a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

  • Hot
  • Top
  • Outras

WSE Continental Cup será ...

quarta , Ago. 10 2022
38

Trio reforça Riba D´Ave ...

quarta , Ago. 10 2022
86

Sistema de Revisão Vídeo ...

terça , Ago. 09 2022
52

Hóquei fica mais pobre

segunda , Jul. 30 2018
62203

Patinagem reconhecida ...

segunda , Nov. 09 2015
31072

CM Feminino- Portugal ...

sábado , Out. 01 2016
25213

Leoas sem piedade das ...

segunda , Mar. 01 2021
556

APD Galegos renovou com ...

quinta , Set. 08 2016
1982

David Torres renova com ...

quarta , Ago. 09 2017
1510

Curso Unhas de Gel Profissional 25h ed

imgS620I219835T20180427105612

<Giulio Cocco é, até à data, o único reforço confirmado pelo FC Porto para a próxima época. Tem apenas 21 anos mas já é uma das figuras do Lodi campeão italiano, sendo uma das grandes promessas do hóquei italiano e mundial. Em entrevista à revista Dragões, o jovem prodígio italiano afirmou que mal pode esperar por começar nos azuis e brancos.

«Fiquei muito feliz ao receber o convite de um clube de grandes campeões, que joga sempre para ganhar. Deu-me uma motivação enorme e, dentro de mim, já tinha o desejo de aceitar a proposta. Para chegar a este nível, treino com vontade e paixão desde a infânica, por isso senti, naquele momento, que todos os sacrifícios que fiz valeram a pena», afirmando que o irmão, Mattia Cocco, jogador do Breganze, o apoiou nesta decisão.

«Disse-me para aceitar imediatamente a proposta, porque será uma grande oportunidade para mim, tanto a nível desportivo como pessoal - mudar de país e aprender uma nova língua será muito bom. Não vejo a hora de começar a trabalhar no FC Porto», frisou.

Sendo um jogador com uma grande técnica, Cocco define-se como um jogador que quer sempre mais e que «pode jogar em qualquer zona da pista», deixando ainda elogios ao campeonato português.

«Como dizem aqui, em Itália, é a NBA do hóquei, disputada pelas melhores equipas e pelos melhores jogadores e que tem um nível de qualidade que não pode ser comparável com o da Serie A», frisou.

«Quando vais para um clube como o FC Porto só podes ir com a ambição de ganhar tudo, porque vais encontrar jogadores que já ganharam muito e que sabem como ganhar. Adqurir essa mentalidade será uma mais-valia para mim, por isso penso que vou para o clube certo», acrescentou ainda o jovem italiano.

«Rosto do presente e do futuro do hóquei italiano»

Giulio Cocco será apenas o segundo italiano a rumar ao FC Porto, depois de Alberto Orlandi, que apresenta a nova coqueluche portista.

«O Giulio é o único jogador da Serie A do momento que, pela qualidade técnica, é capaz de enfrentar este desafio, ele é o rosto do presente e do futuro do hóquei italiano. O treinador Guillem Cabestany conhece-o muito bem, pelo que será uma vantagem para ele», aludindo ao facto do treinador portista já ter treinado Cocco no Breganze.

Em declarações ao Gazzeta dello Sport, o antigo hoquista do FC Porto caracterizou o prodígio transalpino e o hóquei português.

«O Giulio terá de se adaptar, em primeiro lugar, à velocidade e intensidade do hóquei português, que são muito diferentes do nosso», deixando comparações entre o hóquei italiano e português.

«Enquanto aqui, se jogas no Lodi, no Bassano ou no Forte dei Marmi, na aldeia vizinha ninguém sabe o que é o hóquei, em Portugal és conhecido em qualquer lado. É tudo graças à paixão que existe pela modalidade e à forma como é acompanhada pelos meios de comunicação social», concluiu.>