido Pellizari.
Não marcou o Valença, marcou a equipa da casa por Hugo Azevedo aos 10', fazendo o 4-2.
A perder o Valença lançou-se no ataque na tentativa de encurtar o marcador, mas seria o Riba d'Ave a beneficiar de duas claras  oportunidades para marcar, aos 16' com Vítor Oliveira a desperdiçar um livre direto a punir a 20ª falta valenciana e aos 19' igual situação por João Abreu.
Os últimos minutos foram emocionantes, com o Valença HC a reduzir aos 22' por Ziga Campos e a chegar ao empate aos 24' por Guido Pellizari na transformação de um livre direto a punir cartão azul a Hugo Azevedo, levando assim o jogo para prolongamento.

Para o tempo extra as equipas começaram com apenas duas faltas de diferença para a punição com livre direto, o Riba d'Ave com doze e o Valença com vinte e três.
O vencedor acabou por ser o Riba d'Ave que conseguiu desfazer a igualdade na segunda parte do prolongamento com o tento de Bruno Serôdio, tendo ainda Hugo Azevedo falhado um livre direto.

Fotos: José Gomes/Hoquei Minhoto